Arquivo

Posts Tagged ‘Festas de Catequese’

Pedras Vivas – Festas da Catequese na Paróquia da Sé

PRIMEIRA COMUNHÃO NA SÉ

Como sempre acontece na paróquia da Sé iniciamos o Mês de Maria prestando-Lhe a maior e mais bonita homenagem  – entregando ao Seu cuidado e proteção as crianças que  vão receber pela primeira vez o Seu Filho Jesus.

Homenageamos ao mesmo tempo todas as mães que desde o berço guiaram estas crianças no caminho de Deus e lhes ensinaram as primeiras orações.

Em ambiente renovado pelo belíssimo altar que enriquece a Casa do Pai, celebramos todos em família o momento especial que estas crianças viveram, e rezamos para que não se afastem da Casa que os vê crescer na Fé e na Graça.

FESTA DA AVÉ-MARIA

Continuando a homenagear a Mãe, os nossos mais pequeninos foram este 2.º domingo de Maio consagrados aos seus cuidados maternais na Festa da Avé- Maria.

Ainda tão necessitados do colo das suas mães terrenas, terão certamente um “colinho” especial da Mãe do Céu que os acompanhará no seu percurso de crescimento na Fé Cristã.

Com eles está toda a comunidade paroquial, feliz por acolher estas crianças e por ajudar ao proporcionar um ambiente de amor e ternura onde se sintam cuidados.

IM, in Voz de Lamego, ano 88/24, n.º 44590, 15 de maio de 2018

Comunidade Paroquial de Almacave: Festas da Catequese

Estando próximo o fim do ano Catequético, com as festas da Profissão de Fé e da Confirmação, a Paróquia de Almacave promove a sua habitual Festa de Fim de Ano, onde Catequizandos e família convivem e fazem tempo de vivência em Comunidade.

Assim,  no dia 27 de Maio, decorreu a festa/convívio, no Parque Isidoro Guedes, onde se concentraram as famílias, catequistas, diácono  e sacerdotes  para assim, agradecerem mais um ano de percurso de Fé, só que em diversão conjunta com os escuteiros do Grupo 140. Foram estes os promotores de alguns Jogos tradicionais, da organização do espaço, dos momentos lúdicos a que se acrescentaram os tão desejados insufláveis, carrinhos, pinturas faciais e balões.

Música, diversão e muita animação foram depois completados pelo lanche, partilha de todos os participantes, que sempre se dispõem a preparar as iguarias que retemperam as forças a todos os que por ali apareceram. Ler mais…

Primeira Comunhão na Comunidade de Almacave

Decorreu no dia 21 de Maio, no Auditório do Centro Paroquial de Almacave, a celebração da Festa da Eucaristia, de 51 crianças da Paróquia.

No seu percurso catequético contam já com 3 anos de caminhada de descoberta da beleza da Fé Cristã, que desta vez as levou até aos sacramentos da Penitência e da Eucaristia, no que têm sido acompanhadas pelas suas famílias que, como sempre, se fazem presentes em grande número nestes dias.

Tornam-se pequenos os espaços de celebração  nestas ocasiões,  nomeadamente pela participação cada vez mais acentuada de elementos do Coro de Pais e Filhos de Almacave, que cresce a olhos vistos e sempre participam com afeto e muita motivação  na animação litúrgica, pela direção musical do Prof. Paulo Silva e, que vem embelezando cada vez mais os momentos celebrativos.

Foram vários os pais e familiares que se disponibilizaram a apoiar nos preparativos da cerimónia o que faz assim a demonstração do espirito de comunidade que se vive.

Espera-se agora que não haja desistências neste caminhar até ao Crisma,  pois apenas pelo reforçar da Educação Cristã podermos ter crianças e jovens imbuídos de uma fé convicta e esclarecida, no cumprimento da Tradição da Igreja.

A catequese passa assim ao seu período de encerramento que terá o seu ponto de convívio já no próximo sábado, dia 27 de Maio no Parque Isidoro Guedes, onde a animação e a diversão sempre se fazem presentes nestas situações.

Isolina Guerra

in Voz de Lamego, ano 87/28, n.º 4413, 23 de maio de 2017

Somos o Povo de Deus | Festa da Catequese

festa da igreja 2016 c

A noção de Igreja como sendo o conjunto dos Filhos de Deus é uma noção pouco presente na nossa mente; só assim se justifica o pouco cuidado que muitos de nós tem em cuidar e acarinhar a “nossa Igreja”, estando presente, colaborando, sendo assíduo ás celebrações, etc. Como se a Igreja fosse responsabilidade de “outros” e meu apenas o usufruto (quando me conviesse, claro).

Desde o início da catequese a ideia de Povo de Deus formado por todos os cristãos, todos irmãos e iguais aos olhos do Senhor é gradualmente incutida nas crianças ; todos diferentes, cada um com as suas virtudes, as suas manias, os seus defeitos, as seus características , mas assim feitos por Deus e desse modo devendo ser aceites como são pelos irmãos, com carinho, tolerância, união, amor e entreajuda.

É este Povo que se aceita e acolhe o Outro, que se une para orar na Casa de Deus, que forma a Igreja.

A Casa de Deus, o edifício, é muito bonito, propenso á reflexão e á oração, mas é apenas uma igreja (propositadamente com minúscula); é um símbolo, não é o essencial. O essencial é quem a preenche, és tu, sou eu, somos todos os enchemos os seus bancos, os que prendem o olhar no altar, os que elevam as suas preces ao Senhor.

É este conceito que os meninos e meninas do 5º ano festejaram este domingo, assumindo o compromisso de serem Igreja com toda a comunidade, e, num gesto simbólico, colocando a sua fotografia numa representação gráfica de uma igreja como prova da sua vontade de estar presente na vida paroquial, junto dos seus irmãos.

Testemunhado por pais e familiares e por toda a comunidade presente, deram exemplo a muitos que talvez possam repensar o seu empenhamento e reforçaram a vontade de quem já participa.

As crianças da catequese foram a assistência mais entusiasmada, mais curiosa e mais participativa, prova de que sentem como seu qualquer evento protagonizado pelos seus colegas e têm já a noção de Família em Cristo.

É esta unidade a base da Igreja que estamos a construir todos os dias.

IM, in Voz de Lamego, ano 86/10, n.º 4347, 26 de janeiro de 2016