Arquivo

Archive for the ‘Jesus Cristo’ Category

Jornada Vocacional na Paróquia de São Martinho de Mouros

No passado domingo, segundo do advento, a comunidade do Seminário deslocou-se até à paróquia de S. Martinho de Mouros (Resende), paróquia do nosso colega José Miguel onde foi tema desse dia a Vocação.

A primeira Eucaristia foi às 08:00h da manhã na igreja matriz onde presidiu o pároco, padre Excelso Ferreira. A segunda foi às 10:30h, presidida pelo mesmo, desta vez na capela do Senhor Do Calvário.

Tivemos em ambas as eucaristias o prazer de ouvir o testemunho vocacional do João Patrício e da Irmã Kelly.

De seguida fomos com o padre Excelso distribuir a Sagrada Comunhão ao lar, onde visitámos os idosos de várias localidades. Fomos depois almoçar na residência paroquial onde fomos muitíssimo bem acolhidos pelo padre Excelso e onde almoçámos também na companhia do padre Vasco, pároco de Barrô.

Depois de tudo isto partimos novamente para o seminário de Lamego.

Agradecemos com muita estima a disponibilidade do sr. Padre Excelso em nos ter recebido com amabilidade e também a toda a gente de S. Martinho que nos acolheu de forma muito amiga, sincera e humilde.

 

Celestino Ribeiro, 9.º ano,

in Voz de Lamego, ano 87/54, n.º 4440, 12 de dezembro de 2017

Cruz Peregrina do Movimento dos Convívios Fraternos em Cinfães

Foi no passado dia 25 de Novembro que os Convivas de Cinfães receberam, com alegria e entusiasmo, a Cruz Peregrina comemorativa do 50.º aniversário do Movimento dos Convívios Fraternos.

Esse momento foi assinalado com uma vigília de oração, aberta à comunidade, realizada na Igreja Paroquial de Cinfães, onde cerca de 30 convivas reavivaram a sua chama. Foi um momento de partilha, de oração, de amizade e encontro de gerações convivas, onde a chama da Cruz incendiou os nossos corações com o Amor de Cristo.

Durante a vigília, houve ainda tempo para renovar os compromissos feitos por cada um no seu Convívio Fraterno.

A Cruz seguiu caminho para a paróquia de Resende, transportada pelos Convivas que daí participaram também nesta celebração.

Que a Cruz que nesse dia nos encheu de Amor e Luz, vá pelo mundo mostrar a nossa Herança!

Ana Isabel Pereira, Cinfães, CF 1026,

in Voz de Lamego, ano 87/53, n.º 4439, 5 de dezembro de 2017

VIGÍLIA DA IMACULADA CONCEIÇÃO | BÊNÇÃO DAS GRÁVIDAS

No próximo dia 7 de dezembro, véspera da solenidade da Imaculada Conceição, o Departamento Diocesano da Pastoral Familiar vai promover uma Vigília de Oração, que terá lugar na Igreja Catedral de Lamego, pelas 21 horas.

Nesta celebração, de homenagem à MÃE e de anúncio e preparação da chegada do FILHO, a diocese de Lamego assinala também o início do Tempo do Advento com um especial momento de oração pela vida dos nascituros. A vida nascente precisa de ser acarinhada e nós temos a missão de estar na linha da frente, criando uma nova civilização que reconheça e ame, acolha e respeite cada Vida Humana como um dom de Deus.

Será aberta a toda a Diocese e terá as seguintes facetas:

  • É o momento de uma especial bênção para todas as grávidas: queremos acolhê-las, rezar com elas, por elas e pelos seus filhos. O início da caminhada de preparação para o Natal é um momento propício para agradecer a Deus o dom da vida que recebemos dos nossos pais e pedir a Sua bênção para as grávidas e para os bebés que vivem e crescem no seu seio.
  • Relança a nova evangelização a partir da nossa própria casa: todas as famílias são convidadas a trazer o Menino Jesus do seu presépio (é urgente recentrar o Natal no nascimento de Jesus) e o estandarte de Natal (para que no espaço público se veja, cada vez mais, o rosto do Deus Menino) para serem abençoados.
  • Será também um momento de consagração à Virgem Imaculada do Movimento das Equipas de Nossa Senhora e da Irmandade Militar de Nossa Senhora da Conceição.

Esta atividade foi já difundida às paróquias. Reitera-se aqui o convite a todos os que queiram participar na celebração, com o desafio de se empenharem vivamente na mobilização das famílias para este evento que celebra a vida nascente, no tempo em que nos preparamos para a chegada do Menino-Deus.

Pelo Departamento Diocesano da Pastoral Familiar,

in Voz de Lamego, ano 87/53, n.º 4439, 5 de dezembro de 2017

CONVITE à ALEGRIA | Editorial Voz de Lamego – 5.dezembro.2017

ROME, ITALY - MARCH 27, 2015: The fresco of Immaculate Conceptio

CONVITE À ALEGRIA

Na próxima sexta-feira, 8 de dezembro, a Igreja celebra a solenidade da Imaculada Conceição, Padroeira de Portugal. Uma festa que nos fala de um Deus que ama, que se ocupa e preocupa com as suas criaturas e nos mostra como o mal não vencerá.

O relato da Anunciação é o texto evangélico do dia, convidando a viajar até uma insignificante terra da Galileia, a entrar numa singela habitação e a testemunhar o encontro/diálogo entre o mensageiro divino e uma discreta jovem que se disponibiliza para participar no plano de Deus.

No chamamento/convite de Deus a Maria percebemos que, mais do que um desenvolvimento de capacidades humanas, a vocação será, sobretudo, abertura à novidade do alto e a confiança n’Aquele para quem “nada é impossível”. Consciência dos limites humanos e confiança na misericórdia divina.

“Alegra-te!” é a primeira palavra do anjo Gabriel, um convite, em tom imperativo, à alegria messiânica. Como alguém notou, o anjo não pede a Maria para se ajoelhar, esconder ou rezar; no início do anúncio/diálogo é pedido a Maria que se alegre. E que razões, humanamente falando, teria Maria para se alegrar? Talvez tantas como aqueles que, também hoje e em tantos lugares da terra, se sentem esquecidos de Deus, experimentam o ódio e a indiferença humanas ou se vêem privados de tudo e também da esperança!

Mas o convite mantém-se. Porque é o amor de Deus por todos e cada um que torna possível tal alegria, que não pode confundir-se com a gargalhada ruidosa, o gozo que vem do ter ou aparência que ilude. A humanidade é convidada a alegrar-se porque se sabe e se sente amada.

A Incarnação anuncia a derrota do mal e o sim de Maria ilustra a abertura do humano ao amor de Deus.

JD, in Voz de Lamego, ano 87/53, n.º 4439, 5 de dezembro de 2017

Falecimento da Irmã do Padre António Pereira Duarte

4891395_orig

O Senhor Deus, Pai de Misericórdia Infinita, fez regressar à Sua presença a D. Maria Augusta Duarte, irmã do reverendo Padre António Pereira Duarte, Pároco de Nossa Senhora da Assunção de Pendilhe e de São Sebastião do Touro; Vice-Arcipreste de Castro Daire-Vila Nova de Paiva.

Funeral: 6 de dezembro – 15h00 – Igreja Matriz de Cujó, na Zona Pastoral de Castro Daire.

O Senhor Bispo D. António Couto, secundado pelo Presbitério de Lamego, une-se nas condolências ao Pe. António Pereira Duarte e aos seus familiares, confiando na benevolência de Deus e no conforto da amizade e da Palavra de Deus.

Deus lhe dê o eterno descanso e a nós nos mova a eternizar o que nos aproxima e nos faz ser família amada de Deus.

Falecimento do Pai do Pe. Valentim Fonseca

flor_20170505_pc

O Senhor nosso Deus, Pai de Bondade, de Misericórdia e de Sabedoria, chamou à Sua presença, para habitar na Sua morada eterna, o Sr. Valentim da Fonseca, Pai do reverendo Padre Valentim Fonseca, pároco de Cujó, Monteiras e Moura Morta.

Funeral: 2 de dezembro de 2017, pelas 15h00, na Igreja Paroquial de Ferreiros de Avões.

O Sr. Bispo D. António Couto e o presbitério de Lamego unem-se à dor e ao luto do Pe. Valentim e dos demais familiares, suplicando a Deus a misericórdia e a salvação, o acolhimento no Coração do Pai, pelo Filho no Espírito Santo. Que a fé e a Palavra de Deus sejam conforto e certeza para os seus familiares por quem também oferecemos a nossa oração e a nossa súplica.

 

Dia da Diaconocracia

“Exulta de alegria Igreja de Lamego” (D. António Couto). No passado dia 26 de novembro foi um dia cheio para a nossa Diocese de Lamego, pois convergiu nesse domingo três celebrações: a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, o dia da Catedral e a Ordenação Diaconal. Nesse domingo a Igreja celebrou a diaconocracia, o poder do serviço, foi esta realeza inédita que Jesus instituiu o reino do Rei-Trespassado, o rei segundo o dizer de D. António Couto que “reina a partir de dentro”. Sendo o momento propício para a nossa Diocese de Lamego, ser enriquecida com ministério diaconal conferido a Vítor Manuel Teixeira Carreira, filho de Dionísia Cardoso Teixeira Carreira e de Manuel Matias Carreira, membro da comunidade paroquial de Nossa Senhora da Piedade de Queimadela (Armamar). D. António Couto exortou o Vítor para ter sempre presente esta forma de reinar de Jesus através da mansidão e do serviço. Também celebrou-se a dedicação da Catedral que ocorreu a 20 de novembro (1776), mas que habitualmente é “diferido” para o domingo do Cristo-Rei.

Ao Diácono Vítor desejamos as melhores felicidades e pedimos a intercessão de S. Sebastião e St. Agostinho, nossos padroeiros diocesanos, diante de Jesus Rei-Trespassado pelos bons frutos do seu ministério diaconal. Por fim, neste domingo cheio a nossa Diocese exultou de alegria.

Pe. Ângelo Santos, DDPV, in Voz de Lamego, ano 87/52, n.º 4438, 28 de novembro de 2017