Início > D. António Couto, Editorial, Igreja, Jesus Cristo, Jovens, Oração, Ordenações, Sacerdotes > SERVIÇO E GENEROSIDADE | Editorial Voz de Lamego | 4.julho.2017

SERVIÇO E GENEROSIDADE | Editorial Voz de Lamego | 4.julho.2017

No primeiro domingo de julho, a Ordenação Sacerdotal do Luís Rafael, do Ângelo Santos e do Diogo Rodrigues. A edição desta semana da Voz de Lamego dá amplo destaque a este momento importante da vida dos novos sacerdotes e da Igreja em Lamego. O nosso Diretor, Pe. Joaquim Dionísio, faz eco da celebração, lançando os desafios para o futuro.

SERVIÇO E GENEROSIDADE

Desde o passado domingo que a nossa diocese conta com mais três sacerdotes no seu presbitério, o que é motivo de alegria e de acção de graças.

Para os neo-sacerdotes, a ordenação foi o culminar de um percurso livremente escolhido e assumido, ao longo do qual contaram com a oração, a presença, o testemunho e a ajuda de muitos.

Neste particular, uma palavra para referir o tempo vivido no Seminário, etapa de sementeira e oportunidade para crescer, amadurecer e discernir num caminho nem sempre livre de dúvidas ou ilusões. A decisão de avançar nem sempre é fácil perante a variedade de opções de vida. E diante do seu sim, louvamos a decisão, num tempo em que é cada vez mais difícil decidir-se e comprometer-se.

Dentro de algumas semanas serão nomeados para a missão que a Igreja lhes confia e para o serviço que lhes pede, no viver dos quais encontrarão crentes e não crentes, praticantes e não praticantes, acolhendo-os por igual e procurando-os, sem descanso, para lhes anunciar e mostrar Jesus Cristo.

Uma missão motivante, exigente, variada, desafiadora, nem sempre isenta de riscos e algumas vezes marcada pela ingratidão humana, mas sempre portadora da promessa de que nada é indiferente a Deus e que ninguém ficará sem a recompensa do Senhor da Messe.

Mais do que apresentar o padre pela variedade de actividades protagonizadas, talvez seja mais oportuno e justo referir-se-lhe como sendo um discípulo e seguidor apaixonado de Cristo, que pauta a própria vida pelos critérios do Evangelho e se esforça por ser uma bênção para o mundo.

É preciso uma fé forte e uma grande generosidade para ser padre. Mas o próprio também sabe que o Senhor o acompanha e que o Povo de Deus não cessa de interceder por si.

in Voz de Lamego, ano 87/34, n.º 4419, 4 de julho 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: