Início > Opinião, Vida > UM REPARO: PASSEIOS DE IDOSOS

UM REPARO: PASSEIOS DE IDOSOS

Por estes dias, em muitas das nossas freguesias, os mais idosos são presenteados com um passeio/convívio. Aqui se louva a iniciativa e se pede que a mesma se diversifique, tornando-se um hábito anual e não apenas quando se aproximam eleições.

Num país em que tanto se faz, e bem, pelas gerações mais novas, se apoiam associações desportivas e culturais, se investe em foguetes e cartazes, etc, também é importante oferecer algo a quem as forças físicas já vão faltando e que, em muitos casos, só nestas alturas tem um dia de descanso, uma jornada diferente e uma oportunidade para conhecer outras terras e conviver com outras gentes. Por isso, parabéns às autarquias que há muito têm o dia do idoso e outras iniciativas do género.
Há alguns anos andou por aí um filme intitulado “Este país não é para velhos”. No entanto, fora das salas de cinema, continuam a encontrar-se situações onde aquele título não é descabido: nas estradas, quando a sua pouca velocidade trava gente apressada; na caixa de supermercado, quando os gestos mais lentos retardam o avanço; nas repartições públicas, quando a impaciência de alguns funcionários aparece diante das menores capacidades de quem não andou na escola; na passadeira, quando obrigam a parar condutores atrasados; à mesa, quando o mastigar devagar retarda o fim da refeição; quando repetem histórias já ouvidas; quando não ouvem e obrigam a que se repita; quando afastam os serviços da sua área de residência…
Os passeios são uma oportunidade, entre outras, para lhes agradecer e lhes mostrar que são importantes, acarinhados e centro de atenções. Sem eleitoralismo, é bom que existam e se ofereçam mais oportunidades destas aos nossos mais velhos, enquanto lhes restam algumas forças para saírem e desfrutarem um pouco do país que somos.

JD, in Voz de Lamego, ano 87/37, n.º 4422, 25 de julho 2017

Categorias:Opinião, Vida Etiquetas:,
  1. José Aldo Buarque de Mendonça
    31/07/2017 às 13:43

    Gostei do presente artigo; finalmente uma luz para os que são idosos e não são compreendidos e nem respeitados nos caminhos de sua vida e principalmente quando estãos em alguma situação que requer por parte dos mais novos uma atenção especial no trato e muita paciência quando a oportunidade requer. Colocar-se em seu lugar no agir no dia a dia é ter profunda compreensão e respeito a dignidade humana. PAZ e BEM.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: