Archive

Archive for Agosto, 2013

Igreja ganha «vitalidade» com experiências missionárias

antonio_couto_mg_2742In Fátima Missionária

Numa altura que o clero «diminui drasticamente» na Europa e em que as vocações «são quase nulas em solo europeu», António Couto, bispo de Lamego, considera que os sacerdotes europeus devem realizar experiências missionárias para se enriquecerem, motivarem os fiéis e para que a «sensibilidade» missionária não amorteça.

«Uma Igreja que não tem vocações, que está claramente a decair, como esta Igreja em solo europeu, ganharia muito mais vitalidade se alguém fosse para fora e depois viesse e falasse das experiências que fez, de como se vive de outra maneira o cristianismo noutras circunstâncias», destacou o prelado.

Para António Couto, tal experiência seria «muitíssimo» enriquecedora. «Ainda que tenha poucos padres, se eu mandar dois ou três, para o mundo missionário, eu ganho, porque eles voltarão mais enriquecidos e com outra mentalidade. Portanto, depois podem ser muito mais influentes aqui na Europa», acrescentou, em declarações à FÁTIMA MSSIONÁRIA, à margem do Curso de Missiologia.

O bispo de Lamego, e também presidente da Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização, está em Fátima esta quarta-feira, 28 de agosto, enquanto docente do Curso de Missiologia, uma formação que está a decorrer até ao próximo sábado, dia 31. «A missão de Cristo, a missão do Cristão. Por uma Cristologia missionária» é o tema que conduzirá a intervenção do prelado ao longo do dia.

Aos participantes, o bispo de Lamego vai mostrar «textos do Evangelho que dizem respeito, sobretudo, à missão de Jesus». «Estes textos são importantes para nós percebermos como é que Jesus faz», disse o prelado, acrescentado que o «missionário tem que estar preso a Cristo e ao Pai», porque «não há outra maneira de fazer missão».

Categorias:Uncategorized

Bodas de Ouro Sacerdotais de Mons. Joaquim Dias Rebelo, Vigário Geral

Por Pe. Jorge Henrique, in Voz de Lamego, 2013.08.13

Pro mundi vita – era este o lema que se vislumbrava à porta da Igreja Paroquial de Vila da Rua, e que serviu de acolhimento ao Monsenhor Joaquim Dias Rebelo para a celebração das suas Bodas de Ouro Sacerdotais, no passado Domingo, dia 11 de Agosto. Foi este o lema sacerdotal escolhido pelo mesmo há 50 anos na sua ordenação e por que tem orientado a sua vida ao longo destes anos ao serviço das comunidades paroquiais de São Pelágio de Vila da Rua, de São Sebastião de Penso e de São Martinho da Faia e à Diocese de Lamego.

Monsenhor Joaquim Dias Rebelo foi recebido no Salão Nobre da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, ao início da tarde, para aí ser homenageado pelo Município. Foram palavras calorosas e sentidas de agradecimento pela sua dedicação ao Concelho de Moimenta da Beira proferidas pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal, Dr. Francisco Cardia, pelo Presidente da Assembleia, Dr. Alcides Sarmento e pelo Presidente da Câmara, Dr. José Eduardo Ferreira. O homenageado agradeceu esse reconhecimento público ao Município.

Seguiram os presentes da Sessão Solene de homenagem para a Igreja Paroquial de Vila da Rua onde a população aguardava a chegada de Monsenhor Joaquim. Foi recebido pelas comunidades paroquiais e também pelo Presidente da Junta da Freguesia de Rua, Sr. António Pinto, em representação da Freguesia.

Com o coração a transbordar de alegria e gratidão de todos, Sua Excelência Reverendíssima D. António Couto, Bispo de Lamego, presidiu à Celebração Eucarística Jubilar, com a presença de D. Jacinto Botelho, Bispo Emérito de Lamego e filho desta terra de Vila da Rua, D. António José Rafael, Bispo Emérito de Bragança-Miranda, os Reverendíssimos Senhores Padres José Salvador e Joaquim Correia Duarte, que, condiscípulos, celebram igualmente este ano as suas Bodas de Ouro Sacerdotais, e alguns sacerdotes da nossa Diocese de Lamego que quiseram estar presentes, a quem agradecemos fraternalmente. Ao longo da Eucaristia, houve diversos momentos de Oração, de louvor e de gratidão a Deus, como é próprio da Eucaristia, pelos 50 anos de vida sacerdotal e de fidelidade ao ministério de Monsenhor Joaquim Dias Rebelo nas comunidades paroquiais, enquanto pároco, e na Diocese, enquanto Vigário Geral. A vela do Baptismo, a estola, o pão, o vinho e o cajado foram símbolos presentes e ofertados a Deus.

No fim da celebração, Sua Excelência Reverendíssima D. António Couto, proferiu a Oração de Bênção do Centro Paroquial, onde, de seguida foi descerrada a placa de inauguração deste edifício, sonhado, projetado e realizado também pelo homenageado, ficando, desta forma, o dia marcado para memória de todos. Seguiu-se, por fim, o convívio esperado e merecido, onde todos puderam contribuir e partilhar.

Em nome das comunidades paroquiais, agradeço a presença e o contributo de todos e sobretudo ao Monsenhor Joaquim Dias Rebelo pela sua dedicação e que o seu ministério continue a ser por muitos anos uma realidade para a vida do mundo – Pro Mundi Vita.

Categorias:Uncategorized

Bodas de Ouro Sacerdotais do Pe. Joaquim Correia Duarte

Por Dr. José Dias Gabriel, in Paróquia de Anreade

“Ser Padre,… Sempre Padre, … E nada Mais!”

Imagem

As comunidades paroquiais de S. Miguel de Anreade e de São João Baptista de Miomães, concelho de Resende, Diocese de Lamego, estiveram em festa, no passado dia 18 de Agosto de 2013, ao celebrarem, solenemente, as Bodas de Ouro Sacerdotais (Ordenação Sacerdotal e Missa Nova) do seu Pároco, Reverendo Padre Dr. Joaquim Correia Duarte.

Para organizar a celebração, foi criada por livre iniciativa dos paroquianos uma Comissão composta por 19 elementos/representantes dos movimentos pastorais existentes na paróquia de S. Miguel de Anreade, envolvendo todas as famílias da paróquia que participaram voluntariamente e com muita alegria e disponibilidade, na preparação e execução de todo o programa delineado.

Da celebração jubilar, que decorreu no grande Pavilhão Gimnodesportivo de Anreade por gentileza da Câmara Municipal, e que nesse dia se transformou numa enorme e faustosa catedral, fez parte uma Solene Eucaristia, a que se seguiu uma magnífica Sessão de Saudações em honra do homenageadoe um grande Lanche/ Convívio para toda a população.

Eucaristia, presidida pelo senhor bispo da diocese, D. António Couto, e concelebrada pelos bispos D. António José Rafael, D. Jacinto Botelho, D. António Francisco dos Santos e D. Manuel Rodrigues Linda, pelos dois condiscípulos do homenageado, Pe. José Salvador e Pe. Joaquim Dias Rebelo, e por uma dúzia de sacerdotes seus especiais colegas e amigos, foi animada pelo excelente Grupo Coral da Paróquia, sob a direção e regência habitual do Dr. José Dias Gabriel. Acolitou o diácono Joaquim Pereira Filipe e foi Mestre-de-cerimónias o Pe. João Carlos Morgado. As admonições estiveram a cargo da jovem Dra. Vera Pereira e a organização dos diversos cortejos processionais ao cuidado da jovem Dra. Bruna Pinto.

Imagem

Na Sessão Solene, para saudarem o homenageado, e relevarem os seus méritos e a sua acção na cultura, na história, na pastoral e nas letras, e também na sua relação de amizade e atenção contínua a tudo e a todos, a começar pelos mais carenciados, foram à tribuna: o Dr. José Dias Gabriel, representante da Comissão Organizadora; a Dra. Sónia Pinto, presidente da Junta da Freguesia; a Dra. Filipa Pinto, em nome dos jovens; o menino Tiago Truta, em nome das crianças; o arcipreste de Cinfães/Resende, Pe. Adriano Pereira, em nome do clero do arciprestado; a jovem Marta Rodrigues, em representação da paróquia de Miomães; o presidente da Câmara, Engº António Borges, em nome do município; o senhor D. António José Rafael, em seu nome pessoal; e por último o homenageado que a todos agradeceu, emocionado e feliz.

Lanche/ Convívio que se seguiu, já no exterior do pavilhão, organizado por uma grande e dinâmica equipa de colaboradores da paróquia, foi participado por um número incontável de pessoas que aí se mantiveram na maior alegria até altas horas da noite. No meio do povo, até ao fim, o nosso homenageado e o ilustre pároco da paróquia de Mafamude, Vila Nova de Gaia, Pe. Jorge Duarte.

Pelas contas da Comissão Organizadora, com base nas cadeiras e nos bancos que se puseram no recinto do pavilhão, e no número de memórias distribuídas à entrada, estiveram presentes nesta festa incomparável, para cima de mil pessoas.

Uma festa bem merecida, pois o Reverendo Padre Dr. Joaquim Correia Duarte, para além de ser um grande homem de cultura, é um sacerdote amigo, sempre disponível para todos os paroquianos, atento e sempre vigilante, sempre preocupado com o bem-estar global e integral de todos, preocupando-se sobretudo com os pobres, as crianças, os jovens, os idosos, os doentes e os mais desfavorecidos.

 

Retiro “Jesus, eu confio em Vós”

 

A Comissão Diocesana para a Nova Evangelização e Missão da Diocese de Lamego promove, entre os dias 24 de Agosto e 1 de Setembro próximos um Retiro subordinado ao tema “Jesus, eu confio em vós”.

Este retiro, aberto a todos, não tem inscrição obrigatória e, nas palavras do Director do Departamento Diocesano, Pe. Duarte Sousa Lara, “todos são bem-vindos a qualquer dia e a qualquer hora.”

A principal novidade deste retiro é o seu formato inovador: “Máxima prioridade será dada à frutuosa celebração do sacramento da Reconciliação. Haverá testemunhos. Também teremos uma grande variedade de pregadores, que abordarão temas bastante relevantes para os dias de hoje, como por exemplo, como viver castamente no mundo atual, ou qual é o desígnio de Deus acerca do matrimónio, ou ainda ou que significa a misericórdia divina”, salienta o Pe. Duarte.

Este retiro está a ser organizado em parceria com a Comunidade Servos de Maria do Coração de Jesus, uma comunidade católica, que pertence ao Renovamento Carismático, nascida no Brasil e cujos Fundadores se encontram em Portugal para participarem, também, neste evento. Esta Comunidade conta com uma casa na Diocese de Lamego e, desde que chegaram a Portugal em Abril passado, têm colocado à disposição da Diocese os seus esforços para colaborarem na tarefa da Nova Evangelização.

Marcará presença, neste retiro, o Fr. Stan Fortuna, CFR, que dedica a sua vida a divulgar o Evangelho através da música.

Categorias:Uncategorized

Paróquia de Resende com nova Igreja

Com Agência Ecclesia

D. António Couto, bispo de Lamego, vai presidir no próximo dia 25 à cerimónia de bênção e dedicação da nova igreja da Imaculada Conceição, em Resende, a partir das 16h00.

A nova igreja é a realização de “uma ambição com mais de 40 anos”, informa a Câmara Municipal de Resende, e a obra foi iniciada a 24 de julho de 2011 com cerimónia da bênção e lançamento da primeira pedra.

O edifício conta com várias obras do mestre José Rodrigues, “um dos maiores nomes das artes plásticas portuguesas”, entre as quais se destaca a escultura de Cristo Ressuscitado, explica a autarquia, no seu site.

A nova igreja da Imaculada Conceição em Resende, a cerca de 65 quilómetros da sede de Distrito Viseu e a 37 quilómetros da sede da Diocese Lamego, está localizada num terreno cedido pela Câmara Municipal local, “no limite nascente da área urbana da vila”.

Com uma arquitetura moderna, tem uma torre sineira com desenvolvimento vertical e altura acentuada, “que pretende estabelecer a marcação simbólica e religiosa do local”, explica a edilidade de Resende.

O edifício está organizado para que os diferentes espaços litúrgicos estejam diferenciados e hierarquizados dos restantes: acesso/entrada, templo, presbitério/altar, batistério e pátio.

Categorias:Uncategorized

Avalanches de jovens

Avalanches de jovens

O Sr. D. António José da Rocha Couto, por ocasião da abertura do Ano da Fé na Diocese de Lamego, a 25 de Novembro de 2012, anunciou “três iniciativas, três fios de ouro, que podem entrelaçar os nossos corações e guiar os nossos passos ao longo deste Ano da Fé”. A primeira iniciativa foi a constituição de Escolas da Fé, em todos os Arciprestados, com o objectivo de tornar os cristãos “mais conscientes e felizes, entusiasmados com a nossa fé”. Esta iniciativa tornou-se realidade, ao longo do Ano Pastoral, em vários dos Arciprestados da Diocese.
A segunda iniciativa que o Sr. D. António Couto formulou foi aquilo que denominou “avalanches de cristãos, particularmente com marca jovem, que não se envergonhem do Evangelho (Romanos 1,16), e que atravessando cidades e aldeias, queiram sentir de perto a Alegria de ver no rosto de cada irmão o rosto de Jesus Cristo, para que ninguém se sinta fora da Casa que juntos queremos construir.
A terceira iniciativa foi a de enviar “cristãos convictos e credíveis, verdadeiras testemunhas de Jesus Cristo, que sentem arder bem vivo o lume da sua Fé, e que vão ao encontro de outra pessoa, de forma directa e personalizada, para lhe passarem essa paixão de Cristo e por Cristo; quando esta segunda pessoa sentir também bem vivo o lume de Cristo dentro de si, então partirão os dois ao encontro de outros dois; e quando também estes sentirem o Amor irresistível de Jesus Cristo, partirão os quatro ao encontro de outros quatro, e assim sucessivamente até termos ateado o fogo do Evangelho a todos os corações que se abrigam sobre este chão, sob este céu abençoado de Lamego.”
Em resposta ao segundo desafio do seu Prelado, o Departamento Diocesano para os Jovens (ou Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil) da Diocese de Lamego começou a promover as “avalanches de jovens”. A primeira iniciativa ocorreu no Arciprestado de Moimenta da Beira – Sernancelhe – Tabuaço, no passado dia 10 de Agosto, na qual cerca de 50 jovens, depois da oração da manhã, passaram por Ponte do Abade, Tabosa da Cunha, Arnas para acabar na Cunha, com o objectivo de testemunhar a alegria de ser cristão. Segundo um dos jovens que participou, este testemunho “é tão simples como dar um sorriso a uma dona de casa que está a cortar umas rosas, um abraço ao pastor atento a suas ovelhas, um beijo a uma criança no colo da mãe… Com as mãos vazias mas com o coração cheio, a avalanche de Fé foi ultrapassando fronteiras e barreiras, superando o calor e o cansaço para se tornar uma avalanche de gáudio unindo toda a comunidade, jovens e menos jovens.”
Estas avalanches de jovens vão repetir-se em toda a Diocese até ao próximo mês de Novembro, e procurarão tornar realidade o desafio para o qual o Prelado de Lamego lhes dirigiu, e assim expresso pelo Departamento Diocesano: “Que os jovens das nossas comunidades, em grupo, vão bater a todas, mesmo todas, as portas e dizer a toda a gente, sem excepção, que vale a pena acreditar n’Aquele que veio há dois mil anos para nos salvar e restituir ao mundo a harmonia do início da Criação.”
A próxima “avalanche de jovens” tem lugar este fim de semana, nas Paróquias de Alvite, Leomil e Sever, também no Arciprestado de Moimenta da Beira – Sernancelhe e Tabuaço, e contará com a presença do Sr. D. António Couto.

Categorias:Uncategorized Etiquetas:,