Início > Abertura do Ano Pastoral, Ano Pastoral, Editorial, Igreja, Nossa Senhora > Editorial Voz de Lamego: Maria em caminho e em comunhão

Editorial Voz de Lamego: Maria em caminho e em comunhão

Este sábado vai ser apresentado o Plano Pastoral da Diocese de Lamego para 2019/2020, com o logotipo que o ilustra, com a Carta Pastoral do nosso Bispo que o fundamenta e lhe dá conteúdo, com iniciativas, propostas e desafios que nos envolvem a todos. Um plano pastoral é aberto, orientador, traça caminhos, dá pistas, mas não resolve, não converte, não transforma se não houver vontade, se não se fizer caminho, se não se derem passos, não se abrirem os braços, se não houver coração, se não dermos as mãos!

O primeiro passo é a oração. Colocamo-nos diante de Deus, para O descobrimos como Pai, deixando que nos habite com a Sua graça e nos faça verdadeiramente irmãos. A oração predispõe-nos para a escuta da vontade de Deus, manifestável no diálogo sincero com os outros com os quais nos dispomos a caminhar.

Caminhar juntos. Não basta caminhar. Se cada um caminhar por si, sem se preocupar com os outros, com a direção que levam, com as dificuldades que carregam, com as quedas que os atrasam… e eles fizerem o mesmo connosco… podemos andar muito sem chegar a lado nenhum! Daí que ao caminho juntemos a comunhão. Uma pessoa sozinha nem para comer serve! Como dizia na passada quarta-feira o Papa, a vivacidade da Igreja nascente, com Pedro e os Apóstolos, tem a ver com o facto de terem deixado de se sentir sozinhos. Já não estão sós. Passaram a ser eles (o “nós” em andamento) e Espírito Santo, e assim testemunham com a alegria e destemor Jesus Cristo como Boa Nova para todos.

Caminhamos com os outros e em direção aos outros para lhes levarmos Cristo e a Sua mensagem de amor e de perdão, com o fito de reunir pessoas e fazer discípulos de todos os povos e nações. Fazemo-nos ao caminho para entrarmos em comunhão com os outros e com eles constituirmos o Povo de Deus.

Pelo caminho vamos encontrando fontes, estímulos, poços e poisos! A oração, a escuta e a reflexão da Palavra de Deus! O testemunho, a presença e a intercessão dos santos, dos que vivem na glória de Deus e dos santos ao pé da porta! Exultamos de alegria, porque Deus continua a mostrar o Seu rosto no rosto de muitas pessoas! E deveríamos perceber que o outro é rosto, no dizer de Levinas, que se impõe como presença, sinal e expressão do Totalmente Outro e sobre o qual não tenho domínio a não ser para acolher, amar e servir.

Um dos rostos que nunca pode faltar é o de Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe. Ela dá-nos o Caminho, dá-nos Jesus e, depois de nos dar Jesus, caminha connosco, exemplifica a missão e aponta a precedência: Fazei tudo o que Ele vos disser!

Pe. Manuel Gonçalves, in Voz de Lamego, ano 89/40, n.º 4527, 24 de setembro de 2019

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: