Arquivo

Posts Tagged ‘Zona Pastoral da Mêda’

Paróquia da Mêda veste-se para Concerto Solidário

A Casa Municipal da Cultura de Mêda, vestiu-se no passado dia 30 de julho,para um concerto Solidário pelas vítimas de Pedrogão Grande, Figueiró dos vinhos e Castanheira de Pêra. Esta atividade organizada pela paróquia de Mêda (Grupo de catequistas), reuniu neste espaço muitos corações solidários que participaram de forma ativa, por todas as vítimas deste incêndio.

Ao longo de toda a tarde de domingo, vários artistas musicais do concelho, subiram ao palco, para este Concerto Solidário com lotação esgotada, tendo na plateia o Sr. Pe. Basílio Firmino, Sr. Presidente da Câmara e o Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Mêda.

Parabéns a todos os grupos que participaram, mostrando assim que tudo se pode fazer com talento da “Prata da Casa”.

Os donativos foram entregues voluntariamente e um quadro foi doado para o efeito, e, leiloado por duas vezes. Os fundos criados num bar de apoio às pessoas que ali se encontravam, reverteu para o mesmo fim!

No final do concerto, foi anunciado que os donativos tinham totalizado cerca de mil e oitocentos euros, revertendo a favor da Cáritas Nacional, para reforçar o apoio às populações afetadas!…

Resta-nos agradecer a todas as pessoas que exaltaram a solidariedade do povo português, neste caso, a comunidade de Mêda, e a sua capacidade de ajudarem os seus irmãos a reerguerem-se após uma tragédia.

Hoje são eles que precisam, amanhã poderemos ser nós!…

 

Catequistas: Cristina Branco e Conceição Lourenço

in Voz de Lamego, ano 87/39, n.º 4424, 8 de agosto 2017

O Seminário de Resende por terras de Mêda

smr

Na passada quarta feira o Seminário Menor de Resende abriu as suas portas para acolher os 8 seminaristas que este ano nele ingressaram para mais um ano letivo. Neste sentido começamos também a pôr em prática o nosso programa anual de atividades. Nele fazem parte algumas iniciativas de ação de promoção vocacional como por exemplo a nossa passagem por algumas paróquias que nos vão convidando.

Com estas idas às paróquias temos como objetivo ir ao encontro das comunidades paroquiais para levarmos o Seminário até às pessoas e responsabilizamos as pessoas pelo Seminário. Também vamos ao encontro dos jovens e crianças das nossas paróquias, podendo desta forma, falar do Seminário, convida-los a ir conhecer e quem sabe até, a colocarem como futuro a questão vocacional.

Neste domingo, juntamente com o Senhor Vice-Reitor fomos às paróquias de Fonte Longa, Poço do Canto, Ranhados e Paipenela, ao cuidado do Rev. Padre Filipe Rosa, na zona pastoral de Mêda.

Nas celebrações tivemos a possibilidade de cantar, proclamar a Palavra de Deus, acolitar e ainda dar o nosso testemunho vocacional. No fim das celebrações, almoçámos e regressamos ao Seminário.

Agradecemos ao senhor Padre Filipe Rosa pelo convite e desde já mostramos a nossa disponibilidade para irmos às comunidades paroquiais da nossa Diocese.

João Patrício, 11º ano,

in Voz de Lamego, ano 86/43, n.º 4379, 20 de setembro de 2016

Virgem Peregrina de Fátima | Zona Pastoral da Mêda

11036527_10206038573221630_2616013548212375420_n

No passado dia 28 de Julho pelas 19H, tivemos a honra da visita da imagem peregrina de Nª Senhora de Fátima, à cidade e à zona pastoral de Mêda. Nossa Senhora chegou à rotunda da estátua de homenagem aos ex-combatentes do Ultramar acompanhada por uma viatura da Guarda Nacional Republicana, motociclistas do Moto Clube de Mêda e uma viatura dos Bombeiros Voluntários locais, onde duas frases humanas a recebiam: “Benvinda ó Mãe” e “Rainha da Paz”. Após o rito de acolhimento à imagem peregrina, seguimos em procissão, com Nossa Senhora rodeada por um terço humano constituído por cerca de 60 crianças e adolescentes da catequese da paróquia da Meda, os 3 pastorinhos e todo um cortejo de pessoas e bandeiras/estandartes representando cada instituição do nosso concelho para honrar a nossa Mãe do Céu: GNR, motociclistas do Motoclube de Mêda, Fanfarra, viaturas e elementos da associação Humanitária do Bombeiros Voluntários, os estandartes das várias freguesias do concelho, Escuteiros, sacerdotes da zona pastoral, autoridades civis e toda uma comunidade da cidade e das paróquias do concelho que dignamente acompanharam e recitaram o terço até ao recinto de festas.

Já no recinto de festas, após Nª Senhora ter sido retirada do carro móvel e colocada no palco preparado para servir de altar, foi celebrada a Eucaristia presidida pelo arcipreste Pe. Basílio e concelebrada pelos sacerdotes desta Zona Pastoral, pelo Pe. Salvador, natural desta cidade, pelo  Pe. Ponciano e pelo recém-ordenado Pe. Fabrício, o qual tendo estado a estagiar nesta comunidade paroquial, foi o pregador. Antes da bênção final, e dado que nesse mesmo dia foi entregue uma ambulância do INEM à corporação dos Bombeiros Voluntários da Meda, junto da imagem da Mãe, Senhora dos Remédios e do Socorro, este veículo foi benzido com a proteção de Maria.

No final da Eucaristia, com todo o respeito e dignidade, deu-se início à procissão das velas, envolvendo uma enorme multidão que quis seguir Nossa Senhora. Entre cânticos e recitação do terço, Nª Senhora foi levada em ombros até à Igreja Matriz, onde permaneceu durante toda a noite, decorrendo entretanto, vários momentos de oração com exposição do Santíssimo Sacramento, vigílias marianas, recitação do terço, momentos estes organizados pelos diferentes movimentos da nossa comunidade paroquial, pelos funcionários de várias instituições da Meda e pelas crianças do Pré-Escolar do Patronato e dos Tempos Livres e os idosos da Santa Casa da Misericórdia.

A Eucaristia do dia 29, pelas 16 horas marcou o terminus destas celebrações, na qual os fiéis do nosso concelho se reuniram e, unidos na mesma fé, se despedem com o cântico de adeus à Virgem Peregrina, acenando com lenços brancos, impressos com a imagem de Nossa Senhora, mandados elaborar especificamente para estas celebrações. O andor de Nª Senhora foi levado até ao carro móvel, tendo seguido em direção ao concelho de Penedono acompanhada pela GNR, Motociclistas, Bombeiros Voluntários e mais de meia centena de carros particulares.

É de louvar o empenho e carinho de toda a comunidade paroquial da Meda e das várias instituições locais, que de muitas formas participaram, para que Nossa Senhora fosse recebida com a maior dignidade, respeito e alegria, no enfeite de ruas com passadeiras e flores, aplicação de tarjas pela avenida, pelo percurso da procissão e no adro da Igreja, no embelezamento e decoração da igreja e do recinto das festas. Tudo por Maria.

Foram momentos vividos com muito amor e devoção, junto da Mãe de Jesus e nossa Mãe. A imagem peregrina de Nossa Senhora partiu, mas a Mãe permanece connosco nos nossos corações.

Cristina Branco, in Voz de Lamego, ano 85/38, n.º 4325, 18 de agosto