Arquivo

Posts Tagged ‘Eternidade’

Padre Isidro Ribeiro da Silva | 1936-2019

O Padre Isidro Ribeiro da Silva nasceu a 20 de julho de 1936 em Magueija, Lamego.

De 1948 a 1953 fez os então chamados Estudos Preparatórios na Escola Apostólica da Província Portuguesa da Companhia de Jesus, em Macieira de Cambra. Entrou no Noviciado da Companhia de Jesus, no Seminário da Torre, Soutelo (Braga), no dia 7 de Setembro de 1953, emitindo os primeiros votos a 8.9. 1955. Fez ali também os três anos de Juniorado (curso de Humanidades) de 1955 a 1958.

Licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Filosofia de Braga, de 1958 a 1961, com a tese “O antipsicologismo nas Investigações lógicas de Husserl”, publicada na Revista Portuguesa de Filosofia, em 1962.

Fez três anos de magistério em Soutelo-Braga, ensinado Latim e Grego, com as respetivas literaturas, aos juniores, Latim aos noviços e por algum tempo, Francês aos irmãos noviços coadjutores, de 1961 a 1964.

Estudou Teologia em Roma, na Universidade Gregoriana, e na Faculdade de Teologia de Granada, Espanha.

Foi ordenado sacerdote em Fátima em 15.7 1967, por D. João Pereira Venâncio, Bispo de Leiria, no cinquentenário das aparições.

Fez a chamada “terceira provação” (Espiritualidade e Instituto S.J.) em Gandia, Valença- Espanha, em 1968-69. De seguida frequentou o Instituto Superior de Pastoral Leão XIII da Universidade de Salamanca, entre 1969 e 1971.

Em outubro de 1971, foi destinado à Casa de Escritores S. Roberto Belarmino, em Lisboa, como escritor e redator da Revista Brotéria.

Emitiu os últimos votos em 5.11.1975, no Colégio de S. João de Brito, em Lisboa.

Foi colaborador nos três primeiros volumes da Enciclopédia Verbo de Cultura, e das revistas Magnificat (Braga) e Proyección (Granada-Espanha). Publicou uma antologia de textos extraídos da “Nova Floresta” do Pe. Manuel Bernardes.

Durante alguns anos orientou Exercícios Espirituais, mas, em face da situação difícil da Brotéria, por insistência dos Provinciais da Companhia de Jesus, consagrou-se por inteiro à revista, mantendo a colaboração assídua em paróquias de Lisboa e na margem sul do Tejo.

Dado o fenómeno migratório português, dedicou, ao longo de 28 anos, os meses de verão a substituir párocos estrangeiros, relacionados com capelães de emigrantes portugueses: em França e sobretudo na Alemanha.

Faleceu em Lisboa a 6.4.2019, com 83 anos de idade e 65 anos na Companhia de Jesus.

R.I.P.

in Voz de Lamego, ano 89/19, n.º 4505, 9 de abril de 2019

Falecimento do Pe. Manuel Pinto Almeida

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia Infinita, chamou à Sua presença, na eternidade, o Pe. Manuel Pinto Almeida.

Natural da Panchorra, concelho de Resende, onde nasceu em 3 de dezembro de 1938. Foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1961. Foi durante alguns anos responsável da Casa de São José, onde passou os últimos meses agora em regime de Lar, mas igualmente sob a tutela da Diocese de Lamego.

Na segunda-feira será celebrada Missa Exequial na Igreja da Graça, em Lamego, pelas 11h00, e seguirá para a Panchorra, onde será celebrada também Eucaristia com o corpo presente, sendo sepultado no cemitério local.

O Senhor Bispo, D. António Couto, em comunhão com todo o presbitério e com a Diocese de Lamego, manifesta aos familiares e amigos do Pe. Manuel as suas condolências, agradecendo o dom da sua vida e da sua vocação e ministério sacerdotais, confiando-o nas mãos de Deus Pai, Senhor da Vida e da Morte.

Que Deus lhe conceda o eterno descanso.

Falecimento do Padre Manuel Augusto da Costa Pinto

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia Infinita, chamou à Sua presença, o nosso irmão sacerdote Pe. Manuel Costa Pinto.

Nasceu a 7 de maio de 1928.

Foi ordenado Sacerdote a 22 de dezembro de 1964.

O Senhor Bispo, D. António Couto, em comunhão com o seu presbitério e com toda a Diocese de Lamego, reza ao Senhor por este irmão sacerdote, agradecendo a Deus o dom da sua vida e do seu ministério sacerdotal, na esperança da sua ressurreição em Cristo Jesus, até àquele dia em que também nós seremos chamados para a Sua morada eterna.

Aos familiares e amigos, a comunhão na dor, na oração e na fé.

A celebração da Santa Missa, de corpo de presente, é neste Domingo, pelas 17h00 na Igreja Matriz de Cetos, Zona Pastoral de Castro Daire.

Que o Deus da Vida lhe conceda a vida eterna.

Falecimento da Mãe do Monsenhor José Guedes

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia Infinita, fez regressar à Sua presença a Senhora D. Maria José Fernandes Pinto, Mãe do reverendo Monsenhor José Guedes, Pároco de Almacave.

D. António Couto, Bispo de Lamego, também em nome do Presbitério de Lamego, manifesta o Seu pesar ao Monsenhor, unindo-se na oração e na amizade, na certeza e na esperança da vida eterna para esta nossa irmã, que no mistério da Eucaristia continua a ser Igreja connosco e que um dia encontraremos na Páscoa eterna.

Celebrações eucarísticas (de corpo presente), na terça-feira, 20 de fevereiro:

  • pelas 11h00, na Igreja da Graça;
  • pelas 16h00, na igreja de Fontelo de Armamar, onde será sepultada.

Que o Senhor Deus lhe conceda a luz e a paz na Sua morada eterna, à família e aos amigos o conforto da Sua Palavra de Salvação.

Falecimento da Irmã do Pe. Manuel Fonseca

Deus de Bondade Infinita chamou à Sua presença a Senhora D. Bárbara Aparício , Mãe do reverendo Padre João de Brito, SDB (sacerdote salesiano Dom Bosco) e irmã do já falecido Pe. Manuel Fonseca.

Funeral: domingo, 16h00, na Capela de São Martinho de Pêva.

A Diocese de Lamego, sob o pontificado de D. António Couto, une-se à família e aos amigos na dor e na amizade e sobretudo na oração, nesta comunhão espiritual que nos faz permanecer Igreja que caminha pelo tempo na história e Igreja que nos espera na eternidade de Deus, duas dimensões que nos fazem caminhar na certeza que nunca perdemos os que amamos, os que fazem parte da nossa família, desta família de Deus.

Que o Senhor, Deus Bom, lhe dê o descanso eterno e que na eternidade interceda por nós.

Falecimento da Mãe do Padre António Júlio

Deus Pai, Senhor da Vida e da Morte, na Sua infinita Sabedoria, fez regressar à Sua presença a Senhora D. Idalina da Costa Fernandes, Mãe do reverendo Pe. António Júlio, Pároco de Cedovim, de Custóias, da Horta e de de Numão e Administrador Paroquial de Vale de Figueira a Velha, na zona pastoral de São João da Pesqueira.

O Senhor Bispo, D. António Couto, em comunhão com o seu presbitério, une-se nas condolências e na oração ao Padre António Júlio e aos seus familiares e amigos, confiante que prevalecerá a misericórdia de Deus e que na eternidade esta nossa irmã contemplará a gloriosa Luz da eternidade, integrando agora a Igreja celestial.

O Funeral realizar-se-á em Domingo, 31 de dezembro, Festa da Sagrada Família de Nazaré, na Capela do Pocinho, Zona Pastoral de Foz Côa, pelas 15h30.

Que o Senhor Deus lhe dê o eterno descanso e a nós a audácia de marcarmos o tempo ao ritmo da paz, da partilha solidária, da comunhão fraternal, para sermos, já agora, verdadeira família de Deus.

Falecimento da Irmã do Padre António Pereira Duarte

4891395_orig

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia Infinita, fez regressar à Sua presença a D. Maria Augusta Duarte, irmã do reverendo Padre António Pereira Duarte, Pároco de Nossa Senhora da Assunção de Pendilhe e de São Sebastião do Touro; Vice-Arcipreste de Castro Daire-Vila Nova de Paiva.

Funeral: 6 de dezembro – 15h00 – Igreja Matriz de Cujó, na Zona Pastoral de Castro Daire.

O Senhor Bispo D. António Couto, secundado pelo Presbitério de Lamego, une-se nas condolências ao Pe. António Pereira Duarte e aos seus familiares, confiando na benevolência de Deus e no conforto da amizade e da Palavra de Deus.

Deus lhe dê o eterno descanso e a nós nos mova a eternizar o que nos aproxima e nos faz ser família amada de Deus.