Arquivo

Archive for Janeiro, 2018

Natal no Hospital de Lamego

A Liga dos Amigos do Hospital de Lamego procura criar condições para que a estada dos doentes no Hospital de Lamego seja aliviada no que diz respeito aos aspectos humanos de cada um deles. Para além do acompanhamento diário no apoio aos doentes acamados e aos que se dirigem às Urgências, há momentos, ao longo do ano, que, pela sua relevância na vida quotidiana familiar e social dos cidadãos, a Liga procura valorizar para tornar mais ameno o afastamento da família e do seu ambiente natural. O Natal é, na nossa sociedade, um tempo muito forte em vibrações humanas afectivas, que urge suavizar naqueles que, por motivos de saúde, se mantêm hospitalizados.

Por isso, no dia 22 de Dezembro passado, a Direcção e alguns Voluntários visitaram todos os doentes internados a quem deixaram, para além de palavras de conforto, os votos de rápida recuperação e uma pequena lembrança natalícia. Toda esta visita foi acompanhada pelas vozes juvenis e cheias de encanto do Coro do Grupo de Jovens da Sé – Lamego. A ternura e emoção, que os seus cânticos natalícios transmitiram aos doentes, não serão esquecidos por aqueles que os puderam ouvir. A todos os Jovens deste Grupo generoso e disponível, a Direcção da Liga transmite um sentido agradecimento, tendo a certeza que, do coração dos doentes, brotou gratidão ainda mais profunda.

Na atenção aos doentes, a participação da Liga será apenas complementar do trabalho, diário e contínuo, realizado por todos os profissionais que prestam serviço no Hospital de Lamego (Médicos, Enfermeiros, Pessoal Técnico, Assistentes Operacionais, Pessoal dos Serviços Administrativos). Eles são os primeiros a cuidar da saúde e do bem-estar dos doentes: um serviço que implica muita dedicação, saber e preocupação atenta e cuidadora. Estes profissionais do nosso Hospital são merecedores do reconhecimento grato e respeitoso da Liga. Nesta quadra natalícia, quis a Liga transmitir, a todos eles, através de um pequeno gesto simbólico, um agradecimento pelo seu profissionalismo e pelo seu humanismo e desejar-lhes Boas Festas de Natal.

A Liga agradece à Senhora Enfermeira Olga Cardoso, Adjunta da Direcção de Enfermagem do CHTMAD e à Senhora Enfermeira Isabel Ermida, Directora dos Serviços de Humanização do mesmo Centro Hospitalar, a delicadeza com que nos acompanharam nesta visita.

A Liga faz votos de que, neste Natal, todos os Doentes e Profissionais de Saúde do nosso Hospital, tenham a Alegria e a Paz que o Menino Deus nos veio trazer, prolongadas pelo ano de 2018.

M. R., in Voz de Lamego, ano 88/05, n.º 4442, 2 de janeiro de 2018

Festa de Natal do Centro Social Filhas de São Camilo

Na tarde do dia 16 de Dezembro, o Centro Social esteve em festa. Reunimos os familiares e amigos dos nossos queridos utentes para uma tarde convívio de muita cor e alegria.

Contamos com a colaboração dos funcionários da casa para uma encenação natalícia intitulada por: “O verdadeiro espírito de Natal” onde se incentivou as pessoas a refletirem sobre o verdadeiro significado do Natal, pois não é só prendas, casas e pinheiros enfeitados e luzes cintilantes… Natal é muito mais, Natal é Jesus. Por isso se alguém desejar e aceitar Jesus, vai experimentar o verdadeiro espírito natalício.

Entre cantorias e declamação de poemas, houve lugar também para uma representação de uma dança pelos nossos queridos utentes do centro, com a orientação da animadora. O presépio vivo esteve também presente na festa, com interpretação dos utentes. Por fim, chegaram os Reis Magos ao estábulo onde se encontrava o menino Jesus, Maria, São José, o anjo, o burrinho e a vaca.

A Superiora Liliana tomou palavra no fim do programa deixando a sua mensagem aos utentes e seus familiares, manifestando a esperança de no próximo ano voltarem a compartilhar grandes momentos como os desta festa. Logo de seguida deu-se início ao lanche partilhado, onde os nossos queridos utentes saborearam com um enorme gosto os doces natalícios.

Agradecemos a todos os que se deixaram envolver nesta festa, principalmente aos familiares que dedicaram o pouco do seu tempo para estar junto do ente querido. O Natal é uma das datas que já se transformou em sinónimo de festa de família, aproxima as pessoas e nos faz refletir sobre o que realmente significa a família na nossa vida.

Neste Natal que o Menino Jesus abençoe todos os que sabem o verdadeiro significado da palavra FAMÍLIA e ilumine os corações daqueles que a abandonaram ou dizem não ter, afinal, somos todos irmãos, somos uma grande família filhos do mesmo Pai. Votos de um Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

São os votos desta família – Centro Social Filhas de São Camilo.

 

in Voz de Lamego, ano 88/05, n.º 4442, 2 de janeiro de 2018

BÊNÇÃO . FERIDA | Editorial Voz de Lamego | 2 de janeiro de 2018

BÊNÇÃO . FERIDA

Iniciámos ontem uma nova etapa, um novo ano. Diante de nós estão agora doze meses e muitos dias, prenhes de possibilidades, que ansiamos viver com alegria e cumprir de forma realizadora.

Mas também sabemos que o novo ano pode suscitar sentimentos diversos, de acordo com a situação em que cada um se encontra. Para uns representará a oportunidade de ser, ir, conseguir, chegar; para outros poderá aparecer como repetição, tempo sem sabor ou motivações; para uns uma passagem que se deseja rápida para uma meta que está mais além; para outros apenas a recordação de que se aproxima o fim.

Numa palavra, podemos sempre falar do novo ano como uma oportunidade de bênção, mas sem esquecer que no seu decorrer poderão aparecer feridas. É verdade que, a escolher, preferiríamos apenas o bom, a bênção… mas isso só acontece no mundo virtual. Porque no mundo real também há lágrimas, limites, erros, distâncias, ressentimentos…

Ao longo da vida, da contagem dos anos, vamos tomando consciência de que Deus nos concede bênçãos, mas não nos dispensa de agir responsavelmente; que o tempo disponibilizado pelo calendário permite ser, mas não isenta de riscos; que o amor dos outros nos protege e motiva, mas não livra de quedas; que cada vida humana é um caminho percorrido em ritmos diferentes, um todo onde convivem diferentes momentos e etapas, se conjugam disposições e opções diversas, se articulam escolhas mais ou menos conseguidas…

Com realismo, olhamos 2018 como uma bênção, sem a ingenuidade de pensar que o mal estará ausente e longe do fatalismo de quem se deixa derrotar sem ter começado. Avançamos decididos e motivados, confiantes na providência divina e animados pela esperança que a fé nos confere.

Um abençoado 2018.

Pe. Joaquim Dionísio, in Voz de Lamego, ano 88/05, n.º 4442, 2 de janeiro de 2018