Arquivo

Posts Tagged ‘D. António Moiteiro’

Presbitério de Lamego realiza Retiro Anual

In Voz de Lamego, 21.01.2014

A Casa de Retiros de S. José acolheu cerca de três dezenas de sacerdotes, incluindo o diácono José Soares, para a vivência do seu habitual e anual retiro espiritual. Acompanhou e orientou o grupo o bispo auxiliar de Braga, D. António Moiteiro, oriundo da diocese da Guarda, conhecido de muitos sacerdotes presentes e, ele próprio, conhecedor da nossa realidade humana e pastoral.

O retiro teve início com o jantar de quarta-feira, dia 15 de fevereiro e concluiu-se após o almo de sábado, dia 18. No primeiro dia, e dando o mote ao encontro, o pregador convidou todos a viverem os dias seguintes em ambiente de silêncio e oração, acompanhados pela leitura integral do evangelista do ano em curso, S. Mateus. Apoiado num escrito do recentemente falecido cardeal Martini, D. António Moiteiro definiu o percurso e delineou etapas, convidando à consciencialização e meditação de todos sobre o que é ser discípulo e seguir o Mestre, mas também sobre a forma como cada um acompanha o Povo de Deus e nele vive a missão de Pastor. Porque o padre é “ícone de Deus para o povo que lhe é confiado” e ser pastor à imagem de Cristo é, citando o Papa actual, ter capacidade e disponibilidade para ir à frente e abrir caminho, ir ao lado e acompanhar, ir atrás e ajudar quem tem ritmos diferentes.

Sempre com o evangelho de Jesus Cristo segundo S. Mateus como fonte, olhámos para Pedro como quem se olha ao espelho e reflectimos sobre o muito que se espera de cada um e o esforço a ser feito para que isso se torne realidade. Também Pedro se esforçou e conseguiu, apesar de não se ter livrado de algumas falhas.

No encontro inicial e após o jantar do segundo dia, o conferencista apresentou-nos uma leitura pessoal feita à recente Exortação pós-sinodal “A alegria do Evangelho”. Um texto onde ressalta o convite a um novo ardor missionário, sobretudo o ardor do missionário, do anunciador. E neste particular, o contínuo convite à vivência e testemunho da alegria. Neste particular, D. António Moiteiro convidou a revisitar dois documentos do Papa Paulo VI que, segundo ele, continuam a influenciar o Papa Francisco: “Gaudete in Dominum” e Evangelii Nuntiandi”.

Na Eucaristia de sábado, último dia, recordámos e rezámos em particular pelos sacerdotes falecidos no último ano e também pelos pais dos sacerdotes que partiram para o pai nesse período.