Arquivo

Posts Tagged ‘Pe. Avelino Martins da Silva’

Ano de Vida Consagrada

Logo_VC_portugues

Celebraremos o dia dos consagrados, no próximo dia 08 de fevereiro de 2015, na Igreja catedral de Lamego (Sé), na eucaristia das 11.30h, com todo o povo de Deus. Presidirá a esta celebração, o Senhor D. António Couto, Bispo de Lamego.

                Lembramos a todas as comunidades da Diocese, para a necessidade de nos conhecermos cada vez melhor, e, isto só será possível se sairmos um pouco e participarmos nestes encontros, encorajamo-nos uns com os outros nesta caminhada, como pedras vivas da Igreja de Cristo.

                É na diferença de cada consagrado, na sua fidelidade ao Instituo ou ordem, a que pertencemos, no seguimento de Cristo que construímos a comunidade na obediência e renuncia, que seremos testemunhos do Reino de deus, que queremos implantar no meio do povo de Deus.

                Recordamos a festa da Apresentação do Senhor no Templo.

                O texto de Malaquias: “e imediatamente entrará no seu santuário o Senhor que vós procurais… ei-lo que chega!” (Mal. 3,1). O Menino trazido nos braços de Maria e José, entra como qualquer criança de quarenta dias, com o fim de cumprir o que a Lei de Moisés prescrevia. Trazem-no ao templo como tantas outras crianças israelitas: um filho de gente pobre. Ele entra, então, sem chamar atenção de ninguém, sem que ninguém o espere. “Deus abscônditos…” Na verdade, vós sois um Deus escondido (Is. 45,15).

                Maria traz o seu filho nos braços. Mas, mesmo nessa altura, Jesus á luz das nossas almas, a luz que ilumina as trevas do conhecimento e da existência humana, da inteligência e da consciência.

                “ Eles deixaram tudo e seguiram Jesus” (lc. 5, 1-11).

                Jesus está no meio da multidão. Fala. Escutam-no. Lucas indica-nos que é a primeira atitude da Igreja a pregação. É o que a Igreja deve fazer. Foi Jesus que a começou. Esta é um prolongamento daquela de Jesus, e tem o mesmo conteúdo. Senhor torna-nos capazes de escutar a Tua palavra.

                “Jesus subiu para uma barca, que era de Simão, e pediu-lhe que se afastasse um pouco da terra”. Jesus já não ensina na sinagoga, mas nas margens do lago. A barca encontra-se a uma distância entre jesus e a multidão, sublinhando uma certa autoridade de Jesus: o simbolismo é evidente: a barca representa a comunidade cristã.

                É esse o único lugar onde ressoa a voz do Mestre, é dela e não de outros púlpitos que se devem aproximar os que desejam receber luz, consolação e esperança.

                “Quando acabou de falar, disse a Simão: faz-te ao largo a lançai as redes para a pesca…

                Perante a palavra do Senhor, que convida a lançar as redes em pleno dia. Simão pensa que a ordem recebida é ilógica, insensata e que o esforço que lhe é pedido é inútil e ridículo. E, todavia, embora a palavra do mestre vai contra a sua lógica, ele obedece confia e, no fim, obtêm um resultado imprevisto e extraordinário.

                Em Pedro revemo-nos todos nós. A nossa sabedoria leva-nos recusar. Mas, o Senhor convida-nos a lançar as redes, novamente e novamente…

                “Deixaram tudo e seguiram Jesus…

                O verdadeiro milagre não é a pesca no alto mar, é no coração dos homens, é quando se aceita o grande risco da fé e, deixando tudo, se segue Jesus. Os discípulos deixaram suas velhas barcas e umas redes rotas; era tudo o que possuíam, e nós seremos capazes de ter o mesmo gesto corajoso e radical?

                Desejo a todas as comunidades um bom trabalho, neste ano dedicado aos consagrados. Que nos tronemos visíveis e atuantes, nesta porção do povo de Deus. Façamos um esforço para estar presente na Igreja Mãe, no dia 08/02 de 2015, para celebrarmos a nossa eucaristia e renovarmos os votos outrora feitos. Não esqueçamos que somos uma comunidade de peregrinos, a caminho da casa do pai.

                Que o Senhor da vinha a todos recompense e conforte.

Pe. Avelino Martins da Silva osb., in VOZ DE LAMEGO, n.º 4299, ano 85/12, de 3 de fevereiro de 2015