Arquivo

Posts Tagged ‘FEC’

Voluntariado missionário: 1403 portugueses partem em 2017

18 pessoas deixam o seu emprego e 10 pedem licença sem vencimento para partir em missão

 

A Fundação Fé e Cooperação (FEC), organismo da Igreja Católica em Portugal, anunciou hoje que 1403 pessoas vão dedicar-se a ações de voluntariado missionário em 2017.

“389 jovens e adultos realizam projetos de voluntariado missionário em países em vias de desenvolvimento e 1014 desenvolve atividades de voluntariado/missão em Portugal”, refere um comunicado da instituição, enviado hoje à Agência ECCLESIA.

Este é um número global mais alto do que em 2016, verificando-se um aumento no número de voluntários que parte para missões fora da Europa, segundo dados estatísticos da Rede de Voluntariado Missionário coordenada pela FEC – Fundação Fé e Cooperação.

O elenco inclui voluntários que abdicam dos seus empregos e salários para partir em missão

“Com idades compreendidas entre os 18 e os 50 anos, 18 pessoas deixam o seu emprego e 10 pedem uma licença sem vencimento para partir este ano para países em desenvolvimento”, assinala a nota de imprensa.

A este número somam-se 10 desempregados que vão dedicar-se a experiências de voluntariado missionário. Ler mais…

Categorias:Testemunho, Vida, Vocações Etiquetas:, ,

FEC – 25 anos pela Dignidade Humana |> Renúncia Quaresmal

Scanner_20150223

FUNDAÇÃO FÉ E COOPERAÇÃO

Na semana passada, publicámos a Mensagem quaresmal do nosso bispo, na qual éramos também convidados a partilhar com os mais pobres da Guiné Bissau parte da nossa renúncia quaresmal, numa iniciativa liderada pela Fundação Fé e Cooperação. Para melhor conhecermos esta entidade, aqui ficam algumas linhas.

A FEC – Fundação Fé e Cooperação é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento. Existe desde 1990 por vontade da Igreja Católica em Portugal e trabalha com comunidades e parceiros em Portugal, Angola, Guiné-Bissau e Moçambique, nas áreas da educação, saúde, capacitação institucional, educação para o desenvolvimento e advocacia social. Tem como missão promover o desenvolvimento humano integral, através da cooperação e solidariedade entre pessoas, comunidades e Igrejas, inspirada pelo Evangelho e pela Doutrina Social da Igreja. Em 2015 a FEC comemora 25 anos de ação e vamos conhecer melhor o programa das celebrações, que tem como lema “FEC – 25 anos pela Dignidade Humana”.

OS Centros de Recuperação Nutricional na Guiné Bissau

Os Centros de Recuperação Nutricional (CRN) foram criados pelo Padre e médico Alfredo Zamberletti, chegado à Guiné-Bissau (GB) logo após a independência (1974), fixando-se em Gabú, no leste do País. O facto desta zona interior da GB ser um das que ainda hoje apresenta dos piores indicadores de saúde do país levaram à criação destes centros, assim como das Casas das Mães, com o objetivo de fazerem face às situações de desnutrição grave de crianças e grávidas e promoverem a educação alimentar e, assim, melhorarem a utilização dos escassos recursos alimentares disponíveis a nível local. Hoje, na Guiné Bissau, existem 25 CRN, dispersos por todo o território das Dioceses de Bafatá e Bissau, geridos por congregações religiosas e sob a coordenação da Cáritas da GB. A Caritas GB representa a rede de CRN junto das autoridades locais, nomeadamente junto do Ministério da Saúde, com o qual foi assinado um protocolo de colaboração em 2011. Dada a reconhecida dificuldade de acesso da população da GB a cuidados de saúde, quer por motivos geográficos (distância e dificuldades de transporte), quer por motivos económicos (incapacidade de pagar as deslocações e os cuidados), quer por debilidade dos serviços públicos de saúde (escassez de recursos humanos qualificados e de equipamentos e diminuta capacidade financeira), as populações recorrem aos CRN na expectativa de acederem a cuidados que muitas vezes vão para além dos que aqueles podem prestar (por falta de recursos ou capacidade). Neste contexto, a existência destes Centros constitui um importante recurso face às condições de vida da população que importa valorizar. No sentido de melhorar a capacidade de resposta dos CRN (meios humanos e materiais, assim como diversidade e qualidade dos cuidados prestados) as Dioceses de Bafatá e Bissau, a Caritas da GB e a FEC estão a desenvolver em parceria o Projeto + Criança. Numa primeira fase pretende-se reforçar a resposta dos CRN às necessidades das populações em particular as mais vulneráveis. A médio prazo o projeto prevê a criação de um Observatório Nacional dos Direitos da Crianças com base na rede do CRN, uma vez que estes atuam como linha da frente na sinalização de crianças em risco, sendo estas posteriormente encaminhadas para estruturas especializadas, como a Casa Bambaram (Casa de acolhimento para crianças da Diocese de Bafatá).

Campanha da Quaresma: Projeto + Criança

No ano dos seus 25 anos a FEC quer celebrar a data reforçando os laços da Igreja Católica em Portugal com as Igrejas irmãs nos países Lusófonos, em concreto com a Igreja Católica na Guiné-Bissau e as suas comunidades. Somos uma Igreja Missionária e, por isso, a FEC marca as celebrações do seu 25º aniversário com uma ação concreta que une algumas dioceses de Portugal à Igreja Católica na Guiné Bissau, traduzida na Campanha de Quaresma, com o apoio das dioceses portuguesas que aderiram à iniciativa. Propôs-se às Dioceses de Portugal que a renúncia Quaresmal de 2015 reverta a favor do Projeto + Criança (projeto que visa potenciar o trabalho dos CRN da Igreja Católica no âmbito da vigilância à situação da criança, vigilância nutricional e de saúde, acesso a registo, educação parental, sistema de referenciação e encaminhamento de situações de risco), melhorando as infraestruturas e equipamentos dos Centros de Recuperação Nutricional da Igreja Católica na Guiné Bissau, em especial dos que apresentam mais necessidades.

Com esta campanha irão ser apoiadas diretamente 60.000 crianças, 10.000 famílias, 320 comunidades e serão formados 75 colaboradores e diretores dos CRN.

FEC, in Voz de Lamego, n.º 4302, ano 85/15, de 24 de fevereiro de 2015