Arquivo

Posts Tagged ‘Vigília’

Oitavário pela Unidade dos Cristãos | Vigília de Oração | 24 de janeiro

Taizé_unidade_cristãos

De alguns anos a esta parte, realiza-se a Semana (Oitavário) de Oração pela Unidade dos Cristãos, de 18 a 25 de janeiro, de cada ano, terminando precisamente no dia em que a Igreja celebra a CONVERSÃO DE SÃO PAULO, o Apóstolo dos Gentios, que procurou levar o EVANGELHO a todo o mundo.

Como sabemos o Cristianismo é constituído por diversos ramos, Igrejas, confissões. No início do século XI, em 1054, a primeira grande divisão, Igreja Católica (mais) a Ocidente, Igreja Ortodoxa (mais) a Oriente. No século XVI, século da Reforma e da Contra-Reforma, mais divisões (mais) a Ocidente, com o surgimentos das chamadas Igrejas protestantes: luteranos, anglicanos, calvinistas… Com particular incidência, na segunda metade do século XX, o diálogo e aproximação das diversas confissões cristãos, sobretudo na procura de pontos de encontro, na oração, no compromisso social. Por parte da Igreja Católica, a abertura mais concreta dá-se com o Concílio Vaticano II, desde logo impulsionado pelo Papa João XXIII e depois pelo Papa Paulo VI. Os Papas que se seguiram cimentaram este diálogo ecuménico, João Paulo II, Bento XVI e agora o Papa Francisco. Por outro lado, além do ecumenismo – diálogo com confissões/Igrejas Cristãs – também o diálogo interreligioso, entre religiões diferentes, se acentuou. Esta semana é sobretudo de oração ecuménica, oração e reflexão.

Na nossa DIOCESE DE LAMEGO, valorizando a Oração que se faz na Paróquia de Santa Maria de Almacave, sob motivação da comunidade ecuménica de Taizé, no dia 24 de janeiro, pelas 21h30, Oração orientar-se-á para a Unidade dos Cristãos, celebração presidida por D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego. D. António Couto, no Colégio de Arciprestes, sublinhou a importância desta Semana e desta Vigília, sabendo-se que neste chão diocesano prevalece o catolicismo, mas sempre oportunidade para sensibilizar para o Ecumenismo.

Abertura ANO DA VIDA CONSAGRADA | Mensagem do SANTO PADRE

francisco_religiosos

Papa apela a deixar o aconchego e ir às periferias

O Papa Francisco enviou uma vídeo-mensagem para os participantes da Vigília de Oração realizada na Basílica Santa Maria Maior na noite de sábado, 29, véspera da abertura do Ano da Vida Consagrada. Eis a íntegra da mensagem.

 “Queridos irmãos e irmãs,

Mesmo se distante fisicamente por motivo do meu serviço à Igreja universal, me sinto intimamente unido a todos os consagrados e às consagradas no início deste ano que quis fosse dedicado à vida consagrada.

Saúdo com afeto todos os membros da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica e todos aqueles que estão presentes na Basílica Santa Maria Maior, sob o terno olhar da Bem-aventurada Virgem Maria Salus Populi Romani, para esta Vigília de Oração.

Com vocês saúdo também todos os consagrados e as consagradas que vivem e trabalham no mundo. Nesta ocasião as minhas primeiras palavras são de gratidão ao Senhor pelo dom precioso da vida consagrada à Igreja e ao mundo. Que este ano da Vida Consagrada seja uma ocasião para que todos os membros do povo de Deus agradeçam o Senhor, do qual provém todo bem, pelo dom da vida consagrada, valorizando-a de maneira conveniente. A vós, queridos irmãos e irmãs consagrados, vai igualmente a minha gratidão por aquilo que sois e fazem na Igreja e no mundo. Que este seja um “tempo forte” para celebrar com toda a Igreja o dom da vossa vocação e para reavivar a vossa missão profética.

Repito-vos também hoje o que vos disse outras vezes: « “Despertai o mundo” Despertai o mundo” ». Como? Colocando Cristo no centro de vossa existência. Sendo norma fundamental de vossa vida «seguir Cristo como é ensinado no Evangelho» (Perfectae caritatis, 2), a vida consagrada consiste essencialmente na adesão pessoal a Ele. Busquem, queridos consagrados, Cristo constantemente, busquem a sua Face, que Ele ocupe o centro de vossa vida de modo a serem transformadas em «memória viva do modo de existir e de agir de Jesus, como Verbo Encarnado diante do Pai e diante dos irmãos » (Vida consagrada, 22). Como o apóstolo Paulo, deixai-vos conquistar por Ele, assumam os seus sentimentos e a sua forma de vida (cfr ibid., 18); deixai-vos tocar pela sua mão, conduzir pela sua voz, apoiar pela sua graça (cfr ibid., 40).

Vida Consagrada

E com Cristo, partam sempre do Evangelho. Assumam-no como forma de vida e traduzam-no em gestos quotidianos marcados pela simplicidade e pela coerência, superando assim a tentação de transformá-lo em uma ideologia. O Evangelho conservará jovem a vossa vida e missão, e as tornará atuais e atraentes. Que o Evangelho seja o terreno sólido onde avançar com coragem. Chamados a ser «exegeses vivas» do Evangelho, seja este, queridos consagrados, o fundamento e a referência última de vossa vida e missão. Saiam de vossos aconchegos em direção às periferias do homem e da mulher de hoje! Por isto, deixai-vos encontrar por Cristo. O encontro com Ele vos impelirá ao encontro com os outros e vos levará em direção aos mais necessitados, aos mais pobres. Ides às periferias que aguardam a luz do Evangelho (cf. Evangelii gaudium, 20). Habitem as fronteiras. Isto vos exigirá vigilância para descobrir as novidades do Espírito; lucidez para reconhecer a complexidade das novas fronteiras; discernimento para identificar os limites e a maneira adequada de proceder; e imersão na realizade, “tocando a carne sofredora de Cristo no povo” (ibid.,24).

Queridos irmãos e irmãs: diante de vós se apresentam muitos desafios, mas eles existem para serem superados. “Sejamos realistas, mas sem perder a alegria, a audácia e a dedicação plena de esperança! Não deixemos que nos roubem a força missionária” (ibid., 109).

Que Maria, mulher em contemplação do mistério de Deus no mundo e na história, mãe diligente em ajudar com prontidão os outros (cfr Lc 1, 39) e por isto modelo de todo discípulo missionário, nos acompanhe neste Ano da Vida Consagrada que colocamos sob seu olhar materno.

A todos vocês participantes da Vigília de Oração na Santa Maria Maior e a todos os consagrados e as consagradas, concedo de coração a minha Bênção e vos peço, por favor, para rezarem por mim.

Que o Senhor vos abençoe e Nossa Senhora vos guarde”.

in VOZ DE LAMEGO, n.º 4291, ano 84/53, de 2 de dezembro de 2014

Pastoral Juvenil | ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO | Sim?

IMG_2142Sábado 27 de setembro, dia da Igreja diocesana, marcou o início do novo  ano de atividades e o Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil (SDPJ) de Lamego  aproveitou esta ocasião para apresentar a programação anual com uma noite de adoração ao Santíssimo, no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, pois a melhor forma de iniciarmos a nossa caminhada é estarmos com Ele, já que sem Ele nada faz sentido.

Foi este o testemunho de comunhão que deram mais de 120 jovens que participaram na atividade. Com efeito, muitos foram os que abdicaram do descanso depois ou antes de um dia intenso de vindima ou da apanha da maçã, outros ainda tinham festas na Paróquia e preferiram chegar mais tarde para poderem estar com Ele, isto sem contar com os quilómetros e a hora tardia.

Esta noite testemunhou, neste retomar das atividades, que os jovens ainda dizem sim, ainda são loucos, loucos da loucura de Deus, do amor de Deus, deste amor que nos transforma, este amor que nos faz deixar de lado o nosso egoísmo para nos encontramos com Ele e com os outros.

A adoração que foi sucessivamente orientada pelos Arciprestados do Varosa, Távora e Alto Douro e finalmente pelo Arciprestado de Lamego seguiu as temáticas adotadas pelo SDPJ de Lamego para esta temporada de 2014-2015. Num primeiro momento, o tema da Família constituiu o fio condutor, tema que será aliás o fio condutor de toda a ação diocesana como propõe D. António Couto na Carta Pastoral “Ide e construi  com mais amor a família de Deus”. Num segundo momento, o ambiente próprio às orações de Taizé encheu a Igreja dos Remédios num tempo de preparação para a festa dos 75 anos da Comunidade de Taizé e dos 100 anos do seu fundador, o Irmão Roger.

Para finalizar, uma pequena ceia permitiu um momento de convívio e a entrega do documento com a programação anual da Pastoral Juvenil, programação que só tem razão de ser com a dedicação de cada jovem, fortemente demonstrada nesta noite de adoração ao Santíssimo.

Com Ele, contigo, juntos vamos conseguir crescer, crescer na fé, basta dar o nosso sim ou não…Sim?

Anthony Nascimento, VOZ DE LAMEGO, 30 de setembro de 2014, n.º 4282, ano 84/44

Vigília do Consagrado

2013.01.02 VigiliadoConsagrado

No próximo dia 02 de Fevereiro, o Secretariado Diocesano das Vocações em parceria com o Grupo de Jovens da Paróquia da Sé, na cidade de Lamego, promovem uma Vigília de Oração para assinalar o Dia do Consagrado.

«O estado de vida consagrada aparece como uma das maneiras de viver uma consagração «mais íntima», radicada no Baptismo e totalmente dedicada a Deus. Na vida consagrada, os fiéis propõem‑se, sob a moção do Espírito Santo, seguir Cristo mais de perto, entregar‑se a Deus amado acima de todas as coisas e, procurando a perfeição da caridade ao serviço do Reino, ser na Igreja sinal e anúncio da glória do mundo que há-de vir.» (Catecismo, 916)

O Sr. D. António Couto presidirá a esta Vigília de Oração, que visa promover um maior empenho e generosidade de todos os fiéis para corresponder ao chamamento de Cristo.