Início > Ano Pastoral, D. António Couto, Eventos, , Igreja, Testemunho, Visitas Pastorais > Visita Pastoral de D. António Couto à paróquia de Nespereira – Cinfães

Visita Pastoral de D. António Couto à paróquia de Nespereira – Cinfães

Esteve entre nós, desde o passado dia 5 de Outubro até ao dia 8 do mesmo mês, o Bispo de Lamego, Sua Excelência Reverendíssima, o Senhor Bispo D. António José da Rocha Couto, venerando Bispo da Diocese de Lamego.

Esta visita, está inserida no calendário das visitas pastorais às paróquias da Zona Pastoral de Cinfães.

No dia 5, pelas 16:30, foi recebido na Capela de S. Brás, onde celebrou missa e administrou o Sacramento da Santa Unção a várias dezenas de idosos vindos de toda a paróquia e do lar de idosos. Agradecemos a disponibilidade da direção do Lar pelo transporte que realizaram com muita eficiência. Todos sentiram um contentamento ímpar pela oportunidade de receberem, por parte de D. António, a Santa Unção.

De seguida dirigimo-nos para o Centro Paroquial. Sua Excelência Reverendíssima teve um encontro com os Crismandos e seus padrinhos para lhes explicar o sentido do Sacramento que iriam receber no domingo seguinte. Convidou-os a viverem segundo o Evangelho, a acolherem os dons de Deus, tornando-se membros vivos da comunidade cristã.

Terminamos o primeiro dia com um jantar convívio na residência paroquial com o conselho económico da paróquia.

No dia seguinte pelas 10: 00 horas, o Sr. Bispo, visitou a Junta de freguesia. Depois das habituais Boas Vindas, tanto por parte da Presidente da Assembleia, Dr.ª Maria Emília Teles, como do Presidente da Junta, Mário Leitão, teve lugar a entrega de simbólicos presentes e a seguir, foi a vez de passar a constar no livro de Honra da Autarquia, tal visita. D. António revelou-se de trato simples, afável e muito comunicativo. O presidente agradeceu, augurando-lhe longa vida e que volte mais vezes.

De seguida visitamos alguns doentes acamados e idosos do lugar de Vila- Chã, onde deixou palavras de conforto e incentivo às pessoas que tratam e cuidam dos seus familiares.

De seguida dirigimo-nos ao Centro Escolar que envolve crianças que frequentam o pré-escolar, dos três aos cincos anos e 1º ciclo. Todos estavam eufóricos por receber tão ilustre visita. Acompanhados dos professores deram as Boas- Vindas e cantaram com muito entusiasmo uma canção. O Sr. Bispo disse-lhes que todos eles são muito importantes para a construção de um mundo novo e que devem ter muita alegria e transmitir essa alegria aos colegas, aos pais, aos amigos…

Ao fim da manhã visitamos a Sede do Rancho Folclórico de Nespereira, aí almoçamos e o Sr. Bispo ficou a conhecer o Museu Etnográfico do Rancho. A presidente do Rancho, Dona Idalete Teles, agradeceu a visita e ofereceu ao Sr. Bispo alguns presentes alusivos à atividade do Rancho. O Sr. Bispo agradeceu e deixou palavras de incentivo a continuar a trabalhar na preservação das tradições do nosso povo.

O tempo estava muito quente e era bom permanecermos nas instalações do Rancho porque a companhia era agradável e o corpo reclamava descanso para a digestão do almoço tão saboroso mas tínhamos que continuar.

No programa estava previsto a visita aos doentes e pessoas que viviam sós no Lugar de Ervilhais e Pindelo e assim aconteceu.

Pelas 18:00, o Sr. Bispo celebrou missa na Capela de Ervilhais. Quase todo o lugar estava presente para acolher e ouvir a Palavra do Pastor.

O jantar na Residência paroquial foi com todos os presidentes das associações da paróquia. Depois do jantar, o Pastor reuniu com os movimentos paroquiais no Centro paroquial. Apresentaram-se os vários grupos paroquiais. O Sr. Bispo a todos agradeceu a presença e convidou a serem Cristãos comprometidos, a levar Cristo, principalmente àqueles que vivem mais sós e abandonados. Indo ao encontro dos irmãos através de grupos de visitadores.

No dia 7 de Outubro, o terceiro dia da visita pastoral, começou na Associação de Pindelo. Foi recebido com alegria e satisfação pelo Sr. Presidente da associação e alguns sócios, que estavam à sua espera. E foi de uma forma simples e próxima, que, com todos conversou, mostrando-se curioso e interessado por saber a história da associação e quais as atividades que costumam organizar. Houve tempo para tirar algumas fotos. Recebeu por parte do presidente da associação, Mário Leitão, uma pequena lembrança, que amavelmente agradeceu.

O Senhor Bispo dirigiu-se para o lugar de Paradela, que fica no outro extremo da paróquia, onde visitou alguns doentes e acamados, onde pode constatar uma realidade difícil de quem vive num lugar afastado do centro da freguesia e habitado maioritariamente por idosos. Ainda nessa manhã celebrou a Eucaristia na Capela de S. Joaquim e Santa Ana, no mesmo lugar. Foi acolhido com entusiasmo e alegria pelas pessoas que o esperavam junto à Capela. O Sr. Bispo cumprimentou todos os presentes e rezou com todos e por todos.

Nesse dia almoçamos no Complexo Social Armando Soares, de seguida, visitou as instalações, terminando essa visita na sala de atividades e no convívio com os mais idosos. D. António conversou, ouviu, deu a sua bênção e deixou uma mensagem de muito carinho e esperança num futuro em que a sociedade, embora continuando a olhar para a infância, não esqueça a terceira idade.

Da parte da instituição D. António recebeu a gratidão pela visita e algumas peças de artesanato feitas pelos utentes, sobressaindo um terço feito em renda. Recebeu, ainda, um convite da Dona Arminda, a utente mais idosa da instituição que completará em 2018, 100 anos de vida e que prometeu guardar para D. António, o “meiínho da vitela, que é o mais tenrinho”.

De seguida visitamos a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Nespereira. Onde foi recebido com muita alegria. Foi homenageado pela guarda de honra composta pelos elementos das equipas de primeira intervenção aos fogos florestais e pré-hospitalares. Efectuou uma visita ao quartel acompanhado pelo Vice- Presidente e Comandante. Esta visita coincidiu com o 44º aniversário da associação, tendo o comandante convidado o Sr. Bispo a fazer parte da festa e a comer uma fatia de bolo e a beber uma taça de champanhe.

A associação em forma de agradecimento pela visita entregou ao Sr. Bispo uma medalha da Associação. Os bombeiros ficaram muito gratos pela visita de tão ilustre personagem.

De seguida o Senhor Bispo dirigiu-se à Associação da Casa do Povo e à Sede da Banda de música. Estas associações receberam D. António com muita alegria e afecto nas suas sedes de trabalho. D. António felicitou o trabalho que têm desenvolvido, transmitindo palavras de incentivo, coragem e alegria para estas continuarem o seu magnífico trabalho.

Ao fim da tarde o Sr. Bispo celebrou na Igreja paroquial a missa Vespertina. No fim da Eucaristia fizemos a romagem ao cemitério para lembrar os nossos irmãos que já partiram e que continuam a viver em comunhão connosco.

O Jantar teve lugar na Residência paroquial, agora com o grupo de pessoas responsáveis pelas festas religiosas da paróquia.

No dia 08 de Outubro, último dia da Visita Pastoral, pelas 10: 00h, Sua Excelência Reverendíssima chegou junta da Igreja, onde foi acolhido pelas crianças da catequese e pelos jovens que deram as Boas- Vindas. Dirigiram ao Sr. Bispo palavras de entusiasmo e alegria pela presença do Pastor, junto das suas “ovelhinhas”, ofereceram um cesto de flores e alguns desenhos elaborados na catequese.

A Eucaristia teve lugar na Gruta de Nossa Senhora de Lurdes um local tão especial e magnífico. O Pároco, Pe. José Augusto, no início à celebração, dirigiu uma palavra de Boas-Vindas, referiu: “ Está entre nós como Pastor para conferir a estes Crismandos o Sacramento do Crisma, pelo qual, se irão unir mais plenamente a Cristo e à Sua Igreja, pois irão receber, o Espírito Santo. Aquele que santifica e dá a vida”.

Na homilia, o Sr. Bispo lembrou que Deus é Pai, que nos convida a fazer e a construir um mundo novo. Um mundo onde impere a comunhão de todos e o Espirito de fraternidade. Convidou os jovens que iam receber o Sacramento do Crisma a serem teimosos, descarados e desenvergonhados a anunciar Deus em que acreditam, um Deus que é Pai e que está próximo de todos e principalmente daqueles que estão mais sós e abandonados.

Animou a celebração o grupo coral litúrgico da Igreja de Santa Marinha e da Capela de S. Brás.

Esta visita pastoral foi uma graça e uma bênção para toda a paróquia. Toda a comunidade sentiu a presença amiga, afável, serena e sábia do nosso Bispo. Obrigado Sr. D. António Couto.

in Voz de Lamego, ano 87/48, n.º 4434, 31 de outubro 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: