Arquivo

Posts Tagged ‘Pe. Vasco Pedrinho’

Animação Vocacional por terras de Armamar

No passado dia 12 de novembro, a comunidade do Seminário de Lamego foi em ação de promoção vocacional às paróquias do Sr. Pe. Leontino. Fomos até São Romão cujo padroeiro tem o mesmo nome, de seguida fomos até Tões, em que a padroeira é Santa Senhorinha, depois fomos até Queimada sendo padroeiros S. Pedro e S. Paulo e de onde é natural o Pedro, seminarista do 9ºano.

Na nossa eucaristia, o Tiago, seminarista do 12ºano, falou um pouco da sua ida para o Seminário e sobre o que era o Seminário. A irmã Claudina também enriqueceu a eucaristia com a sua história de vida.

De seguida, dirigimo-nos até ao lar de S. João Batista onde tivemos a oportunidade de conhecer o espaço e onde pudemos almoçar.

Agradecemos ao Sr. Pe. Leontino esta excelente oportunidade e esperamos regressar o mais brevemente possível.

Diogo Ferreira, 9.º ano,

in Voz de Lamego, ano 87/50, n.º 4436, 14 de novembro de 2017

Pré Seminário no Seminário Maior de Lamego

Realizou-se no Seminário Maior da Diocese de Lamego o Pré Seminário entre os dias 26, 27 e 28 de maio de 2017. Estiveram presentes 6 pré-seminaristas.

Iniciou se a jornada com a receção e celebração da Eucaristia presidida pelo Sr. Padre Vasco Pedrinho onde também estiveram presentes os seminaristas maiores. Saciados espiritualmente passamos ao jantar onde já se encontrava o Reitor de Seminário Maior, o Sr. Padre Joaquim Dionísio e os restantes padres que habitam no seminário. Depois de um momento de descontração e diálogo seguiu-se as nove horas da noite a recitação do santo terço onde se pediu pelas intenções do Santo Padre, do nosso Bispo e pelos bons frutos do pré-seminário que se ia iniciar e pelas vocações mundiais. Para encerrar a noite, houve um encontro com todos onde o Sr. Reitor apresentou uma nota de receção e um pedido de silêncio e oração nestes dias que se iriam passar, não esquecendo claro a interação, diálogo e amizade com os seminaristas maiores.

O segundo dia iniciou-se com a Eucaristia presidida pelo Sr. Reitor. Posteriormente pelas dez horas da manhã decorreu um encontro com o Sr. Padre Vasco onde se retratou o chamamento dos discípulos ajudando-nos a uma melhor compreensão da responsabilidade de ser chamado para a messe do Senhor. Seguiu-se o encontro com o Victor, seminarista do 6ºano onde nos propôs uma dinâmica que consistiu em descobrir letras escondidas pelo jardim do seminário que formavam a palavra “caminho” explicou a vida na pastoral e o quão é importante interagir com as comunidades e o seu pastor. Terminada a meia hora, passamos a ter o encontro com o seminarista Diogo Martinho do 5º ano de Teologia, onde houve um diálogo onde nos explicou o ser chamado e para quê que somos chamados. Seguiu se um encontro com o Sr. Padre Vasco e almoço.

A parte da tarde foi mais recreativa. Organizada pelos seminaristas maiores João Pereira e Marcelo Moutinho, onde nos levaram a visitar o Museu Diocesano, a Cisterna e o Castelo e a Igreja da Santa Cruz do antigo mosteiro dos monges dos Jerónimos. Seguimos a viagem até à Régua onde caminhando pelo cais houve espaço para o lanche e uma meditação sobre a vocação de Santo Agostinho com um excerto do livro dez das Confissões, onde refletimos como a vocação de Santo Agostinho é parecida com as nossas, identificando-me com esta frase do texto: “Provei-te e, agora, tenho fome e sede de Ti. Tocaste-me, e agora ardo por Tua Paz.”

Há noite fomos à procissão de Nossa Senhora dos Remédios, do Santuário até à Sé Catedral, recitando o terço.

O último dia iniciou-se com Laudes da solenidade da Ascensão do Senhor seguindo-se encontros individuais com o Sr. Padre Vasco. Na parte da tarde associamo-nos à peregrinação arciprestal ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios meditando e rezando o terço e participando na Eucaristia presidida pelo nosso bispo D. António José da Rocha Couto, finalizando com um lanche/ajantarado oferecido pelas irmãs Franciscanas Hospitaleiras.

João Patrício

Seminário Menor de Resende

in Voz de Lamego, ano 87/29, n.º 4414, 30 de maio de 2017

MMF – Dia Diocesano do Doente

O Movimento da Mensagem de Fátima organizou no passado sábado, 22 de abril, o Dia Diocesano do Doente. O encontro teve lugar no espaço do complexo do Santuário da Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, com a orientação do Senhor Reitor do Santuário Padre Doutor João António Teixeira. Estiveram presentes mais de uma centena de doentes de vários pontos da diocese e de todas as idades.

Da parte da manhã, que decorreu na Casa de Oração, o Senhor Padre João Teixeira falou de Nossa Senhora como Mãe de Jesus. Começou por estabelecer alguns paralelismos entre Nossa Senhora dos Remédios e Nossa Senhora de Fátima, não fora Ela a mesma Senhora. Neste ano em que se celebra o Centenário das Aparições, falou da Mensagem de Fátima com enorme conhecimento, mas também com muita fé e o encanto e ternura que lhe são peculiares. Fez reviver os acontecimentos das Aparições realçando o essencial, aquilo que devemos ter sempre presente como batizados. A luz de Deus que nos dá a vida e ilumina através do seu filho Cristo – vitamina “C” essencial às nossas vidas que nos conduz e salva e, o Coração Imaculado de Mãe que nos acolhe e conduz até Deus.

Pelas doze horas, o Senhor Bispo quis também manifestar o seu apoio a todos os doentes e Mensageiros celebrando a Eucaristia na igreja do Santuário.

Após uma refeição muito simples, em agradável convívio, encerrou-se este encontro como a Mãe mais gostaria – em oração. Depois do terço, foi com o beijo a Nossa Senhora, pelas mãos do Senhor Reitor do Santuário que todos se despediram.

Agradecemos a todos os que tornaram possível este dia. Que Nossa Senhora dos Remédios nos acompanhe sempre e continue a cuidar de nós.

O Secretariado Diocesano

in Voz de Lamego, ano 87/24, n.º 4409, 25 de abril de 2017

Aprofundar a Mensagem de Fátima com a Irmã Ângela Coelho

O Movimento da Mensagem de Fátima promoveu, no passado sábado, dia 11 de março, no Seminário Maior de Lamego, um encontro de formação de aprofundamento da Mensagem de Fátima. Esteve presente mais de uma centanta de participantes, entre fiéis leigos, um diácono e sacerdotes, de vários arcipreastados e zonas pastorais da nossa Diocese.

A Irmã Ângela Coelho orientou este encontro no qual fez uma bela exposição e apresentação de alguns traços essenciais da Mensagem de Fátima, com simplicidade, beleza e profundidade. Sempre com um sorriso no rosto, próprio de quem reflete a luz da alegria que brota do Evangelho, a Irmã Ângela cativou a assembleia com o seu enorme e fundamentado conhecimento da Mensagem de Fátima.

Nossa Senhora apareceu na Cova da Iria, escolheu três crianças, falou na nossa língua e deixou uma Mensagem para o mundo. Mensagem mística e profética, de misericórdia, de paz e de esperança, que continua atual. O seu conhecimento e aprofundamento tem cada vez mais sentido neste nosso mundo de hoje.

Lembrando e citando a Carta Pastoral no Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, da Conferência Episcopal Portuguesa, intitulada: “Fátima, Sinal de Esperança para o nosso tempo” e a que a Irmã Ângela fez referência, destacamos o que os bispos portugueses dizem: “Ao longo de todos estes cem anos, a peregrinação a Fátima revitalizou a fé de muitos crentes cansados, suscitou a conversão eclesial de muitos batizados desorientados, tornou possível que muitos indiferentes redescobrissem o Evangelho, suscitou uma religiosidade que plasmou a vida de grande parte do nosso povo”( nº 4). Os nossos bispos também referem quase no final da mesma Carta: “Fiéis ao carisma de Fátima, somos chamados a acolher o convite à promoção e defesa da paz entre os povos, denunciando e opondo-nos aos mecanismos perversos que enfrentam raças e nações: a arrogância racionalista e indivudualista, o egoísmo indiferente e subjetivista, a economia sem moral ou política sem compaixão. Fátima ergue-se como palavra profética de denúncia do mal e compromisso com o bem, na promoção da justiça e da paz, na valorização e respeito pela dignidade de cada ser humano” (nº 15).

Conhecer e viver a Mensagem de Fátima deve ser a atitude a tomar durante este Ano do Centenário e, como Ela prometeu a Lúcia: o seu “Coração Imaculado” será sempre o nosso refúgio no tempo das tribulações.

Saibamos pois, como os Pastorinhos, responder aos apelos de Nossa Senhora.

O Secretariado Diocesano

in Voz de Lamego, ano 87/18, n.º 4403, 14 de março de 2017

Formação sobre a Mensagem de Fátima, com a Irmã Ângela Coelho

No próximo sábado, dia 11 de Março, dia em que se assinala o aniversário do nascimento da Beata Jacinta Marto, tem lugar no Seminário Maior de Lamego um encontro de formação de aprofundamento da Mensagem de Fátima. Terá como convidada especial e principal interveniente a Irmã Ângela Coelho, da Congregação das Irmãs da Aliança de Santa Maria e postuladora da causa de canonização dos Beatos, Jacinta e Francisco Marto e vice-postuladora da causa de beatificação da Irmã Lúcia de Jesus.

Vem a Lamego no âmbito da concretização do plano pastoral diocesano do Movimento da Mensagem de Fátima para este ano pastoral de 2016/2017.

Esta formação destina-se aos sacerdotes e a todos os que queiram conhecer e aprofundar, viver e divulgar a Mensagem da “Senhora mais brilhante do que o sol” que muito bem tem feito à Igreja em Portugal e no mundo. Nas palavras de S. João Paulo II esta mensagem assume relevância universal porque é, no essencial, reflexo do Evangelho: “Se a Igreja aceitou a Mensagem de Fátima é sobretudo porque contém uma verdade e um chamamento que, no seu conteúdo fundamental, são a verdade e o chamamento do próprio Evangelho” (Homilia no Santuário de Fátima, 13.05.1982).

Fica aqui este convite dirigido a todos no sentido de vivermos melhor este ano em que se comemora o 1.º Centenário das Aparições. É necessário conhecer e viver, para falarmos aos outros. Neste encontro haverá tempo para diálogo com a Irmã Ângela e para colocar algumas questões. Esperamos que seja muito útil e enriquecedor para todos os participantes.

O Assistente Diocesano

P. Vasco Pedrinho,

in Voz de Lamego, ano 87/17, n.º 4402, 7 de março de 2017

Encontro do Pré-Seminário no Seminário Maior de Lamego

img_20170218_154122_1

No passado fim de semana teve lugar no Seminário Maior de Lamego mais um encontro do Pré-Seminário. Este encontro contou com a presença e participação de quatro rapazes, três do 11º ano de escolaridade e um do 12º ano. Foram dois dias bem vividos na procura e busca de sentido no aprofundamento e discernimento vocacional, tendo sempre no horizonte a questão: “Padre, porque não?” Foi um tempo marcado pelo acolhimento, pela oração, pela amizade sincera e alegre convívio com os seminaristas do Seminário Maior e seus formadores e em que houve oportunidade de conhecer melhor a realidade e o dia-a-dia do Seminário. Nos momentos de formação e reflexão foram abordados alguns pontos e aspectos do recente decreto da Congregação para o Clero: “O dom da vocação presbiteral” (Ratio fundamentalis institucionis sacerdotalis) no que se refere, sobretudo, à formação dos futuros sacerdotes. Na tarde de Sábado foi possível dar um passeio pela Cidade e no Domingo de manhã subimos até ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, onde fomos muito bem recebidos pelo Reitor, Padre João António. Seguiu-se a Eucaristia onde tomaram parte também os seminaristas do Seminário Menor de Resende, com o seu formador Padre José Miguel.

Depois do almoço todos se despediram com o desejo de voltar e continuar a fazer esta caminhada de procura e de descoberta vocacional. Por eles esperamos juntamente com outros que queiram fazer esta experiência e trilhar este caminho com Jesus.

P. Vasco Pedrinho, in Voz de Lamego, ano 87/15, n.º 4400, 21 de fevereiro de 2017

Festa no Seminário Maior de Lamego: Instituições e convívio

sml-festa

No passado dia 16 de dezembro, o Seminário Maior de Lamego acolheu as famílias dos nossos seminaristas e os seus párocos, membros de algumas congregações religiosas da nossa cidade e e alguns seminaristas dos Seminários Maiores de Bragança-Miranda e Viseu.

Como de costume, marcando o final do primeiro trimestre, a festa de Natal iniciou-se, pelas 18h30, com a celebração eucarística presidida pelo Bispo de Lamego, D. António Couto. Concelebraram o D. Jacinto Botelho, o Vigário-geral e o Pró-vigário, o Reitor e o Prefeito de Estudos deste Seminário, os párocos dos seminaristas e das paróquias de estágio, bem como os três diáconos recém-ordenados.

Durante a Eucaristia, foram instituídos, no ministério dos Leitores, o Diogo Marinho (V ano) e, no ministério dos Acólitos, o Vítor Carreira (VI ano).

Na homilia, D. António lembrou a estes dois novos instituídos a importância de conhecer as Escrituras e de servir a Deus e à Igreja “andando sempre à volta do Altar”. D. António recordou ainda, à semelhança do que havia dito no dia anterior na festa de Natal do Seminário Menor de Resende, que as casas podem estar mais vazias, mas são as pessoas que lhes dão vida que são importantes, não tanto o edifício em si.

Com isto, recordou o seu desejo e o da Igreja Diocesana de que haja mais jovens que se sintam verdadeiramente atraídos a seguir Jesus para que possam ser motivo de júbilo para todos, tal como o são os recém-ordenados diáconos, que darão nova alegria em Julho com a sua ordenação presbiteral.

Após a Eucaristia, todos os presentes jantaram e conviveram, num espírito do tempo que vivemos.

Em nome do Seminário Maior de Lamego, de todos aqueles que nele habitam, estudam e trabalham, desejo a todos os leitores e benfeitores um “Verdadeiro Natal”, com tudo o que de bom isso significa!

João Miguel Pereira, in Voz de Lamego, ano 87/07, n.º 4392, 20 de dezembro de 2016