Início > Ano Pastoral, Eventos, , Igreja, Jesus Cristo, Jovens, Oração, Testemunho > Vigília Missionária em Vila da Ponte | 2017

Vigília Missionária em Vila da Ponte | 2017

Missionários da Paz!

Foi no passado sábado, dia 28 de Outubro, que os JSF Vila da Ponte nos acolheram para a já “tradicional” Vigília Missionária. Ali nos juntamos, mais de 80 jovens e adultos, para em conjunto com aquela comunidade paroquial rezarmos pelas missões, tendo como principal intenção a oração pela paz nos 5 continentes.

Ao entrarmos na Igreja deparamo-nos com um cenário pouco habitual: um grande muro feito com rede, blocos de cimento, arame farpado, correntes fechadas com um cadeado. Estava tudo demasiado cinzento! Porquê? Porque na parte inicial da Vigília íamos ser alertados para os muros que existem à nossa volta: “Muros que separam países… Muros que dividem famílias… Muros que nos envergonham…”

No entanto, depois de uma dinâmica penitencial, um jovem quebrou aquelas fronteiras abrindo o cadeado e permitindo que surgisse diante dos nossos olhos a palavra PAZ. Depois, à medida que rezávamos pela paz em cada continente, todo o cenário foi ganhando cor. Seguidamente escutamos um texto do Papa Francisco e uma passagem do Evangelho que nos alertavam para a necessidade de sermos anunciadores da paz de Jesus: ”A paz esteja convosco. Assim com o Pai me enviou também eu vos envio a vós!”

Entretanto, era hora de escutarmos o testemunho da Ana Pereira, uma Jovem Sem Fronteiras, que este ano partiu em voluntariado missionário para Cabo Verde. Pudemos ver algumas imagens da missão realizada e ouvi-la partilhar connosco alguns dos momentos que mais a marcaram. Para terminar, ela desafiou-nos a abraçar as pessoas que estavam ao nosso lado, mas a abraçar com o “coração”, quebrando os muros que existem à nossa volta.

Seguiu-se a Adoração ao Santíssimo, que é sempre um momento reflexão, uma forma de ”calar a nossa boca” que nos permite descobrir as nossas próprias barreiras e nos fortalece para conseguirmos construir juntos a paz mundial que todos tanto ansiamos.

Depois da Vigília não faltou um lanche de convívio que já é tão característico desta atividade.

Não posso terminar sem acrescentar uma nota pessoal quanto à organização em geral: se entramos num ambiente que à partida seria de guerra, à medida que fomos orando tudo mudou e conseguiram que sentíssemos como é urgente sermos missionários da paz!

Parabéns, mais uma vez, pelos pequenos pormenores que fazem a diferença.

Gisela Barreiro, JSF Godim, in Voz de Lamego, ano 87/48, n.º 4434, 31 de outubro 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: