Início > Evangelho, Eventos, , Mensagem, Vocações > DIA DO DESERTO | MMF | PENEDONO

DIA DO DESERTO | MMF | PENEDONO

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O MOVIMENTO DA MENSAGEM DE FÁTIMA

EM DIA DE DESERTO

O MMF reuniu com os seus mensageiros e outras pessoas interessadas, para viverem mais um “Dia de Deserto”.

Viver um Dia de Deserto não é alienar-se dos problemas ou alhear-se das realidades concretas da vida, mas sim purificar-se e robustecer-se espiritualmente para ser melhor e fazer melhor. O deserto é no contexto bíblico, o lugar do encontro íntimo e intenso com Deus. Caminhar no Deserto é abrir as janelas da alma e acompanhar Maria ao encontro de seu  Filho Jesus Cristo  Ressuscitado, o  nosso Salvador.

Em 18 de Abril, o dia acordou  chuvoso e frio e os mensageiros caminharam das várias paróquias da  Diocese para o Santuário da Virgem Mártir Santa Eufémia, de Penedono, que mesmo com o seu restauro inacabado, nos acolheu  de braços abertos. Dentro do Santuário, sentiu-se o aconchego e o calor humano de adultos e jovens que encheram por completo o Santuário. Deixaram os seus locais de conforto para, no silêncio da montanha e em ambiente de retiro, ouvir com atenção as palavras sábias e sensatas do orientador, Sr. Padre Aniceto, que desenvolveu com palavras simples, mas profundas,  o tema proposto para este dia: “Santificados em Cristo, Morto e Ressuscitado”.

O conceito bíblico do termo  Santo  (separado do mundo),  refere-se a Deus, porque só  Ele é Santo, só Ele é Criador, só Ele está acima do pecado e da maldade do mundo. Deus é perfeitamente Bom. Também nós somos chamados a sermos santos… a Deus agrada a nossa santificação. Pelo batismo recebemos a semente que nos faz crescer na fé, na esperança e na caridade. Nós os cristãos somos chamados a ser perfeitos como o Pai Celeste é perfeito (Mt 5, 48).

O orientador falou-nos  também dos meios que temos ao nosso alcance para nos convertermos à Santidade. Um dos caminhos é a “Escola de Maria” – Maria é modelo de santidade, na simplicidade e humildade, na fé e na confiança, na vida simples da sua casa de Nazaré.

Depois de um farnel partilhado, fez-se a caminha da “VIA LUCIS”, o sol reapareceu por entre as  nuvens  e viveu-se um momento muita fé, na alegria contagiante  da Ressurreição do Senhor.

Seguiu-se um tempo de Adoração a Jesus Eucaristia e de Reconciliação. O dia terminou  com o  momento alto da nossa fé e da vida cristã: a celebração da Eucaristia, celebrada e muito participada  por todos.

Partimos cada qual mais enriquecido pelo encontro, pela oração e partilhada, pelos  ensinamentos e afetos  recebidos, e também pela esperança dum tempo que há-de ser melhor, se todos nos esforçarmos por amar a Deus sobre todas as  coisas e ao próximo como a nós mesmos.

O Secretariado, in Voz de Lamego, n.º 4310, ano 85/23, de 21 de abril de 2015

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: