Arquivo

Posts Tagged ‘Pe. Albano Cardoso’

Falecimento da irmã do Padre Albano Cardoso

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia infinita, chamou a Si, à Sua morada eterna, a Sra. Dona Lourdes Cardoso, irmã do Padre Fernando Albano Cardoso, pároco Longa, da Granja do Tedo, de Vale de Figueira e de Nagosa.

O Senhor Bispo, D. António, em seu nome e do presbitério de Lamego, a que preside, manifesta as suas condolências à família e amigos, de forma particular ao Pe. Albano, sublinhando a comunhão espiritual na oração e na certeza da fé que nos garante a vida eterna, a ressurreição no Coração de Deus.

Face aos isolamento social, em virtude da pandemia, a presença física será diminuta, mas não a oração, não a comunhão, não a esperança da vida eterna.

Que o Deus de todo o bem a acolha calorosamente no Seu reino de glória, junto de Quem intercederá por nós, levando até Ele, Senhor nosso Deus, os nossos propósitos e intenções. E que os familiares sintam o aconchego de Deus e a ternura da Virgem Santa Maria, Mãe de Jesus e Mãe nossa.

 

 

Bênção das Obras de restauro da Igreja de Vale de Figueira

tabuaço-vale de FigueiraOs foguetes a estalarem no ar anunciavam que Vale de Figueira estava em festa e assim calorosamente foi recebido o senhor Bispo de Lamego, D. António Couto, no passado dia 14 pela população e convidados que o aguardavam. Acompanhava-o o senhor pró-vigário da diocese, Pe. João Carlos, para a missão de inaugurar e benzer o restauro da Igreja Matriz, que duraram cerca de um ano, sendo o culto realizado no edifício da Junta de Freguesia naquele espaço de tempo.

O prelado dirigiu-se em procissão para a igreja e aqui foram-lhe entregues as chaves pelo responsável adjudicatário das obras. Seguiu-se a Eucaristia, solenizada pelo grupo coral da paróquia, e durante a qual foi ungido o altar com óleo sagrado.

tabuaço-vale de Figueira1

D. António Couto, falou da importância da preservação dos edifícios religiosos, na vida de cada um que professa a religião cristã, porque é aqui que se aprendem os ensinamentos de Cristo.

O ofertório, feito pelos habitantes, traduziam o símbolo de tudo o que se produz nesta terra e serve para a sobrevivência de quem aqui trabalha.

No final da Eucaristia, o pároco, o senhor Pe. Albano Cardoso, agradeceu a todos os habitantes que contribuíram para as obras, bem como à Câmara Municipal no momento representada pelo senhor Presidente Carlos Carvalho acompanhado pelo senhor Presidente da Assembleia Municipal Leandro Macedo. Referiu que faltam ainda alguns donativos e que a conclusão do restauro só ficará totalmente concluído quando for colocado o relógio e o vitral nas janelas a representar figuras bíblicas e que para tal se estima gastos que rondam os 130 mil euros.

tabuaço-vale de Figueira2

De destacar que praticamente só se aproveitaram as paredes da igreja, já que todo o interior foi novo, talha dourada restaurada, nova instalação elétrica e nova instalação sonora e outras intervenções que fazem desta uma das igrejas mais bonitas do concelho. De salientar também a bênção da Capela da Ressurreição e Vida (capela mortuária) a deslado da igreja, criada a partir de um anexo que servia para arrumos.

Da União de Juntas de Freguesia, estava o seu presidente, senhor Amâncio Silva, mas foi o autarca local, o senhor Leonel Dias Fernandes, que proferiu palavras de agradecimento às autoridades religiosas e civis, assim como a toda a população presente, pela forma como cada um contribuiu para que as obras se tornassem realidade.

No final um lanche oferecido a todos os convivas, permitiu um ambiente de uma saudável confraternização.

Rui de Carvalho, in Voz de Lamego, ano 86/24, n.º 4363, 17 de maio de 2016

Encontro de Acólitos no Seminário Menor de Resende

formação acolitos (2)

Realizou-se no passado dia 9 de abril de 2016 mais um curso de formação de acólitos, no Seminário Menor de Resende. Orientado pelo padre Albano, o encontro procurou a transmissão de conhecimentos quanto à prática do ministério do acolitado, seja como formação inicial ou complementar.

Assim, estiveram presentes jovens, adultos e crianças de várias paróquias de todos os cantos da diocese. Desde a definição e missão do acólito às alfaias litúrgicas, passando pelos tempos da vida cristã anual e organização do sacramento da Eucaristia, muitos foram os temas abordados pelas conferências distribuídas ao longo do dia.

Como não poderia deixar de ser, foi também celebrada a Eucaristia, momento central dos católicos, principalmente os que exercem algum ministério, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Resende.

O encontro terminou com o lanche no Seminário. Certamente que todos regressaram às suas paróquias mais enriquecidos e mais bem formados para servirem ao altar e dignificarem as celebrações litúrgicas das suas comunidades paroquiais.

Ilídio M. C. Ferreira, Seminarista do 12º ano

in Voz de Lamego, ano 86/22, n.º 4359, 19 de abril de 2016

D. ANTÓNIO COUTO FAZ NOVAS NOMEAÇÕES

nomeações

NOTA DA VIGARARIA GERAL

Pela presente Nota, faz-se saber que o Sr. D. António José da Rocha Couto, Bispo de Lamego, procedeu às seguintes nomeações:

1. Rev.mo Pe. José Francisco Carvalho da Silva, Chanceler da Cúria.

2. Rev.mo Pe. Fernando Albano Cardoso, Assistente Espiritual do Apostolado da Oração.

O Senhor D. António manifesta aos dois a sua gratidão pela sua inteira disponibilidade, deseja-lhes os maiores êxitos nesta sua missão e concede-lhes as faculdades necessárias para o recto desempenho das suas funções.

O Senhor Bispo agradece também, em nome da Diocese, todos os serviços que generosa e desinteressadamente foram prestados pelo anterior Chanceler e Assistente Espiritual do Apostolado da Oração, Mons. Germano José Lopes.

Lamego, 18 de Abril de 2015

Pe. Joaquim Dias Rebelo, Vigário Geral da Diocese