Início > Centenário das Aparições, , Igreja, Nossa Senhora > Centenário das Aparições | Viver a Mensagem

Centenário das Aparições | Viver a Mensagem

1 T UMAX PowerLook 3000 V1.8 [4]

Na semana passada escreveu-se aqui sobre os “apelos do Céu”, apontando para as aparições e para o que nelas foi ensinado. Isto porque se, inicialmente, o que mais impressionará serão determinados prodígios (visões e milagres), a verdade é que, o mais importante será sempre o ensinamento, a tal “mensagem” que deve ser escutada e acolhida. A “mensagem de Fátima” interpela e convida para uma vivência evangélica.

Olhando assim para Fátima, facilmente compreendemos que, mais do que as estruturas levantadas, as peregrinações habituais, os relatos que se fazem, as imagens dos peregrinos que se propagam, a presença de protagonistas mais ou menos conhecidos… o mais importante será sempre a “mensagem” e o apelo à sua vivência.

O Santuário de Fátima, enquanto espaço, é uma referência mundial e incontornável ponto de encontro da Igreja em Portugal, mas cada peregrino que ali acorre deve empenhar-se em conhecer a sua “mensagem” e esforçar-se no seu cumprimento, porque por ali ecoam ensinamentos e apelos do Evangelho.

Afinal, que destaques reter da Mensagem de Fátima? Eis alguns…

Apelo à conversão. Num tempo em que o eterno é esquecido, todos são destinatários do convite para colocar Deus no centro, deixando-se guiar pelo Evangelho. A conversão é objectivo de toda a vida e condição de acesso ao Reino de Deus. Um convite que se torna mais urgente quanto maior é o risco de fugir de Deus, tratar a fé como algo supérfluo e cair na indiferença. E sabemos como a conversão de uns poderá beneficiar outros, porque o testemunho é visto e o exemplo pode ser seguido.

Penitência. Na vida do cristão estará sempre presente a cruz. Não porque se busque, já que o sacrifício não tem valor em si mesmo, mas porque a felicidade não se alcança com facilidade e tal iniciativa pode contribuir para a afirmação da vontade, o fortalecimento da determinação e fidelidade, para enfrentar o facilitismo e desenvolver a atitude de serviço. O sacrifício, a penitência, a expulsão do pecado da nossa vida pessoal de que se fala em Fátima, está ao serviço do caminho da cruz que se percorre para chegar à salvação. A luta contra o pecado é contínua, porque permanente é também a certeza da misericórdia de Deus.

Oração. Repetidamente, Nossa Senhora, na sua mensagem, uniu estreitamente, a penitência à oração do rosário, uma popular devoção que proporciona a contemplação de importantes passagens evangélicas e sintetiza, nas suas orações, importantes ensinamentos do Senhor. Rezar é estar diante de Deus e em comunhão com os irmãos. Desde as aparições do Anjo, em 1916, que Fátima apela à oração de adoração e do rosário. Em ambiente litúrgico, em assembleia ou a sós contribui para uma maior proximidade com Deus e com os outros, vencendo as tentações e ajudando no crescimento e perseverança do crente.

Continuaremos…

JD, in Voz de Lamego, ano 87/15, n.º 4400, 21 de fevereiro de 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: