Archive

Archive for the ‘Dia da Família Diocesana’ Category

PEREGRINAÇÃO DIOCESANA | Editorial Voz de Lamego | 13 de junho

A Diocese de Lamego tem encontro marcado para Fátima, no próximo sábado, 17 de junho, para a 3.ª Edição da Família Diocesana. Depois do Santuário dos Remédios, do Santuário da Lapa, chega agora a vez do Santuário de Fátima, em ano de Centenário das Aparições.

O Pe. Joaquim Dionísio, Diretor da Voz de Lamego, no seu editorial, convida-nos à festa, à vivência da fé, ao estreitar dos laços que nos unem como Igreja, afinando a caminhada comum.

PEREGRINAÇÃO DIOCESANA

No próximo sábado, 17 de junho, milhares de fiéis da nossa diocese estarão a caminho do Santuário de Nossa Senhora de Fátima para viver o Dia da Família Diocesana, no âmbito da celebração do Centenário das Aparições.

As previsões apontam para uma presença de alguns milhares de peregrinos, o que ilustra o carinho dos nossos diocesanos pela Mãe, bem como o sentido de pertença a esta “porção do Povo de Deus”. Embora dispersos pelas 223 paróquias, com ritmos distintos e marcados pelas diferenças de cada zona, partilhamos a mesma fé e alegramo-nos com o encontro fraterno.

A festa da Família Diocesana tem como objectivo congregar, quase no término do ano pastoral, paroquianos de todas as idades, membros de Movimentos e Grupos, responsáveis de serviços, ministros ordenados e instituições para celebrar, com Jesus Cristo e na presença da Mãe de Deus, a comunhão e experimentar a catolicidade.

Nem todos poderão participar (data, afazeres, distância, idade, saúde, transporte), mas os que forem poderão testemunhar depois a alegria vivida e o desejo de avançarmos na mesma direcção. Afinal, a diocese é um “nós” a caminho de Deus que se esforça por viver e anunciar o Evangelho, concretizando, neste chão, a Igreja de Jesus Cristo.

Assim, o Dia da Família Diocesana é uma oportunidade para suplicar e agradecer as bênçãos de Deus, invocar a intercessão de Maria, testemunhar a fé, celebrar uma pertença, louvar a generosidade de tantos baptizados comprometidos e empenhados na missão, bem como para sublinhar o dinamismo das nossas comunidades e dos seus pastores.

Mas é, também, ocasião para aprofundar a unidade e afinar a caminhada comum, tendo sempre como horizonte o serviço ao Evangelho, a edificação da Igreja e a salvação de todos.

Porque é o Senhor que nos move, nos acompanha e nos espera mais à frente.

in Voz de Lamego, ano 87/31, n.º 4416, 13 de junho 2017

Dia da Família Diocesana – Lapa – 25 de junho de 2016

Acólitos da Paróquia da Sé na Festa da Família Diocesana, na Lapa

pedras-foto

Apesar do calor intenso que apelava mais a um dia na piscina, os acólitos da Sé vestiram as suas (quentes!) albas e rumaram à Lapa para se unirem à Família Diocesana em peregrinação. Com eles, vários familiares, alguns de bem tenra idade, que não quiseram deixar de honrar a Mãe do Céu num dos seus santuários mais queridos.

Foi forte a presença de acólitos de todas as paróquias da Diocese, de todas as idades, e muito bom o convívio fraterno entre eles e a oportunidade de se conhecerem e verem como são tantos os que na nossa Diocese se dedicam ao serviço do altar.

Após a Missa Campal retornamos ao santuário para, em grupo, passarmos a Porta Santa e rezarmos por todos os acólitos do Mundo e suas famílias e, em particular, pelo Francisco e sua família, que não vieram connosco por motivo de doença grave dum tio. Que a Senhora da Lapa lhes dê força e coragem para ultrapassarem este mau momento.

Claro que no final de um dia tão cheio e com tanto calor veio mesmo a calhar um geladinho antes do regresso, felizes e em paz com Deus e connosco.

IM, in Voz de Lamego, ano 86/33, n.º 4369, 28 de junho de 2016

Programa Ecclesia: Dia da Família Diocesana – Lapa 2016

Dia da Família Diocesana. Proximidade entre irmãos, à volta de Deus

IMG_7929

Proximidade e ternura entre irmãos e à volta de Deus

Tal como agendado no plano anual, o último sábado de Junho foi o dia escolhido para a vivência do Dia da Família Diocesana. Aconteceu no Santuário de Nossa Senhora da Lapa e congregou muitas centenas de diocesanos que, à volta do seu bispo, expressaram a sua fé e testemunharam a alegria de uma pertença.

DSCF2019

Uma iniciativa que começa

Pelo segundo ano consecutivo, a nossa diocese decidiu convidar todos os diocesanos a viverem um dia diferente, celebrando a fé e experimentando a proximidade diocesana. É verdade que, habitualmente, tal pertença festiva era assinalada na Solenidade de Cristo Rei do Universo, muito por força da presença dos diversos Movimentos e Grupos, com destaque para a Acção Católica Rural. Mas com a diminuição dos seus membros, a presença de diocesanos foi diminuindo. Com vontade de assinalar festivamente a data, foram fixadas para esse dia as possíveis Ordenações diaconais, na esperança de conseguir maior participação. Mas há anos em que, infelizmente, não há candidatos a essa Ordenação. Ler mais…

DIOCESE-FAMÍLIA

_MG_2407

Na variedade de temas, notícias e reflexões, semana a semana a Voz de Lamego aproxima-nos da região e aproxima das comunidades paroquiais, os movimentos eclesiais e a vida da Diocese de Lamego.

A chamada de capa desta semana vai para a Feira Medieval realizada na cidade de Lamego e para as Bodas de prata Sacerdotais do Pe. Agostinho Ramalho. Mas há muitos outros motivos de interesse para ler, refletir, e voltar a ler o Jornal Diocesano. Em vésperas do Dia da Família Diocesana – próximo sábado, 25 de junho, no Santuário da Lapa -, aí está a informação, com os horários e outras informações práticas e o Editorial, do Pe. Jaoquim Dionísio, que nos apresenta a Diocese como Família, reunida à volta do Bispo diocesano.

DIOCESE-FAMÍLIA

O documento conciliar sobre o múnus pastoral dos bispos (Christus Dominus) descreve a diocese como “porção do Povo de Deus que se confia a um Bispo para que a apascente com a colaboração do presbitério”. Esse povo, reunido pelo bispo “no Espírito Santo por meio do Evangelho e da Eucaristia, constitui uma Igreja particular, na qual está e opera a Igreja de Cristo, una santa, católica e apostólica” (CD 11).

Membros desta diocese de Lamego, somos um povo a caminho, com ritmos diferentes e sensibilidades diversas, marcados pelo chão que pisamos e pelos tempos que correm. Neste peregrinar, acompanha-nos a gratidão aos que nos precederam, a consciência do que somos e a confiança no Senhor providente que nos precede.

O Dia da Família Diocesana, marcado para o próximo sábado, no Santuário de Nossa Senhora da Lapa, é mais uma oportunidade para celebrar com alegria a Igreja local que formamos e experimentar a proximidade que faz de nós um Povo. Em ambiente festivo e descontraído, este acontecimento permite-nos visualizar uma diocese que é sempre mais que o meu arciprestado, a minha zona, a minha paróquia, o meu grupo ou movimento.

Pertencer à diocese é mais do que habitar no seu território, identificar as suas fronteiras, conhecer factos históricos, saber quem é o seu bispo ou rezar pelos fiéis que a formam. Tudo isso é bom, mas também se exige a cada um que sinta com esta Igreja, se ocupe e preocupe com a caminhada comum, que apareça e participe. Numa palavra, não podemos viver esta pertença de forma telescópica, à distância, com receio de misturas e da proximidade.

Aceitar o convite e rumar até à Lapa é assumir uma pertença comum e manifestar a vontade de participar na edificação de um corpo que precisa de cada um para crescer e se santificar.

in Voz de Lamego, ano 86/32, n.º 4368, 21 de junho de 2016

DIA DA FAMÍLIA DIOCESANA – 25 DE JUNHO de 2016 – LAPA

Dia da Igreja Diocesana_2016

Quando se aproxima o dia 25 de junho, último sábado deste mês, aí está o programa para este dia, na 2.ª Edição, neste formato, com algumas informações práticas para as paróquias e para os movimentos eclesiais.

DIA DA FAMÍLIA DIOCESANA – 25 DE JUNHO – 2016

“Com Maria, Peregrinos da Misericórdia”

no Santuário de Nossa Senhora da Lapa

PROGRAMA

9h30 – Acolhimento Concentração na rotunda  (Junto ao Miradouro e ao espaço das celebrações ao ar livre)

– Organização da Peregrinação

. Cada paróquia levanta a sua bandeira .

10h00Início da Peregrinação da Misericórdia (caminhada até ao Santuário)

– Entrada no Santuário – Porta Santa

Saudação a Maria

11h15 – Exposição do Santíssimo – Adoração (no átrio interior do Colégio)

 Confissões   (nos espaços interiores do colégio)

–Tempo de Oração com os Acólitos

12h00 – Tempo de Oração com os Movimentos Eclesiais (a cargo do MCC)

13h00 – Almoço (Partilha de farnéis)

14h00 – Convívio

15h00 – Início do cortejo processional para a celebração da eucaristia (a partir do santuário, integrando os acólitos e as bandeiras das paróquias presentes)

15h30 – Eucaristia (no espaço previsto para as celebrações ao ar livre)

             – Despedida

 

Aspetos a ter em conta:

– As paróquias para além das pessoas em geral, devem marcar presença, quanto possível, com os seus Acólitos . Devem também trazer uma bandeira ou estandarte que ajude à sua identificação.

– Esta jornada em Ano Santo da Misericórdia pretende-se que seja vivida com certo espírito de interioridade. Será dada uma atenção particular à oração e ao Sacramento da Reconciliação.

Pede-se aos sacerdotes disponibilidade para atender as pessoas que desejem reconciliar-se.

 

Pe. José Manuel Melo

Coordenador da Pastoral, in Voz de Lamego, ano 86/26, n.º 4365, 31 de maio de 2016