Arquivo

Posts Tagged ‘Catequistas’

Jornadas Nacionais de Catequistas: Mediadores do encontro com Ele

Do dia 3 ao dia 5 de novembro, tiveram lugar em Fátima, as Jornadas Nacionais de Catequistas, com a presença do Sr. D. António Moiteiro, Presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé.  Da nossa Diocese participaram seis catequistas e na organização dos trabalhos colaboraram dois elementos do secretariado diocesano.

Os trabalhos começaram no dia 3 com uma reflexão orientada pelo Sr. Padre Mário de Sousa, da diocese do Algarve, sobre “A alegria do encontro com o ressuscitado”. No dia 4 decorreram duas conferências: uma orientada pelo Sr. D. António Moiteiro sobre Linhas programáticas para a catequese e outra pelo Sr. Padre José Frazão, da companhia de Jesus, sobre O encontro com Jesus Cristo. Na tarde do dia 4 e dia 5 realizaram-se partilhas em grupo sobre os lugares, destinatários e mediadores da catequese que nos são apresentados na carta pastoral “Catequese: a alegria do encontro com Cristo”.

Desta formação importa reter e referir alguns princípios e propósitos que nos foram deixados nas intervenções do Sr. D. António Moiteiro e do Sr. Padre José Frazão. Ambos referiram uma ideia fundamental, “ o catequista só pode ser verdadeiro mediador do encontro com Jesus Cristo quando experimentar este encontro”. Referiu ainda o Sr. D. António Moiteiro que é importante que “a catequese se baseie hoje no despertar da fé e não tanto na transmissão da fé. Portanto na boca do catequista deve ressoar o primeiro anúncio, o Kerigma.” Por fim referiu ainda que a vocação do catequista é “ o conhecimento amoroso de Cristo que brota do desejo de o anunciar”. Neste sentido só podemos, enquanto catequistas, ser verdadeiros anunciadores de Cristo quando chegarmos ao verdadeiro encontro com Ele. Assim o Sr. Padre José Frazão referiu que a missão do catequista é “retirar os obstáculos ao encontro com Cristo”. Na sua intervenção deixou-nos ainda 5 elementos que, segundo ele, são importantes para que haja este encontro: “reconhecimento de Cristo como vida da minha existência; ser capaz de suscitar a adesão da minha inteligência e do meu afeto; acolher a verdade que é Jesus no nosso corpo e na nossa alma; Jesus que confirma a expectativa de felicidade e de bem e assim dará uma forma à nossa vida e à nossa existência”.

Estas jornadas ajudaram a perceber que é fundamental o verdadeiro encontro com Cristo para podermos conduzir os nossos catequizandos a este encontro. Portanto, como referiu o Sr. Padre José Frazão, o catequista deve ser “o barqueiro e remover de obstáculos” que interrompem o encontro com Jesus Cristo.

SDEC, in Voz de Lamego, ano 87/49, n.º 4435, 7 de novembro de 2017

Arciprestado de Lamego: A caridade no coração da catequese

Foi este o tema que juntou cerca de 60 catequistas do arciprestado de Lamego no Seminário maior, no sábado dia 4, entusiasmados por se encontrarem (reencontrarem, quase todos !)  para passar a manhã em ambiente de aprendizagem, oração e louvor a Deus.

E foi orando que iniciamos os trabalhos , preparando-nos espiritualmente para o Encontro com Ele.

Assumindo e testemunhando a CARIDADE como indissociável da vida cristã, caridade e catequese são também inseparáveis.

Como integrar esta realidade na catequese ministrada nos dias de hoje em diferentes registos sociais, económicos e familiares foi o desafio que tentamos ultrapassar com a preciosa ajuda do P. Ângelo, do P. Aniceto e do P. José Fernando; á mesa presidiram o Sr Cónego Assunção e o Sr Cónego Melo. Ler mais…

Workshop . Lectio Divina . Formação de Catequistas – 3.dezembro.2016

catequese-cartaz-catequistas-advento

Caro colega e catequista

Em todas a paróquias a catequese já vai lançada. Há entusiasmo, há ideias novas, há alegria em colaborar com Deus nesta tarefa de partilhar o Evangelho com os mais novos.

Daqui (departamento diocesano da catequese), também sente esse mesmo entusiasmo e também a responsabilidade de estar à altura das necessidades dos nossos catequisandos e catequistas.

Atendendo a esta consciência e dando marcha ao programa apresentado para este ano pastoral, informo a próxima atividade.

Solicito divulgação entre os catequistas e apelo na participação.

Por motivos de logística e almoços para quem o pretenda, necessitamos das respectivas inscrições para o seguintes contactos:

Email: catequese.lamego@gmail.com

Pe. Filipe Rosa – Telm. 963460554

Votos de Bom trabalho pastoral

Abraço fraterno,

Pe Filipe Rosa

(Departamento diocesano da Catequese)

in Voz de Lamego, ano 87/52, n.º 4388, 22 de novembro de 2016

Moimenta da Beira, Sernancelhe, Tabuaço: formação de Catequistas

dscf2881

Moimenta da Beira – Sernancelhe – Tabuaço

Formação de Catequistas

No passado dia 5 de Novembro encontraram-se em Sernancelhe quatro dezenas de catequistas para uma jornada de formação.

O Conselho Pastoral Arciprestal tem apostado, desde a sua constituição, na formação de todos, sobretudo daqueles que assumem maiores responsabilidades no serviço pastoral. Por sua decisão haverá, este ano, dois momentos distintos de formação para este setor da evangelização, o que noticiamos e um outro em Fevereiro.

Estando presentes uma boa parte dos nossos catequistas, podemos recordar aquilo que de mais importante tem esta missão, bem como ganhar um novo ânimo não apenas para fazer, mas para fazer bem.

As paróquias representadas, das três zonas pastorais, com perfis diferentes, desde logo no número de crianças na catequese, saíram certamente mais enriquecidas e possibilitaram que, com a sua realidade assumida e testemunhada, saíssemos todos melhores catequistas, mais fiéis e criativos. A fidelidade à palavra e a criatividade no seu anúncio foram a pedra de toque deste dia tão belo.

Uma palavra final de agradecimento ao sr. padre Ricardo, que mais uma vez organizou a formação e à irmã Arminda que aceitou ser mensageira e formadora neste dia.

O Conselho Pastoral Arciprestal,

in Voz de Lamego, ano 87/51, n.º 4387, 15 de novembro de 2016

ARCIPRESTADO DE LAMEGO – FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS

banner-catequese-net_v1

No próximo dia 5 de Novembro decorrerá no Seminário Maior de Lamego uma ação de formação para catequistas.

Subordinada ao tema: “A Eucaristia centro da vida (comunidade) cristã”, será oportunidade para compreender melhor o sentido da Eucaristia, a sua relevância para a autenticidade da comunidade cristã, e as perspetivas de orientação da catequese numa relação mais cuidada com vivência da Eucaristia dominical. Os trabalhos começam às 9h30, terminando com o almoço, previsto para as 12h30.

Na orientação desta jornada estará, o P. Diamantino José Alvaíde Duarte, Presidente da Comissão Diocesana para a Missão e Nova Evangelização.

Organizada esta jornada a pensar nos (nas) catequistas do arciprestado de Lamego, está naturalmente aberta a catequistas de outros espaços pastorais. Agradece-se confirmação de presença, quanto possível, até ao dia 3 de Novembro.

Pe. José Manuel Melo, in Voz de Lamego, ano 86/48, n.º 4384, 25 de outubro de 2016

Encontro de Catequistas do Arciprestado de Lamego

IMG_4374

Decorreu no passado dia 7 de Novembro uma Ação de Sensibilização para Catequistas do Arciprestado de Lamego que veio a congregar 78 catequistas das diversas paróquias que o compõe.

A formação catequética torna-se um elemento cada vez mais necessário ao exercício do múnus do Catequistas que, têm de adequar os seus conhecimentos na área da Metodologia Catequética, para que seja possível elaborar uma sessão de Catequese devidamente enquadrada com os objectivos que norteiam os atuais catecismos, de uma maior exigência teórica- prática, mantendo acima de tudo a face de Testemunha da Mensagem que levam aos outros.

Foi muito gratificante encontrar um grupo maioritariamente jovem, o que demonstra o interesse das paróquias e dos párocos em fazer a actualização de todos os que são responsáveis pela evangelização, como resposta aos apelos do  Papa Francisco para uma Igreja renovada.

A formação passou pela reflexão sobre o método catequético, que teve a sua origem na forma de catequizar de Jesus Cristo, partindo da Experiência Humana de cada um para, fundamentada na Palavra de Deus, levar a uma mudança de vida, através da Expressão de Fé.

A necessidade intrínseca dos catequistas passa sempre pela necessidade de preparação de uma catequese prática e seus passos, pelo que, em trabalho de grupos, por ano catequético, foram feitas elaborações de uma catequese modelo para que se possa perceber o que lhe está subjacente.

Os atuais catecismos têm diversas especificidades e propostas que nem sempre se enquadram na realidade local onde na maioria das pequenas paróquias não existe um número ideal de catequizandos e onde nem seque se consegue frequência para todos os anos, por baixa da população local,l o que leva a que muitas vezes não possam ser aproveitados em todas as suas potencialidades e recursos de apoio existentes.

Há que acima de tudo, cumprir o apelo do Papa Francisco de que os Catequistas se tornem criativos na transmissão da Mensagem da Igreja, dinamizando a Catequese atractiva e agradável, mantendo sempre a Tradição da Igreja como comunicação entre gerações.

I.G.in Voz de Lamego, ano 85/50, n.º 4337, 10 de novembro

ENCONTRO DE CATEQUISTAS | IDE E ENSINAI TODOS OS POVOS

catequistas4

No passado sábado, dia 08, no Seminário de Lamego, mais de uma centena de catequistas estiveram reunidos, desde as 9h até às 16h, para um encontro de formação. Inicialmente previsto para os catequistas do arciprestado de Lamego, o encontro alargou-se para acolher catequistas de outros arciprestados. Aqui ficam algumas palavras, que não excluem algum texto ou testemunho posterior.

O responsável arciprestal pela catequese, Cón. José Manuel Melo, convidou a D. Lurdes Maravilha, natural da nossa diocese e a residir em Setúbal, para vir falar aos nossos catequistas da sua experiência catequética por aquelas terras sadinas. A sala encheu-se de gente motivada e interessada em ouvir para aprender, com vontade de trabalhar para cumprir a missão assumida de testemunhar a fé junto dos mais novos. Catequistas jovens e menos jovens, com mais ou menos experiência, puderam partilhar experiências e partir com novas forças para as suas paróquias. Alguns párocos acompanharam os seus catequistas.

Antes do almoço, um tempo de oração e adoração na capela, presidido pelo Padre João Carlos Morgado, Pró-vigário da diocese. Os trabalhos continuaram à tarde, com a mesma alegria.

O presente encontro arciprestal não foi o primeiro e não será o último, porque a catequese paroquial é importante e porque a formação nunca é demais. Afinal, só podemos dar se também tivermos.

Certamente que o mesmo poderá acontecer noutros arciprestados. Os catequistas estão sempre disponíveis para participar e receptivos para aprender. Mas também o convívio é importante e motivador para superar o cansaço que às vezes se instala ou alguma desmotivação que, involuntariamente, marca presença diante da ausência da família no processo catequético.

As nossas paróquias precisam de catequistas motivados, formados e disponíveis para colaborarem na missão da Igreja.

in VOZ DE LAMEGO, n.º 4288, ano 84/50, de 11 de novembro de 2014.