Arquivo

Posts Tagged ‘Mestrado’

Diácono Luís Rafael: Dissertação de mestrado | Anunciar Deus

No passado dia 15, pelas 10 horas da manhã, na faculdade de teologia de Braga, começou, na sala D. Eurico, a defesa de dissertação, que iria ser o culminar e a recompensa de todo o trabalho desenvolvido pelo sr. diácono Luís Rafael Teles Azevedo ao longo de dois anos. Durante este período de tempo, o novo mestre em teologia procurou encontrar uma abordagem exegético-pastoral para uma passagem de 18 versículos de um dos livros da Bíblia: o discurso de Paulo no Areópago (Atos 17, 16-34).

O nosso diácono mostrou-nos, com estes dois anos de profundo estudo, que só um Deus desconhecido se pode ir fazendo um “Deus-conhecido”. De outra forma não se entenderia um Deus-Amor que se quer relacionar connosco, com a nossa inconstância, as nossas mudanças, as nossas pluralidades. Assim, torna-se necessário o nosso envolvimento na economia da Revelação. Torna-se necessária a nossa presença nos Areópagos hodiernos, onde já não se conhece Deus e onde se quer escolher, fazendo-nos testemunhas vivas de Cristo Ressuscitado.

Por fim, sublinha-se que o orientador deste trabalho foi o professor doutor João Alberto Correia e contou também com a avaliação dos professores doutores Bernardo Corrêa d’Almeida e Luís Miguel Rodrigues. O trabalho foi magistralmente avaliado com 18 valores.

Diogo Martinho, in Voz de Lamego, ano 87/19, n.º 4404, 21 de março de 2017

Dissertação de Mestrado do Pe. Luciano Moreira

luciano

No dia 16 deste mês, o Padre Luciano Augusto dos Santos Moreira apresentou e defendeu a sua dissertação de Mestrado em História, ramo de Sociedades, Políticas  e Religiões, orientada pela Doutora Maria Alegria Fernandes Marques, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

O trabalho deste sacerdote do nosso presbitério, pároco na zona pastoral de Penedono (Penedono, Penela da Beira, Granja e Póvoa de Penela), intitula-se “A evolução da rede paroquial entre o Coa e o Távora, do século XI ao século XVI”.

O Júri apreciou e louvou o trabalho desenvolvido, atribuindo-lhe a nota de dezanove valores.

O nosso jornal, porta-voz de todos os diocesanos, felicita o Pe. Luciano pelo percurso já realizado e pelo êxito alcançado. Esperamos poder vir a divulgar, brevemente, a publicação deste estudo, bem como a de outros trabalhos que, estamos certos, lhe irão seguir.

in Voz de Lamego, ano 87/15, n.º 4400, 21 de fevereiro de 2017