Arquivo

Posts Tagged ‘Paróquia de Valdigem’

Semana da Bíblia em Valdigem, Figueira e Queimadela

biblia-melo2

Entre 22 de janeiro e 12 de Fevereiro as comunidades paroquiais de Valdigem, Figueira e Queimadela tiveram a oportunidade de viver a Semana da Bíblia. Para lá das celebrações eucarísticas de abertura e encerramento, formaram-se, em cada comunidade, diversos grupos que se reuniram em algumas casas, durante vários dias, com o fim de refletir, partilhar e sobretudo rezar alguns textos da Sagrada Escritura.

Com a Bíblia nas mãos, as pessoas foram convidadas a ler e refletir, num primeiro encontro, nos dois relatos da criação, orientado pelo pároco destas comunidades: Cón. José Manuel Melo. A ideia fundamental que se tentou transmitir é que o primeiro relato não é mais importante que o segundo e vice-versa. Ambos são relevantes, por isso estão os dois colocados na Sagrada Escritura. Uma outra ideia que foi bem reforçada é que não importa muito saber a ordem da criação do universo, ou se de facto aconteceu mesmo nos sete dias, incluindo o dia do descanso. Importa sim saber que foi e é Deus o Criador de todo o Universo e que o ser humano tem nele um estatuto especial.

O segundo e terceiro encontro foram orientados por Animadores de Grupos Familiares. O segundo encontro teve como tema: “Encontrar-se com Jesus na sabedoria dos idosos”. Tendo como base o texto de Lc 2, 21-40, as pessoas foram convidadas a refletir apenas no papel de duas personagens presentes nesta passagem: Simeão e Ana. É importante salientar que sob a inspiração do Espírito Santo, a vida destas personagens cruzam-se, no templo de Jerusalém, com a vida de Jesus. Também nós somos convidados a estar atentos aos sinais de Deus, à semelhança do “velho” Simeão e de Ana. Este encontro terminou com um texto do papa Francisco, proferido na praça de São Pedro, em Roma, em 28/10/2014, dirigido aos idosos e avós presentes.

O terceiro encontro teve como tema “encontrar-se com Deus na natureza”. Foi mais um outro olhar sobre a Criação, agora na perspetiva de cultivar em todos atitudes de apreço e contemplação pela maravilha da natureza, bem como ajudar a crescer na consciência da responsabilidade humana no cuidado da mesma.

A Semana da Bíblia terminou com um encontro geral para todos os grupos em cada paróquia, onde se refletiu na passagem da queda de Adão e Eva, orientado pelo reitor do Seminário Maior de Lamego: Pe. Joaquim Proença Dionísio. Foram muitos os que se movimentaram ao longo desta semana com o objetivo de melhor conhecer a Palavra de Deus. É necessário que estes encontros continuem, pois nos tempos que correm é urgente para nós cristãos conhecer cada vez mais e melhor as Escrituras.

Vítor Teixeira Carreira

VI ano, SML, in Voz de Lamego, ano 87/16, n.º 4401, 28 de fevereiro de 2017

Valdigem vive Semana da Misericórdia

valdigem Misericórdia 2016 074

PARÓQUIA DE S. MARTINHO  DE VALDIGEM VIVE SEMANA DA MISERICÓRDIA

De 6 a 13 de Março decorreu na paróquia de S. Martinho – Valdigem – a Semana da Misericórdia.

Sob o lema «Chamados à Misericórdia e ao Perdão» foram várias as iniciativas que procuraram envolver as pessoas no acolhimento da misericórdia de Deus como alicerce seguro da misericórdia que somos chamados a viver uns com os outros.

Na preocupação de ir ao encontro de todos, diversificam-se os espaços e as oportunidades de encontro para reflexão e oração. Assim, nos primeiros três dias as pessoas foram convidadas a reunir-se em algumas casas (quatro) situadas em lugares próximos das pessoas de modo a facilitar a participação. As pessoas reuniram durante três dias, à noite, para oração e reflexão, com a presença do Santíssimo Sacramento.

Aproveitou-se esta ocasião para que os Ministros Extraordinários da Comunhão iniciassem as suas funções na paróquia. Com a ajuda de Animadores dos Grupos, conduziam o tempo de oração/reflexão. No final distribuíam a Sagrada Comunhão pelos doentes e idosos. Em dois desses encontros os temas abordados foram a misericórdia e o perdão. No outro, com a presença do pároco, foram prestados esclarecimentos sobre as indulgências e o sacramento da reconciliação.

Estes encontros deixaram marcas muito positivas, abrindo o apetite para continuar com iniciativas semelhantes. Se todos mostraram abertura a novos encontros de grupos houve mesmo quem decidisse juntar-se de vez em quando para oração.

A tarde do dia 10 foi especialmente dedicada aos idosos. Houve tempo de adoração ao Santíssimo, na Capela das Brolhas, (capela particular, mas facilmente acessível aos idosos) com espaço para o sacramento da reconciliação e celebração da eucaristia.

No dia 11 (sexta feira) pelas 15.00, começaram as Quarenta Horas já habituais, integrando momentos de oração e especial atenção à Palavra de Deus, com a ajuda do P. José Miguel, da equipa formadora do Seminário de Resende, que se encarregou da pregação. Continuando com o iniciado o ano passado, de sábado para domingo, houve lausperene. Foram várias as pessoas e grupos que se foram revezando, ao longo da noite, garantindo uma presença contínua em adoração ao SS.

A semana terminou no domingo dia 13. De manhã houve a celebração da eucaristia, naturalmente festiva. De tarde, pelas 16.00 foi a peregrinação à Sé de Lamego entrando pela “Porta Santa”. Depois de um momento de oração, houve a oportunidade de visualizar os quadros das obras de misericórdia, no coro da Catedral e de fazer uma visita ao Museu Diocesano.

Esta semana calou fundo no coração de muita gente. Sentiu-se a Deus de um modo diferente, mais familiar, mais próximo; sentiram-se as pessoas mais amigas; sentiu-se a fé mais esclarecida e com mais gosto. E ficou uma certeza: vale a pena e é possível percorrer caminhos de evangelização abertos a todos.

Pe. José Melo, in Voz de Lamego, ano 86/17, n.º 4354, 15 de março de 2016

VISITA PASTORAL DE D. ANTÓNIO COUTO A VALDIGEM

IMG_1240

Na semana de 10 a 17 de Maio decorreu a Visita Pastoral à paróquia de S. Martinho de Valdigem.

Já no dia 9 os jovens crismandos tinham tido o seu encontro com o nosso Bispo, em Cambres, onde viveram uma jornada de reflexão e oração em conjunto com os Jovens das paróquias de Cambres, Sande, Figueira e Queimadela.

Foi no dia 13, pelas 17.30, que o Senhor Bispo se deslocou pela primeira vez a Valdigem para a celebração da Eucaristia, na capela de Nossa Senhora da Conceição, lugar emblemático da paróquia. Foi administrado o Sacramento da Santa Unção aos doentes e idosos. Foram muitas as pessoas que acolheram o dom da Santa Unção, num clima de serenidade e de alegria. Sentimos profundamente as palavras do nosso Bispo: “ A Santa Unção é uma carícia de Deus no rosto dos seus filhos… Este não é o sacramento da morte, mas da vida.”

Um tarde em “visitas”

No dia 14 das 15.30 até às 23.00, o Senhor Bispo foi presença amiga e próxima de todos. Começou pela visita ao Jardim de Infância, oportunidade para se respirar o ar sempre puro e terno das crianças. Seguiu-se a visita à Associação Amigos de Valdigem. Aqui um momento de convívio informal com os idosos, em Atividades de Tempos Livres e membros da Associação. Para todos ficou uma palavra de incentivo e de esperança.

Pelas 17.00 foram visitados os doentes que não puderam estar presentes na celebração do dia anterior. Já sabemos como é nestas visitas. É uma riqueza para todos: para os doentes visitados e suas famílias e para aqueles que vão. Foi isso que sentiram os que acompanharam o Senhor Bispo naquela tarde.

Essa visita foi também oportunidade para percorrer grande parte das ruas de Valdigem e de entrar na capela das Brolhas, capela particular, mas que tem estado também ao serviço da comunidade.

O Encontro com os colaboradores paroquiais

Esta tarde muito intensa e rica prolongou-se pela noite com o encontro convívio com os Colaboradores Paroquiais. Foi apresentada ao Senhor Bispo a paróquia nos seus órgãos de participação, serviços e movimentos. Também estiveram presentes os representantes das instituições civis e sociais que por si mesmas existem em função da comunidade. Num clima de à vontade, e enquanto decorria a refeição,  o Grupo de Jovens apresentou a comédia “um médico à rasca”, tornando ainda o ambiente mais descontraído e agradável. Na oportunidade o Senhor Bispo tomou a palavra, agradecendo o empenho dos presentes na missão da paróquia e de todos aqueles que servem a comunidade. Incentivou a um empenhamento sempre renovado e cada vez mais alargado e envolvente de outras pessoas. Relevou a importância do novo serviço a criar na paróquia: o apoio aos doentes com a instituição dos Ministros Extraordinários da Comunhão.

Catequese sobre a família

No dia 15, pelas 21.00 foi o encontro com as famílias, numa mensagem especialmente dirigida aos casais, mas enriquecedora para todos. A envolvência humana era significativa: crianças, jovens, adultos… Foram as Crianças e Adolescentes da Catequese que tiveram o encargo da animação deste encontro cantando algumas canções.

O Senhor Bispo fez uma reflexão sobre a família a partir dos relatos bíblicos da criação e da Carta de S. Paulo aos Coríntios (Cor 7), fazendo sobressair a riqueza da mensagem numa tonalidade simples e acessível a todos:

“O Homem é chamado a dominar o mundo pela doçura da palavra. Quando gritamos, gritamos para quê? Deus cria, dizendo, falando. Nós devíamos ser domadores de circo, dominando a animalidade que anda aqui, dentro de nós…

A humanidade é feita por dois lados. Destruir um dos lados do ser humano é destruir a humanidade… Dois seres, um ao lado do outro…. Destruir o lado de fora de uma janela, é destruir o lado de dentro.”

Eucaristia final – Sacramento da Confirmação

IMG_1457

No domingo, dia 17, pelas 16.00 decorreu a Eucaristia final com a administração do Sacramento do Crisma a vinte e um jovens e três adultos.

A receção ao Senhor Bispo foi feita no exterior da Igreja paroquial, com uma saudação de acolhimento proferida pelo senhor presidente da Junta de Freguesia. A Eucaristia foi intensamente vivida por todos. Concelebraram, além do Pároco, também os padres José Ferreira, António José e Excelso, frutos nobres desta paróquia.

Para lá do sentido de missão que perpassou nas palavras do Senhor Bispo em relação ao caminhar pastoral desta comunidade cristã, foi relevante também o gesto para com aqueles que vão servir a comunidade como Ministros Extraordinários da Comunhão, numa atenção especial às pessoas doentes e idosas.

Depois da Eucaristia houve ainda tempo para um lanche/convívio organizado pelos que receberam o Crisma.

IMG_0007

Saudades do futuro

A Visita Pastoral terminou. Mas cresceu em nós o gosto de sermos Igreja e a vontade de continuar nos caminhos da Boa Nova de Jesus. Servem-nos as palavras do Pároco no início da Eucaristia e o testemunho de um dos participantes:

“À expectativa inicial, seguiu-se a alegria de termos  entre nós o nosso Pastor. A Visita ainda não acabou e já cresceu em nós a esperança. A esperança e a vontade de continuar a caminhar para que a nossa comunidade cristã, seja mais comunidade e mais cristã, com um renovado sentido missionário; onde todos sintam mais gosto em viver e tenham por fundamento a Jesus Cristo, como o grande sentido da vida.”

“ Estes dias foram momentos muito felizes e divertidos, que ficarão na nossa memória…”.

 Pe. José Manuel Melo, in Voz de Lamego, n.º 4314, ano 85/27, de 19 de maio de 2015