Início > Editorial, Papa Francisco > Editorial Voz de Lamego: O Papa e o cansaço

Editorial Voz de Lamego: O Papa e o cansaço

No passado sábado, 4 de junho, o Santo Padre recebeu um grupo de 160 crianças, que participaram no “Comboio das Crianças”, algumas a viverem em situação de fragilidade pessoal e/ou social. Entre elas, também crianças ucranianas. O encontro com o Papa permitiu um diálogo muito expressivo. Uma das crianças, Catherine, perguntou-lhe se era cansativo ser Papa. Antes, um outro menino, Edgar, perguntou como se sentia sendo Papa. A resposta é clarificadora: “O importante, em qualquer profissão em que a vida nos coloca, é que nunca deixemos de ser nós próprios… como pessoa, se tenho este trabalho, devo tentar fazê-lo da maneira mais humilde e mais de acordo com minha personalidade, sem tentar fazer coisas que sejam estranhas a quem eu sou”.

Veio então a pergunta sobre o cansaço. O Papa respondeu dizendo que qualquer tarefa que realizamos tem uma parte de fadiga, de esforço, sublinhando, por exemplo, que ser pai e mãe é também um trabalho que exige esforço, dedicação, é um trabalho árduo. Porém, “Deus dá força para carregar as próprias fadigas” e é preciso realizá-las “com honestidade, com sinceridade e com trabalho”.

Nem todo o cansaço é igual. Pode ser mais físico ou mais espiritual. Pode ser consequência do esforço ou do desencanto em relação ao trabalho, à vida. Depois de uma jornada de apostolado, Jesus convoca os seus discípulos para o descanso: «vinde a sós para um lugar deserto e descansai um pouco». Na verdade, conclui o evangelista, “eram tantos os que chegavam e partiam que eles nem tinham tempo para comer” (Mc 6, 31).

É bem conhecido o episódio em que Jesus entra em casa de Marta, que se atarefa para Lhe proporcionar, a Ele e aos apóstolos, uma boa refeição, aprimorando o espaço para que possam também descansar. A sua irmã, Maria, senta-se aos Seus pés e escuta a Sua palavra. Perante esta atitude, Marta reclama a Jesus da inação da irmã. Jesus, então, responde-lhe: «Marta, Marta, estás preocupada e alvoroçada com muitas coisas, mas uma só é necessária. Maria escolheu a parte boa, que não lhe será tirada» (Lc 10, 38-42).

Aos discípulos, a ti e a mim, Jesus dir-nos-á para procurarmos, primeiro, o Reino de Deus e a sua justiça, concluindo: «Não vos preocupeis com o amanhã, porque o amanhã preocupar-se-á consigo próprio. A cada dia bastam os seus males» (Mt 6, 33-34). O ideal, e o compromisso, assenta na busca de equilíbrios, entre o descanso, a festa, a descontração e o esforço, trabalho e mesmo sacrifício. Fica sempre mais fácil se, o que fazemos e vivemos, for feito e vivido com gosto, convicção, por amor.

As dificuldades físicas do Papa Francisco e, certamente, como aconteceu com Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI, muitos assuntos sensíveis a refletir, rezar e resolver, têm-se tornado evidentes. Víamos o Papa a caminhar com dificuldade, ultimamente temo-lo visto em cadeira de rodas. A pergunta, a que nos referimos, fixa-se mais na missão que no estado físico, mas a resposta abrange a pessoa como um todo e neste caso a pessoa do Papa. Nas dificuldades e contratempos, a certeza que Deus dá a força para resistir, lutar, para prosseguir e, por conseguinte, temos visto o Papa presente, a intervir, a rezar, a rir, a interagir, com a convicção de que todos os momentos são oportunos para expressar a bondade de Jesus Cristo.

«Vinde a Mim todos os que estais fatigados e oprimidos, e Eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para as vossas vidas, pois o Meu sugo é suave e a minha carga é leve» (Mt 11, 28-30). Quando faltarem as forças, confiemo-nos a Jesus, pedindo-Lhe que venha em auxílio das nossas fraquezas.

Pe. Manuel Gonçalves, in Voz de Lamego, ano 92/30, n.º 4661, 8 de junho de 2022

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: