Arquivo

Posts Tagged ‘Futebol’

FALAR DE FUTEBOL | Editorial Voz de Lamego | 3 de julho de 2018

FALAR DE FUTEBOL

Será uma banalidade dizer que o futebol (sobretudo falado) ocupa um lugar destacado no panorama português. E não foi apenas agora por causa da participação do país no campeonato do mundo. Um qualquer visitante, não familiarizado e não avisado desta tendência lusa, questionar-se-á sobre as prioridades, os objectivos ou as dificuldades do nosso povo.

Exaustivamente e não isentos de “clubite”, comentadores e analistas debruçam-se sobre as perspectivas, os resultados, as intrigas e, claro, o trabalho dos árbitros. Certamente que o assunto tem e merece o seu lugar. Mas a vida dos jovens que precisam saber as notas, dos professores em luta pelos seus direitos, dos doentes em lista de espera, do atrasado em investimentos, da desertificação do interior, das políticas de natalidade, etc, também merecem vez e voz.

Noutros países europeus, onde o fervor clubístico não é menor e o amor à selecção nacional não se questiona, não se gastam tantas horas em análises sobre o que já não volta e em debates acalorados, protagonizados por comentadores pagos para o efeito. E é graças a todo este destaque que alguns dirigentes adquirem estatuto de figuras públicas e os seus actos motivam contínuos debates.

Talvez o interesse seja passageiro e, em breve, tudo volte ao normal. E o normal será, porventura, divulgar e promover o desporto e os desportistas, dar protagonismo aos seus executantes e debater sadiamente assuntos relacionados, sem ofuscar a realidade mais vasta em que a vida da sociedade acontece.

Poder-se-á dizer que só vê quem quer e que só alimenta a conversa quem está interessado. E é verdade.

Será, então, de esperar que, quando consumidores e adeptos derem conta de que nada disto resolve os seus problemas, tudo volte ao seu lugar e à importância devida. Continuarão a falar do assunto, mas relativizando-o.

Pe. Joaquim Dionísio, in Voz de Lamego, ano 88/31, n.º 4468, 3 de julho de 2018

IV Torneio de Futebol E.M.R.C. da Diocese de Lamego

emrc1

São João da Pesqueira acolheu o IV torneio de futebol da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica no passado dia 04 de fevereiro. Um dia diferente para cinco escolas, oito equipas, cem alunos.

Pelo quarto ano consecutivo, o Secretariado Diocesano do Ensino Religioso de Lamego proporcionou um dia de convívio entre os alunos de diversas escolas da nossa diocese (Lamego) e da diocese de Bragança-Miranda através da realização do IV torneio de futebol EMRC. Este evento contou com a participação das Escolas dos concelhos de São João da Pesqueira, Torre de Moncorvo, Sernancelhe, Moimenta da Beira e Lamego (Latino Coelho).

As escolas envolvidas participaram todas no torneio de futebol masculino e quatro escolas participaram ainda no torneio feminino. Foi uma manhã cheia de convívio e desporto, alegria e diversão. O almoço foi preparado pelo Agrupamento de Escolas de São João da Pesqueira em articulação com o município de São João da Pesqueira.

De tarde, os alunos visitaram o museu do Vinho, um marco nesta zona demarcada do nosso tão prestigiado Douro.

Em nome do SDER Lamego e de todas as escolas presentes, dos alunos e professores, aproveitamos para agradecer o sumptuoso acolhimento do Agrupamento de Escolas de São João da Pesqueira, a amabilidade da diretora do Agrupamento que nos acompanhou em todas as atividades e a recepção e empenho do município de São João da Pesqueira, na pessoa do Vice-Presidente, Dr. Vitor Sobral, que se mostrou disponível para colaborar na organização deste evento como já o tinha feito, há dois anos, na organização do II Encontro Diocesano de alunos de EMRC.

A todos: OBRIGADO.

Mário Rodrigues, SDER Lamego

in Voz de Lamego, ano 87/13, n.º 4398, 7 de fevereiro de 2017

PORTUGAL CAMPEÃO | Editorial Voz de Lamego | 12 de julho de 2016

image

A Equipa das Quinas colocou novamente Portugal no centro da Europa e do mundo, ao sagrar-se campeã europeia 2016. A Voz de Lamego desta semana faz eco desta importante vitória. O Editorial, do Pe. Joaquim Dionísio, Diretor da Voz de Lamego, parte também desta conquista…

PORTUGAL CAMPEÃO

O caminho não foi fácil nem isento de dúvidas, mas a vitória final veio coroar o esforço dos protagonistas e dar alegria a todos os portugueses. Pela primeira vez, a selecção principal do nosso país impôs-se num grande torneio, conquistando o título europeu de futebol. Mais do que as exibições individuais ou colectivas, os resultados mais ou menos merecidos, as críticas ou os elogios, ficará para a história a taça entregue ao país vencedor: Portugal.

Aqui felicitamos todos os que contribuíram para este resultado e louvamos, de forma especial, o esforço dos jogadores.

E a propósito da competição agora concluída, três breves notas.

Os apreciadores de futebol gostam que as suas equipas conciliem vitória com espectacularidade. Porque não chega vencer. Mas, na impossibilidade de conseguir ambas, cedo o treinador deu a entender que abdicava do espectáculo, das palmas ou dos elogios para conseguir os resultados desejados. E venceu!

Depois, sublinhar o facto da equipa lusa se ter visto privada, logo nos minutos iniciais da final, do seu jogador mais famoso. A verdade é que a sua ausência não impediu a vitória, conseguida com gente menos mediática, mas igualmente eficiente. Porque uma equipa vale pelo todo, mesmo que algumas das suas partes se destaquem. O anúncio do que parecia ser uma tragédia (saída prematura), foi exagerado! Também no futebol não há indispensáveis.

Por último, a prova de que isto ainda continua a ser um jogo: apesar de meticulosas análises, apostas e prognósticos convictos, maior ou menor número de adeptos… há factos que não são controlados. A lesão de um proporciona mudanças e faz aparecer o herói improvável, aquele cujo golo decisivo o imortalizará, mesmo se a sua chamada à selecção tenha sido questionada.

Parabéns Portugal!

in Voz de Lamego, ano 86/35, n.º 4371, 12 de julho de 2016