Arquivo

Posts Tagged ‘Ordenações diaconais’

Dia da Diaconocracia

“Exulta de alegria Igreja de Lamego” (D. António Couto). No passado dia 26 de novembro foi um dia cheio para a nossa Diocese de Lamego, pois convergiu nesse domingo três celebrações: a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, o dia da Catedral e a Ordenação Diaconal. Nesse domingo a Igreja celebrou a diaconocracia, o poder do serviço, foi esta realeza inédita que Jesus instituiu o reino do Rei-Trespassado, o rei segundo o dizer de D. António Couto que “reina a partir de dentro”. Sendo o momento propício para a nossa Diocese de Lamego, ser enriquecida com ministério diaconal conferido a Vítor Manuel Teixeira Carreira, filho de Dionísia Cardoso Teixeira Carreira e de Manuel Matias Carreira, membro da comunidade paroquial de Nossa Senhora da Piedade de Queimadela (Armamar). D. António Couto exortou o Vítor para ter sempre presente esta forma de reinar de Jesus através da mansidão e do serviço. Também celebrou-se a dedicação da Catedral que ocorreu a 20 de novembro (1776), mas que habitualmente é “diferido” para o domingo do Cristo-Rei.

Ao Diácono Vítor desejamos as melhores felicidades e pedimos a intercessão de S. Sebastião e St. Agostinho, nossos padroeiros diocesanos, diante de Jesus Rei-Trespassado pelos bons frutos do seu ministério diaconal. Por fim, neste domingo cheio a nossa Diocese exultou de alegria.

Pe. Ângelo Santos, DDPV, in Voz de Lamego, ano 87/52, n.º 4438, 28 de novembro de 2017

ORDENAÇÃO – DIÁCONO | Editorial Voz de Lamego | 21 de novembro

ORDENAÇÃO – DIÁCONO

No próximo domingo, 26 de novembro, encerramos o ano litúrgico em curso, com a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo.

Na nossa diocese, a data é também marcada pelo assinalar de mais um aniversário da dedicação da igreja catedral (21 de novembro).

Mas este dia festivo será ainda enriquecido com a ordenação diaconal de um jovem que terminou há poucos meses a sua caminhada no Seminário e vive agora o seu estágio pastoral, o Vitor Manuel Teixeira Carreira. Natural de Queimadela, Armamar, deixou-nos um texto antes de partir para Avessadas, Marco de Canavezes, onde, por estes dias, está em retiro espiritual, acompanhado pelos padres Carmelitas.

Com alegria, esperamos testemunhar a sua ordenação presbiteral no primeiro domingo de julho de 2018. Até lá, caminharemos com ele e por ele rezaremos ao Senhor da Messe, para que o proteja e abençoe na vivência do seu sacerdócio e no cumprimento da sua vida.

A ordenação é sempre um momento de festa para a Igreja e o acontecimento deve ser anunciado e vivido com alegria por toda a comunidade que testemunha a entrega generosa de uma vida à causa do Evangelho e da humanidade. Porque toda a ordenação visa sempre testemunhar Jesus Cristo para a salvação de todos.

Mais do que lamentar a diminuição do número de ordinandos, importa enaltecer a prontidão de quem responde ao chamamento e a disponibilidade generosa para ser enviado a servir no mundo. Não sabemos como será o futuro nem se teremos muitas ou poucas ordenações; sabemos que não estamos sós e confiamos na providência divina para os dias que virão e para iluminar a Igreja no encontrar de soluções.

Por agora, felicitamos o Vitor pela sua decisão e juntamo-nos a todos quantos se alegram com a sua ordenação.

Pe. Joaquim Dionísio, in Voz de Lamego, ano 87/51, n.º 4437, 21 de novembro de 2017