Archive

Archive for Março, 2014

Pe. António José Ferreira Seixeira (1967-2014)

peseixeiraNa madrugada do dia 28 de Março, Deus chamou a Si o Rev. Pe. António José Ferreira Seixeira, até ao presente Pároco de Salzedas, no Arciprestado de Armamar-Tarouca.

Natural de Ferreirim, concelho de Sernancelhe, a 18 de Novembro de 1967, frequentou o Seminário Maior de Lamego. A 6 de Agosto de 1994 recebeu a Ordenação Presbiteral na Igreja Catedral, pela imposição das mãos e a oração consacratória do Sr. D. Américo Couto de Oliveira. Nessa ocasião, já estava a colaborar na Paróquia de Salzedas onde, com nomeação de 28 de Agosto de 1996, continuou a exercer o seu ministério sacerdotal até ao dia de hoje como Pároco.

A Diocese de Lamego agradece a Deus o dom da sua vida e do seu ministério, manifesta a sua proximidade ao Rev. Sr. Pe. Luís Seixeira, seu irmão, bem como ao seu pai José, demais familiares e amigos, e eleva ao Senhor férvidas preces pelo eterno descanso da sua alma.

As exéquias solenes, presididas pelo Sr. D. António Couto, Bispo da Diocese, terão lugar amanhã, 29 de Março, pelas 15h00, na Igreja Paroquial de Ferreirim, sua terra natal, onde os seus restos mortais já se encontram em câmara ardente e vigilante oração por parte de familiares, amigos e conhecidos.

Categorias:Notícias

Diocese e Museu de Lamego Assinam Protocolo

Por Dr-ª Patrícia Brás, in Voz de Lamego, 2014.03.18

“A Sé de Lamego no Museu”

Congregar esforços que ajudem a combater a crise económica, o aumento da emigração e o despovoamento da região foi a preocupação que serviu de pano de fundo à assinatura do protocolo [Em]COMUM, entre a Diocese de Lamego e o Museu de Lamego, e que deu origem à exposição “A Sé de Lamego no Museu” . A mostra marca o início das celebrações da Semana Santa, que este ano começa também a assumir-se na vertente do turismo religioso, como um espaço de cultura complementar ao programa religioso.

Como assinalou o Diretor do Arquivo-Museu Diocesano, Pe. João Carlos Morgado, a Semana Santa é “uma Solenidade anual que mobiliza a inteira sociedade, crentes e não crentes. Nela se procura um aprofundamento da fé, um enriquecimento cultural, um tempo de turismo e lazer que (re)descubra tradições seculares e costumes artesanais ou gastronómicos. Ou tudo ao mesmo tempo, porque na verdade há uma interligação profunda entre todas estas vertentes da peregrinação humana”.

A mesma ideia foi defendida pelo Diretor do Museu de Lamego, Luís Sebastian, relembrando ainda que o Turismo Cultural é positivo para toda a região, dada a sua potencialidade de criação de emprego, atração de novos turistas e de recuperação de tradições perdidas.

Ler mais…

Categorias:Uncategorized

Semana da Cáritas: a Cáritas Diocesana de Lamego

Caritas-Logo

In Voz de Lamego, 2014.03.18

De 17 a 23 de Março decorre a Semana Nacional da Cáritas. A esse propósito, D. Manuel Linda, o bispo português responsável por esta área pastoral, escreveu um texto, intitulado “Unidos no Amor, juntos contra a fome”, apresentando e definindo prioridades de actuação, ao mesmo tempo que convoca todos a participarem neste esforço de se conseguirem meios para ajudar os mais carenciados. Nesta semana fomos ao encontro da Cáritas diocesana.

 O serviço da caridade é uma das vertentes da missão da Igreja. Como definir/apresentar a Cáritas na Igreja em geral e na nossa diocese em particular?

O serviço da caridade é a missão da Igreja. O rosto da Igreja, como o de Cristo, terá de espelhar a bondade e amor infinitos de Deus (quem é Deus em Si mesmo) por cada um dos homens. A Igreja exprime a sua íntima natureza no anúncio da Palavra de Deus, na celebração dos sacramentos e no serviço da caridade. Muito se fala de Deus, mas apenas Cristo é a sua plena revelação e nos mostra quem é. A Igreja tem de assumir este mostrar o Bom Deus, como Cristo o fez, como o grande Amigo que apenas quer o bem de cada homem. A Cáritas, mais de que uma instituição da Igreja, é a própria Igreja, sua «expressão irrenunciável». A Igreja diocesana é Caritas, Amor. Os recentes documentos da Igreja põem-no em evidência, explicitando o lugar dos pobres e da Igreja pobre para, na sua pobreza, revelar a riqueza (2Cor 8,9) dos que encontram a sua identidade em Cristo, no serviço, na doação àqueles que carecem desse estar e viver em Deus. A diocese de Lamego, implantada num território, empobrecido de recursos humanos (devido à fuga para os grandes meios e para o estrangeiro) e de iniciativas capazes de inaugurar uma nova época, sofre de uma espécie de anemia e de uma «resignação» que levam a aceitar como normal as suas limitações e a sua «pobreza» imposta.

Ler mais…

Categorias:Entrevistas Etiquetas:

Voz de Lamego, edição de 18 de Março de 2014

Voz de Lamego, edição de 18 de Março de 2014

Categorias:Uncategorized Etiquetas:

Voz de Lamego, edição de 11 de Março de 2014

Voz de Lamego, edição de 11 de Março de 2014

Categorias:Uncategorized

Pe. Manuel de Jesus Cardoso Moura na Casa do Pai

Na madrugada do dia 28 de Fevereiro, o Senhor chamou a Si o Rev. Sr. Pe. Manuel de Jesus Cardoso Moura, sacerdote da Diocese de Lamego e Pároco de S. Tiago de Piães, no Arciprestado de Cinfães – Resende.

Natural de S. Cristóvão de Nogueira, nasceu a 23 de Abril de 1944. Recebeu a ordenação sacerdotal a 28 de Agosto de 1982 e, desde então, foi Pároco em Piães.

O seu funeral realiza-se neste dia 1 de Março, pelas 11h00, na Igreja Matriz de S. Tiago de Piães.

A Diocese de Lamego manifesta os seus sentidos pêsames à sua família, agradece ao Senhor o precioso dom da sua vida e do seu ministério e eleva férvidas preces pelo eterno descanso da sua alma.

Categorias:Notícias