Início > Falecimento, , Oração > Paróquia de Almacave homenageia a Mãe de Mons. José Guedes

Paróquia de Almacave homenageia a Mãe de Mons. José Guedes

Comunidade Paroquial de Santa Maria Maior de Almacave

Homenagem a D. Maria José Fernandes Pinto

Começamos por citar Saint Exupéry quando escreve: “O essencial é invisível aos olhos; só se vê bem com o coração.”

Na Eucaristia de 7º dia pela D. Maria José, mãe do Senhor Padre José Guedes, a nossa “Mãe Zézinha” como a conhecíamos, a Comunidade Paroquial de Santa Maria Maior de Almacave está aqui para fazer memória da sua vida e da beleza da sua alma.

A mãe dos sacerdotes de uma paróquia é também nossa mãe “emprestada”. Mas há algumas, como a Mãe Zézinha tornam-se especiais pois ela, com a sua calma, a sua paz, a sua alegria e o seu sorriso sempre cativou quem dela se aproximava. Sempre uma brincadeira, um gesto de carinho emanava dela e nos fazia parar para falar com ela e lhe dar alguma atenção.

Há almas bonitas que vêm a este mundo para o tornar mais belo e nos deixarem memória indelével de que há anjos na Terra que, apesar dos seus sofrimentos e amarguras sempre confiam no Senhor como o seu prado verdejante e que há sempre uma solução de vida, vista com a certeza de quem ama a Deus incondicionalmente.

Vivendo com o seu filho, o Pe José Guedes ao longo de todo o seu tempo de sacerdócio, foi reconhecida e amada por todos, nas paróquias onde passou e, muitas saudades deixa nos corações dos que tiveram a graça de se cruzar no seu caminho.

A sua família chora a sua ausência mas a Paróquia de Almacave também vai sentir a sua falta, nomeadamente os que com ela privaram mais de perto. Foi testemunha de fé e de bondade e, para todos tinha um olhar meigo, de bondade e de afeto. Conhecia de cor as muitas centenas de paroquianos que identificava e conhecia pelo nome. Não deixava de estar presente em funerais onde, com a sua oração pelos falecidos associava as palavras de conforto à dor dos familiares.

O P. José Guedes reflete o seu vazio sem ela mas, aqui estão os seus paroquianos e companheiros de sacerdócio para o acompanhar, ainda que nunca possamos suprir tão grande perda.

Mas temos a certeza que não estamos sós. A Mãe Zézinha está lá no Céu a velar e a interceder por nós e pela sua família, agora que está junto de Deus que ela sempre amou e louvou.

Foi um ser belo que veio à Terra, por aqui andou e cativou e, a partir de agora os nossos olhos deixaram de a ver mas o nosso coração nunca deixará de a sentir presente.

A paróquia de Almacave agradece assim tão grande dádiva de amor que nos foi dado viver.

Até um dia destes na eternidade D. Zézinha.

IGuerra, in Voz de Lamego, ano 88/13, n.º 4450, 27 de fevereiro de 2018

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: