Arquivo

Posts Tagged ‘Almacave Jovem’

Almacave Jovem: Natal solidário

hospital

Nesta época natalícia, é sempre bom relembrar que é tempo de reunir a família…. Mas é também tempo de sermos mais próximos daqueles que por diversos motivos não vivem este Natal. Começa aí o desafio, o de sermos capazes de ir ao encontro dos outros, partilhando com eles a alegria e fé naquele que vem anunciar o Amor. Para isso, basta chegar com um sorriso para que um coração “angustiado” se encha de felicidade e seja capaz de renascer na esperança da mensagem de Jesus. É neste sentido que o nosso grupo Almacave Jovem todos os anos, durante este período de férias, agenda visitas aos doentes da Paróquia, aos lares de idosos, ao CAT, Portas P’rà Vida, ao hospital de Lamego e ao Estabelecimento Prisional. Junto deles, cantamos, conversamos, fazemos uma breve oração e, com o Menino que transportamos como anúncio de que o Natal é sempre quando o homem quiser, sentimos a alegria e a emoção dos que olham para nós como portadores da Mensagem Do Natal. Foi neste contexto que partimos em Missão de Anúncio.

Decidimos então, por uns dias, deixar os nossos afazeres, dirigindo-nos até aos que mais precisavam de nós. Nem sempre é fácil quando nos deparamos com a realidade do que é por vezes o abandono, mas cabe-nos a nós mudar isso, nem que seja por um breve momento e sabemos que as lágrimas que vemos muitas vezes, são lágrimas de alegria, de agradecimento, de preenchimento de algo que estava esquecido: um coração com amor!

Quantas vezes é que tentamos pôr-nos no lugar do outro?

Não é difícil dedicarmos algum do nosso tempo a crianças que não vivem o Natal como muitas outras, com o aconchego das suas famílias. Não é difícil conversar um pouco com os idosos que estão nos lares e partilhar com eles um momento de oração. Não é difícil ir ao encontro dos reclusos que, fechados entre quatro paredes, apenas querem sentir o “abraço” do perdão e aceitação, que querem viver Jesus e mostram tanto entusiasmo e dedicação aquando a nossa chegada. É também tão gratificante quando nos dirigimos ao Portas P’rà Vida e passamos uma manhã a cantar, a dançar e conversar com pessoas tão cheias de felicidade! Pessoas que gostam de companhia, de abraços, que nos fazem olhar “para lá do que se vê” e ver a vida de uma outra perspetiva!

Para nós Almacave Jovem, o Natal antecipou-se e prolongou-se assim nas nossas vidas, fora do calendário convencional. Fomos em missão, mas sem dúvida que regressámos mais ricos com o que deles recebemos porque afinal de contas “é no dar que se recebe”.

Inês Gonçalves, Almacave Jovem,

in Voz de Lamego, ano 87/08, n.º 4393, 3 de janeiro de 2017

Paróquia de Almacave | Oração pela Paz na Síria

taize-outubro-9

Vigília de Oração pela paz na Síria

Uma noite calma. Uma cidade segura. Uma igreja, a Igreja de Almacave, a transbordar de uma energia contagiante, a energia que irradia de Jesus Cristo e que a todos irmana no mesmo Amor, o Amor ao Senhor e o Amor a todos aqueles que são nossos irmãos em Deus. Muitos jovens, um numeroso grupo de jovens, o Grupo Almacave Jovem, a que se uniram outros jovens vindos de outras Paróquias. Quiseram estar juntos, unidos na oração, rezando por todos os que sofrem por causa da guerra, em especial na Síria. Na sua segurança, na sua comodidade, unindo-se ao apelo do Papa Francisco, estes jovens não esquecem aqueles que não podem ter noite calmas nem seguras, pela intromissão permanente da guerra e dos horrores que a mesma traz à vida daqueles a quem a mesma é imposta. Sabem que só Deus poderá penetrar no coração dos homens, em especial daqueles que têm responsabilidades na condução das nações e dos povos, para que “olhem para o outro como um irmão e assumam com coragem e decisão o caminho do encontro e da negociação”. Nas preces da comunidade orante, não foram esquecidos os refugiados, em especial as crianças, para que o Senhor faça com que “os governos do mundo saibam olhar com misericórdia este povo torturado”. Os jovens saíram confiantes de que Deus, na sua infinita bondade e misericórdia, atenderá as orações de toda a Igreja e fará descer sobre a Síria a paz, de que tanto precisa. “Dá a paz Deus, dá a paz ò Cristo aos nossos dias”

Esta Vigília de Oração pela paz na Síria seguiu o ritmo da Oração de Taizé. É um tempo de oração, de muito recolhimento, de leitura bíblica, de meditação, de preces, em que os cânticos, repetidos para penetrar profundamente na mente e no coração, assumem o fio condutor na procura de Deus e dos caminhos da nossa vida para Ele. A Oração de Taizé é da responsabilidade do Grupo Almacave Jovem.

Este Encontro acontece todos os meses, no terceiro sábado, a partir das vinte e trinta horas. A Paróquia de Almacave e o Grupo Almacave Jovem convidam à participação de todos na Oração de Taizé.

M.R., in Voz de Lamego, ano 86/43, n.º 4379, 20 de setembro de 2016

JMJ 2016 | Testemunho | Inês Gonçalves – Almacave Jovem

JMJ-testemunho1-foto

Apesar de ter tido a oportunidade de vivenciar em 2011 as JMJ em Madrid, não sabia muito bem o que esperar desta vez. Tão longe de casa, comida diferente pelo que diziam, pessoas mais frias, mas o motivo que me movia era maior do que qualquer receio que pudesse ter!

Logo há chegada de Katowice, onde permanecemos nas pré-jornadas, percebemos de imediato que estávamos em boas mãos e ansiosamente esperávamos que chamassem o nosso nome para nos dirigirmos para aquela que ia ser a nossa família de acolhimento. Assim foi, e posso dizer que para mim, não podia ter sido melhor! Aquela calorosa família com dois filhos ainda pequeninos, não só abriu as portas da sua casa, mas das suas vidas e do seu coração. Apenas a nossa “mãe” falava inglês, não fluentemente, mas a língua nunca foi um entrave para nós, porque há coisas que não se explicam, e a ligação que criamos com eles é uma delas. Em vez de estranhas, passamos a ser membros da família e não deixaram que nada nos faltasse ao ponto de dormirem no chão para nós podermos descansar numa cama! Como é que é possível que alguém consiga ser tão acolhedor e mostrar tanto amor e carinho por alguém que acabou de conhecer? Isso sem dúvida deixou uma grande marca em mim que nunca vou esquecer! Ler mais…

Paróquia de Resende: Partilhar a fé, o testemunho e a oração

resende-taizé1

No passado dia 16 de abril, o grupo Almacave Jovem juntou-se a alguns dos jovens da paróquia de Resende para partilharem e mostrarem um pouco das atividades que fazem na sua paróquia.

O início de tarde começou com uma visita ao lar de idosos; fomos percorrendo as diversas salas e cantando algumas músicas. A experiência foi incrível, o brilho nos olhos daqueles idosos era notório. Era como se tivessem recebido um grande presente; alguns choravam quando nos viam chegar, acredito que fosse de alegria; a alegria de saber que estávamos ali para os visitar e para animar um bocadinho o seu dia. Foi um momento marcante para todos nós. É tão bom quando um simples sorriso compensa todo o esforço. A visita foi curta, pois havia tantas salinhas a visitar que apenas podíamos cantar uma ou duas músicas em cada uma delas, mas ficou a vontade de repetir a atividade. Seguiu-se uma eucaristia animada pelos jovens na capela do lar de idosos, assim como a missa das crianças da catequese, na Igreja de Santíssimo Salvador.

Pelas 21:30 teve início a Oração de Taizé, uma oração completamente nova na nossa comunidade, e como tal a ajuda do grupo Almacave Jovem foi, mais uma vez, imprescindível. Esta oração contou com cânticos, em português e outras línguas, assim como leituras da bíblia e momentos de silêncio. Nesta oração, também, participaram os grupos de jovens de São Martinho de Mouros e de Barrô, para além da participação da comunidade em geral.

A experiencia foi marcante, no fim da oração todos nós nos sentimos mais em paz e tranquilidade. É muito bom ver que é possível juntar jovens, todos com vontade de aproximar os seus corações de Deus.

Eliana Loureiro, Gotas d’Orvalho – Grupo de Jovens de Resende

in Voz de Lamego, ano 86/22, n.º 4359, 19 de abril de 2016

NATAL EM MISSÃO | Almacave Jovem

Sarau 6

Este ano o grupo Almacave Jovem decidiu comemorar o seu Natal de uma forma ainda mais preenchida do que os anos anteriores. Não havia melhor forma de inaugurar esta semana natalícia com o grande Sarau Cultural no passado sábado, que já vai na sua II edição, e que contou com a participação e empenho de diversos talentos do grupo Almacave Jovem. Com o tema “Histórias da nossa História”, o sarau desenrolou-se de acordo com a história do Almacave Jovem, apresentando ao público as diversas formas que este grupo já teve, as suas diferentes atividades, os seus diferentes elementos, mas sempre com as mesmas motivações e os mesmos propósitos. Começando com a dança, passando pela música, o teatro, a comédia, terminamos o Sarau com um pequeno momento de Oração que nos uniu ainda mais ao público. Um dos momentos mais altos da noite foi a homenagem que prestamos ao nosso grande amigo Manuel João que já não está entre nós, entre lágrimas e boas lembranças, recordamos atentamente as palavras que ele sempre nos transmitia, “Vivemos para sermos felizes”.

Este Sarau iniciou assim uma semana de grande atividade no grupo. Comemorando a solidariedade, a fraternidade e a misericórdia. No dia 21 estaremos presentes numa reflexão com o tema “Na senda do Ano da Misericórdia” no Convento das Irmãs Dominicanas, já a nossa tarde vai ser passada na Associação “Portas p’rá vida”, sabemos que é urgente criar laços e dar-nos mais às pessoas e foi isso que nos levou a planear esta atividade. Os dias 22 e 23 vão ser dedicados aos doentes da nossa paróquia. As nossas visitas são frequentes mas o nosso sentido de Missão deve, primeiramente, começar pelos nossos doentes, e esta época é a perfeita para consolidar este espírito. Na véspera de Natal, o nosso dia vai ser dedicado aos doentes que estão hospitalizados, escolhemos sempre este dia porque achamos que devemos levar sorrisos e esperança a quem passa uma noite tao bonita como a de Natal de forma tão debilitada. Já depois do Natal, a nossa missão continua, mas também temos momentos lúdicos entre nós e de grande partilha. No dia 21 fazemos a nossa típica Ceia de Grupo, e ainda no dia 28 uma Caminhada Natalícia. Por fim, no dia 31 celebramos a eucarística com os reclusos do Estabelecimento Prisional de Lamego.

É com grande responsabilidade que devemos encarar esta semana de Natal em Missão, porque além de “sal na Terra”, nós queremos ser luz porque, como diz o Papa Francisco, “Um Natal sem luz não é Natal. Que exista a luz na alma, no coração; que exista o perdão aos outros; que não existam inimizades, que são trevas. Que exista a luz de Jesus, tão bela.”

Grupo Almacave Jovem, in Voz de Lamego, ano 85/55, n.º 4343, 22 de dezembro