Arquivo

Posts Tagged ‘Dia da Mulher’

DIGNIDADE DA MULHER | Editorial Voz de Lamego | 6 d março d 2018

DIGNIDADE DA MULHER

Na próxima quinta-feira, dia 8, assinala-se mais um Dia Internacional da Mulher, para sublinhar o percurso feito na defesa e promoção da dignidade e igualdade e, em simultâneo, recordar que tal caminho está ainda atrasado em vários países do globo.

A comunicação social continua a divulgar situações em que as mulheres são exploradas, excluídas, violentadas, vítimas de tráfico, de exploração sexual, de trabalho escravo e mortas. Várias são ainda as sociedades onde mulher é sinónimo de sujeição e humilhação públicas, ficando impunes os culpados. Continuamente surgem notícias de mulheres sujeitas a agressões físicas e psicológicas, que carregam vidas de sofrimento ou que são assassinadas por maridos, companheiros ou namorados.

Por isso, assinalar este dia é recordar a importância de continuar a lutar pela dignidade e igualdade da mulher em todos os dias do ano.

Talvez por causa da proximidade da data, uma revista do Vaticano, distribuída conjuntamente com o jornal Observatore Romano, escreveu sobre religiosas que se doam ao serviço de bispos e cardeais e que não são devidamente reconhecidas e recompensadas pelo seu trabalho.

A revista apresenta diversas dessas situações, percebendo-se a tristeza das protagonistas por não se verem reconhecidas na sua dedicação ou até, por obediência, cumprirem uma missão algo distante da vocação e carisma professados e assumidos.

Mas esta deverá ser, também, uma oportunidade para alguns desses “príncipes da Igreja” tomarem consciência do quão distantes estão de praticar o que pregam, quer na forma como vivem quer na forma como tratam quem em casa os serve. Mesmo não sendo muitos, serão sempre demais.

A oportunidade da denúncia não se questiona, bem como a necessidade de mudanças para promover a mulher dentro da Igreja, tal como o assumiu, desde o início, o Papa Francisco.

Pe. Joaquim Dionísio, in Voz de Lamego, ano 88/14, n.º 4451, 6 de março de 2018

DIA DA MULHER

Celebrou-se esta semana mais um Dia da Mulher; dos imensos “dias de tudo” que existem, este ainda merece alguma atenção – não pelos jantares, pela distribuição indiscriminada de flores e bombons ou pelos descontos “especiais” do comércio, mas porque, efetivamente, ainda não há igualdade de oportunidades entre os dois sexos. E é a isto que o importante se resume!

Tendo tido início numa tragédia, penso que poucos se lembrarão hoje em dia como começou o dia 8 de Março a ser associado ás Mulheres.

Na América industrial, nos primórdios do trabalho feminino em áreas consideradas masculinas, um grupo de mulheres tentou manifestar-se pela igualdade de salários e condições de trabalho em relação aos seus colegas homens, recusando-se a abandonar as instalações da fábrica e boicotando o seu funcionamento. Ler mais…