Início > Editorial, Igreja, Jesus Cristo, Visitas Pastorais > Editorial da Voz de Lamego: Farei novas todas as coisas

Editorial da Voz de Lamego: Farei novas todas as coisas

Eis que faço novas todas as coisas (cf. Apo 21, 5).

João Batista tinha enviado, a partir da prisão, emissários a Jesus, para confirmar o que ouvia dizer acerca d’Ele. Depois dos emissários partirem, Jesus questiona a multidão: “Que fostes ver ao deserto? Uma cana agitada pelo vento? Então que fostes ver? Um homem vestido de roupas luxuosas? Um profeta? Sim, Eu vo-lo digo, e mais que um profeta” (Mt 11, 8-14).

A minha pergunta seria outra: que fomos ver ao Presépio? O que que trazemos do encontro com Jesus? O Evangelho dá-nos pistas claras. O encontro com Jesus gera alegria, silêncio, adoração. Diante de Jesus, diante d’Aquele Menino, Deus frágil, Deus pobre, Deus amor, despojado de poder e de seguranças, não há outro caminho que não seja silêncio, oração, adoração, e alegria contagiante, que nos faz voltar renovados, com o coração cheio, iluminado!

Não ouvimos nem Maria nem José, pois diante de Deus que Se faz homem não há palavras que abarquem tão grande mistério! Os Pastores, por sua vez, aproximam-se extasiados, mas logo multiplicam em palavras tudo o que ouviram acerca do Menino. As palavras ajudam-nos a comunicar a alegria e a envolver outros no mistério. Os Magos regressam por outro caminho, transformados pelo encontro com Jesus. A Luz que os atraiu a Jesus é a mesma Luz que os devolve à sua terra e às suas ocupações: o Amor de Deus.

Um amor único permite-nos recentrar a vida no essencial, permite-nos dar qualidade a tudo o que fazemos. É a experiência dos pais. Até essa altura então eram felizes os dois, a partir do nascimento de um filho tudo se modifica e tudo faz mais sentido e é feito com mais alegria, também o trabalho, as canseiras e as dores!

Podemos regressar à nossa vida anterior, a nossas casas, às nossas famílias, ao nosso trabalho, mas por outro caminho, com outro olhar, com outra atitude. Quem se deixa plasmar pela graça de Deus deixará que Ele faça novas todas as coisas, mesmo as coisas antigas. O encontro com Jesus gera conversão e vida nova.

A Luz do Presépio ainda está visível, não a deixemos apagar, deixemo-nos transformar pelo Espírito Santo que nos enxertou em Cristo. É este o apelo do nosso lema pastoral: chamados e enviados em missão. O encontro como discípulos faz-nos apóstolos, faz-nos missionários.

É a interpelação do nosso Bispo nas Visitas Pastorais (de que fazemos eco no nosso Jornal): renovar, dar novo ânimo ao compromisso cristão, revitalizando as comunidades. No primeiro fim-de-semana de 2019, iniciaram as Visitas Pastorais à Zona Pastoral de Tabuaço, que se estenderão até ao final de maio. Tempo para D. António se encontrar com os seus diocesanos. Tempo para nos reencontrarmos fortalecidos na missão e comprometidos com a nossa identidade batismal.

Pe. Manuel Gonçalves, in Voz de Lamego, ano 89/06, n.º 4492, 8 de janeiro de 2019

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: