Início > Ano Pastoral, Deus, Escolas de Fé, Eventos, Falecimento, Oração, Sacerdotes, Seminários, Testemunho, Vida > As Paróquias de Arícera e Goujoim prestam homenagem ao seu Pároco

As Paróquias de Arícera e Goujoim prestam homenagem ao seu Pároco

As paróquias de S. Cristóvão de Arícera e de Santa Eulália de Goujoim, do arciprestado de Armamar e Tarouca, uniram-se no domingo, 10 de Setembro, na celebração das bodas de ouro de vida sacerdotal e paroquial do Rev. P. Artur Mergulhão. Associaram-se à homenagem os presidentes, vereadores e membros da Câmara Municipal de Armamar e da Junta da União das Freguesias de Arícera e Goujoim.

Às 12.00h, na igreja paroquial de Arícera, reuniram-se os fiéis das duas comunidades, para a celebração da Eucaristia. Este foi o momento alto de ação de graças a Deus e de gratidão dos paroquianos pela vida do sacerdote e pároco que os vem servindo ao longo de cinquenta anos. Um período de tempo da vida do P. Artur marcado pela presença física, assistência espiritual e proximidade familiar, com um dinamismo pastoral e social, imprimido desde o início da sua missão. A homenagem continuou num almoço de alegre convívio, servido num restaurante da região, com todos os que quiseram associar-se a esta manifestação de apreço.

Na Missa e no almoço, em plena comunhão entre os fiéis das duas comunidades e destes com o seu pároco, houve intervenções que, pela palavra e pelas ofertas, expressaram o reconhecimento agradecido, recordando momentos vividos desde os primeiros tempos de vida paroquial e lembrando os traços humanos e sacerdotais que caracterizam o P. Artur Mergulhão.

O P. Artur foi referindo tudo o que lhe ia na alma em jeito de agradecimento a Deus e a todas as pessoas que o acolheram nestes cinquenta anos. Resumiu tudo o que viveu e está a experimentar, em gestos de amor de Deus e dos paroquianos e amigos, nas palavras que formam o lema que escolheu para a celebração das bodas de prata e agora das bodas de ouro e que integram todas as vivências do percurso e todas as pessoas que se foram consigo cruzando nas diversas dimensões da sua vida: “Uma vocação, um caminho, uma vida”.

Num preito pessoal, manifesto a minha gratidão pela amizade e fraternidade sacerdotal de que venho usufruindo ao longo dos anos.

Uma palavra de agradecimento a todas as pessoas que se empenharam, a título pessoal e institucional, na realização desta merecida homenagem.

Pe. José Francisco, in Voz de Lamego, ano 87/43, n.º 4428, 19 de setembro 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: