Arquivo

Archive for 11/02/2017

Convívio Fraterno – 25 a 27 de fevereiro de 2017

jovens

Numa fase do mundo em que se vive ódio, violência, terrorismo, ameaças, insegurança… desesperança quanto ao futuro, lembremos o apelo do Papa Francisco, na sua Mensagem de Natal, quanto ao darmos voz à Paz e à Esperança, através do Poder do Menino Jesus e do Poder do Amor. É com este Poder que queremos levar Esperança aos jovens e dar-lhes a conhecer o imenso Amor de Deus.

É neste sentido que lançamos o convite aos jovens da Diocese de Lamego, para vivenciarem 3 dias diferentes e únicos na sua caminhada cristã, o Convívio Fraterno.

O Convívio Fraterno terá lugar na Casa da Obra Kolping, em Lamego, com início às 21h do dia 24 de fevereiro, prolongando-se pelos dias 25, 26 e 27 de fevereiro, sendo o Encerramento às 20h30 do dia 27 de fevereiro, aberto à família, amigos e restantes convivas.

Aos convivas e restante comunidade, pedimos a vossa ação: com o envio de correspondência  aos participantes, as intendência para https://goo.gl/forms/QrCo7g3kH66BW0CH3, a presença no Encerramento do Convívio, mas sobretudo vossa Oração durante os 3 dias de Convívio Fraterno.

Contamos com todos vós.

A Equipa Coordenadora do Movimento dos Convívios Fraternos da Diocese de Lamego

in Voz de Lamego, ano 87/13, n.º 4398, 7 de fevereiro de 2017

Formação Bíblica para jovens da Diocese de Lamego

jovens-biblia

Formação Bíblica

“Podia estar perdido Como um náufrago no mar

E ainda perder tudo, até o alento… Podia estar faminto

Como uma criança sem lar Mas eu sei que a Tua palavra Sempre me sustentará…”

 No passado dia 4 foi nos dada a oportunidade de aprofundarmos o nosso conhecimento sobre a Bíblia. Reunidos no Seminário de Lamego, o Departamento dos Jovens ajudou-nos a perceber que apesar de ser um livro “tão velho” ele tem tudo a ver com gente “tão nova” como nós.

Durante a manhã, após uma oração onde invocamos o Espírito Santo, recebemos a visita do Sr. Bispo, D. António Couto, que nos indicou o caminho para este dia de descoberta. De facto, no princípio deste percurso necessitávamos de uma orientação geral que nos ajudasse a compreender toda a jornada: a riqueza da Palavra de Deus não está num conjunto de palavras escritas num papel mas está naquilo que transparece, na profundidade do sentido daquilo que está escrito e que é lido, que é anunciado! Ler mais…