Arquivo

Posts Tagged ‘Vigília de Oração’

Encontro de Jovens: Vigília de Oração em Tabuaço

dscn7770

Vivemos no passado dia 11 a XXV Jornada Mundial do Doente. Nesse espírito, uma semana depois, na paróquia de Tabuaço mas a nível diocesano, aconteceu, como resposta à proposta do Departamento Diocesano da Pastoral dos Jovens de Lamego (DDPJ) uma vigília de oração pelos doentes. Esse momento de oração foi preparada pelas gentes de Tabuaço, especialmente pelo Grupo de Jovens (GJT). Nessa vigília, motivados pela ação global de recordação e oração em favor daqueles onde o próprio Cristo se diz Presente, fomos convidados à meditação nessa dura realidade: a doença. Porém, como Filhos do Deus Vivo, não ficámos nesse plano, fomos até ao “Médico dos corpos e das almas” e encontrámo-nos com Ele, na certeza de que Ele está onde dois ou três estiverem reunidos em Seu Nome.

O momento de oração foi presidido pelo sr. diácono Luís Rafael Azevedo, presidente do DDPJ e contou com a presença de jovens de outras paróquias que se quiseram associar à dinâmica. A iniciativa teve início pelas 21h00 e terminou cerca de uma hora depois.

Toda a temática da vigília (“O Médico que é Hóspede”) apontou para a integralidade do doente, em que este, estando doente não é doente, mas sim uma pessoa com uma história de vida e uma dignidade inalienável que, naquela fase da vida, tem uma doença. Neste aspeto todos aqueles que acompanham os doentes são essenciais para manter a dignidade destes imaculada. No final, foi entregue uma oração a todos os que estiveram presentes com o intuito de a rezarem nos momentos de maior provação e sofrimento, estando doentes ou acompanhando-os em verdadeira comunhão.

Nesta dinâmica de amparo e união, houve depois da vigília tempo para um “chazinho” no Centro Paroquial para todos aqueles que quiseram conviver um pouco mais. Está de parabéns o GJT pela organização e todos os presentes pela fiel participação. A doença é uma realidade que mais direta ou indiretamente nos toca. Que todos os doentes encontrem a Paz no Deus da Vida.

Diogo Martinho

Seminarista / Grupo de Jovens de Tabuaço

in Voz de Lamego, ano 87/15, n.º 4400, 21 de fevereiro de 2017

Vigília Missionária – 29 de outubro – Vila da Ponte

14853146_1334125389999420_8139843123827922250_o

Como sabem estamos a viver o Mês das Missões e por isso queremos convidar-vos a participar na Vigília Missionária que se vai realizar no dia 29 de outubro (sábado) a partir das 20h45 na Igreja Paroquial de Vila da Ponte.

Depois do momento de oração grupo JSF Vila da Ponte promoverá um convívio missionário na residência paroquial onde haverá tempo para algumas dinâmicas e saborear alguns “petiscos” 🙂

Para mais informações podem contactar-nos através deste e-mail ou do chat do Facebook “DDPJ Lamego”.

Será o primeiro “EM ORAÇÃO…” deste ano! Muitos mais virão… pois, uma vez por mês, iremos convidar-vos a participar nesta atividade, mas sempre num lugar diferente da nossa diocese e com temas variados 😉

Jovens de Lamego, Cristo conta convosco!

Abraço amigo, Luís Rafael,

in Voz de Lamego, ano 86/47, n.º 4383, 18 de outubro de 2016

Tarouca: Vigília Diocesana de Oração pelas Vocações

DSCN0059

Vivemos a 53.ª Semana de Oração pelas Vocações que terminou no passado Domingo, Dia do Bom Pastor. Certamente que ao longo da semana, muitos foram os cristãos que se uniram em torno desta intenção e fizeram chegar até Deus, o dono da Messe, a oração e o louvor por todas as vocações.

Foi precisamente com este espírito de louvor e de oração que nos juntamos no Sábado pelas 21h na Igreja Paroquial de S. Pedro de Tarouca, na companhia do Sr. Bispo, D. António de vários sacerdotes, seminaristas, religiosas e muitos jovens e leigos que a nós se uniram para celebrarmos com fé e gratidão a Vigília de Oração pelas Vocações.

As palavras do Papa Francisco na sua mensagem para esta semana, serviram-nos de caminho para que todos déssemos conta que a Igreja é Mãe de Vocações. Com esta Vigília e “no decurso deste Jubileu Extraordinário da Misericórdia, quisemos experimentar a alegria de pertencer à Igreja, redescobrindo nela a vocação cristã e as formas particulares de a viver que nascem no Povo de Deus e são dons da misericórdia divina”, diz o Papa.

Assim durante cerca de uma hora e meia, permanecemos em oração diante de Jesus no Santíssimo Sacramento da Eucaristia, exposto no altar.

Desde os cânticos, às diversas leituras, às palavras do Sr, Bispo, tudo nos encaminhou para este sentimento do Papa Francisco de percebermos que a “…Igreja é Casa de Misericórdia e também «terra» onde a vocação germina, cresce e dá fruto…”.

Assim, uma das dinâmicas desta Vigília foi a plantação num vaso com terra, previamente preparado, três bolbos de plantas para nos recordar que a vocação é uma semente que é lançada e que precisa de criar raízes e ser amparada para dar fruto ou flor. Neste sentido, o Papa Francisco salientava que  “… a comunidade torna-se a casa e a família onde nasce a vocação”.

Para que tal aconteça é necessário que os candidatos às diversas vocações conheçam melhor a comunidade eclesial sendo oportuno que façam alguma experiência apostólica junto da comunidade a quem pertencem, ao lado de um bom catequista; numa comunidade religiosa, nas mais diversas Congregações; que descubram o valor da contemplação, partilhando a clausura; que conheçam a missão ad gentes por exemplo junto dos missionários; a vida diocesana junto dos sacerdotes e párocos, ou na experiência de um Seminário e ainda no aprofundamento da experiência da pastoral na paróquia ou diocese a quem pertencem.

Estes são os caminhos propostos, o campo, a terra, onde se pode lançar a semente da vocação. Amparada por todos e regada com a água vida da oração, ela dá fruto.

Os dois testemunhos que foram dados na Vigília, bastante eloquentes, tinham este pano de fundo. É preciso seguir sem medo a voz Daquele que chama.

A Vigília de Oração terminou com a Bênção do Santíssimo Sacramento e a Oração do Papa Francisco para esta Semana, acompanhada do convite do Sr. Bispo de irmos e tal como Maria, tal como Paulo e Barnabé, seguirmos o Caminho e o Caminho é Jesus Cristo. Só Ele é o Caminho a que nos propusemos seguir. O cântico final enviava-nos com alegria de falar Dele, a dar a Boa Nova e a dizer a todos que Jesus é Amor.

Um agradecimento final a todos os que ajudaram a preparar este momento de oração e a todos os que participaram.

Pe. José Miguel, Departamento Diocesano das Vocações

in Voz de Lamego, ano 86/22, n.º 4359, 19 de abril de 2016

ORAÇÃO DE TAIZÉ PELA UNIDADE DOS CRISTÃOS | Ecumenismo

Taizé-almacave3

No dia 24 de janeiro de 2015, realizou-se, na Igreja paroquial de Almacave, uma Vigília de Oração pela unidade dos cristãos.

A Vigília foi coordenada pelo grupo de jovens de Almacave e foi presidida pelo Sr. Bispo da Diocese de Lamego, D. António Couto.

A Paróquia de Tabuaço esteve representada por um número significativo de jovens e também de alguns adultos.

O espaço estava muito bonito, o ambiente imbuído de muito respeito e dignidade, numa envolvência perfeita para nos reencontrarmos connosco e com Deus.

Os momentos vividos foram essencialmente de canto, oração e silêncio, segundo o formato da Oração de Taizé.

Estes momentos, de encontro e comunhão com Deus e com os outros, são muito importantes e significativos na medida em que nos ajudam a retomar alento e coragem para enfrentar os desafios e as responsabilidades cristãs do dia-a-dia e a aprofundar o sentido e o valor da Oração.

Clara Castro,  (Paróquia de Tabuaço), in VOZ DE LAMEGO, n.º 4299, ano 85/12, de 3 de fevereiro de 2015