Arquivo

Posts Tagged ‘Jornadas da Pastoral Juvenil’

Jornadas Missionárias 2014 | III Jornadas Nacionais da Pastoral Juvenil

IM

Realizaram-se em Fátima, de 20 – 21 deste mês, sob o tema “FAMÍLIA, UM PROJECTO”, as Jornadas Missionárias 2014 que este ano se juntaram às III Jornadas Nacionais da pastoral Juvenil.

As razões desta união são óbvias, mas ficaram ainda mais claras na Sessão de Abertura em que os responsáveis das Comissões Episcopais e os Diretores das OMP, Pe. António Lopes, e DNPJ, Pe. Eduardo Novo, frisaram o papel central da Família como primeiro lugar de Missão, centro de evangelização, onde crianças e jovens (estes últimos constituem a maioria dos missionários leigos) se iniciam no Amor a Jesus e na responsabilidade de todos os cristãos de levar esse Amor ao Outro, primeiro aos que nos rodeiam, depois, se sentirem chamamento e coragem, aos mais distantes.

Não se é Missionário sem o importante apoio familiar, em particular no caso dos jovens que necessitam ainda muito da família como referência de valores, incentivo psicológico e até monetário, pois as Missões não são, como muitos pensam, “uma férias de graça”, mas um acto de amor ao Outro que não se pode tornar um peso para a Instituição Missionária e que é desenvolvido em condições desconfortáveis (no mínimo!) para os nossos padrões europeus.

Seguiu-se a apresentação do painel “Família hoje…” moderado pelo Cónego João Aguiar com o posterior debate.

Na tarde deste sábado é que foi problemático… vários workshops, todos eles apelativos, deixaram-nos com vontade de ter o poder de estar em 6 salas ao mesmo tempo:

  • Pastoral familiar no contexto da evangelização
  • Como enfrentar situações difíceis: uniões de facto, recasados…
  • Jovens e namoro: descoberta vocacional
  • Família e voluntariado missionário
  • Abertura á Vida: natalidade, fecundidade, trabalho
  • Desafios sociais e políticas familiares

A Eucaristia que se seguiu permitiu-nos meditar melhor em tudo o que ouvimos.

Terminamos os nossos trabalhos com uma fantástica actuação dos “Figo Maduro”, um grupo de música religiosa e não só, constituído por uma família (mãe e 4 filhos) intercalada com testemunhos de jovens missionários leigos que nos deixaram empolgados e com vontade de partir já em missão!

No domingo, D. António Couto, o nosso querido Bispo, brindou-nos com uma palestra que nos prendeu a atenção até à última palavra: “Evangelho e missão da Família”. Mais uma vez ficou patente o importantíssimo papel das famílias cristãs como primeiros agentes missionários dos seus filhos e da comunidade onde se inserem.

A Eucaristia foi no Santuário, em comunhão com todos os peregrinos, nacionais e estrangeiros que se quiseram encontrar com a Senhora de Fátima.

E para encerrarmos os dois dias de trabalho, oração e meditação, nada como um momento mais descontraído: durante duas horas os grandes agentes da comunicação Jorge Gabriel (apresentdor) e Tozé Martinho (actor e argumentista), e a escritora Ana Maria Magalhães (co – autora dos livros “Uma Aventura”) partilharam connosco as suas experiências, memórias e percalços, permitindo-nos entrar nas suas vidas pessoais, familiares e religiosas com a franqueza que só se permite entre uma grande Família.

A Doutora Inês Bolinhas (docente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da UCP) deu-nos uma visão antropológica e filosófica da família, tema que à primeira vista poderia parecer complicado, mas que expôs com tanta clareza e dinamismo que nos deixou empolgados ao ponto de a assistência pedir ao moderador (Pe. Manuel Vilas Boas) que lhe desse mais tempo para falar do que o que estava inicialmente previsto, ao que ele simpaticamente acedeu.

E finalmente o ENVIO! Momento de reforço do que ouvimos e aprendemos, permitiu-nos regressar às nossas comunidades com a nossa Fé reforçada e prontos para sermos melhores cristãos e melhores missionários, aonde quer que estejamos.

IM, VOZ DE LAMEGO, 30 de setembro de 2014, n.º 4282, ano 84/44