Início > Ano Pastoral, Catequese, D. António Couto, Eventos, Igreja, Jesus Cristo, Notícias, Visitas Pastorais > Visita Pastoral de D. António Couto na Paróquia de Alvarenga

Visita Pastoral de D. António Couto na Paróquia de Alvarenga

Pentax Digital Camera

A Paróquia de Santa Cruz de Alvarenga recebeu, na primeira semana de Fevereiro, a Visita Pastoral do Senhor Bispo de Lamego, que cumpriu, em quatro dias, o programa que fora estabelecido com o Pároco, Sr. Pe. Jorge Henrique Gomes Saraiva. Nem a meteorologia adversa, com ventos fortes, muita chuva e frio rigoroso, interferiu no programa.

No dia 1, encontrou-se com os vizinhos das capelas e locais de culto mais frequentados: Bustelo, Várzeas, Santo António, Pade e Igreja Paroquial. Ali orou com o povo e manteve com ele interessantes contactos em ameno tom coloquial, lembrando que Deus nos surpreende também hoje no presente. Deus vela, acordado, sobre o tempo e suas mudanças, não muito longe de nós, não no Céu acima das nuvens e atrás das estrelas, mas aqui no Sacrário da nossa Igreja – sublinhou o Sr. D. António, apontando com ambos os braços para o centro do Altar-Mór.

Pentax Digital Camera

Na manhã do dia seguinte, no Lar de Trancoso, depois de troca de cumprimentos afetuosos com todos e cada um dos utentes, celebrou a Santa Missa, solenizada com cânticos do grupo coral, e administrou o Sacramento da Santa Unção também aos circunstantes que se quiseram associar aos hóspedes da casa. A manhã terminou com o almoço em alegre convívio com todos.

E de tarde, visitou os doentes e idosos nas suas casas. Percorreu, com o Pároco, estradas e caminhos, de viatura automóvel e a pé, até junto de quem não podia sair de casa ou do leito de dor e sofrimento, mas onde a fé cristã está viva nos corações. Do Senhor Bispo sentiram gestos carinhosos e ouviram o pedido insistente do favor do seu valimento junto de Deus, de Quem são os filhos preferidos. Ninguém é inútil, ninguém se sinta pesado à sociedade, ninguém está a mais.

No dia 4, o Senhor Bispo foi recebido no início da tarde, na sede da Junta de Freguesia e nela descerrou uma placa comemorativa deste acontecimento, percorreu as instalações e inteirou-se do andamento das obras do auditório.

Na despedida, depois da entrega de ofertas ao visitante, aconteceu uma inesperada surpresa: alguém da comitiva de honra, já no recinto exterior junto à porta principal, pediu ao Senhor Bispo a Bênção Divina, como penhor do futuro e manifestação de fé cristã. Aqui fica este registo do repórter.

Pentax Digital Camera

A seguir, na Igreja Matriz, teve lugar um encontro com os movimentos e agentes da atividade pastoral, com as crianças da catequese e os crismandos. O Senhor Bispo ouviu, deixou as suas diretrizes, entreteve as crianças com palavras delas e quis deixar impressa no coração dos crismandos a atividade renovadora e indelével do Espírito Santo. É um passo de gigante para toda a vida, este que vão dar com o Sacramento da Confirmação do Espírito Santo.

No dia 5, foi o coroamento do programa, no espaço da Igreja Paroquial, onde o Senhor Bispo chegou pelas 11H30, acompanhado pelo Sr. Vigário Geral, Mons. Joaquim Dias Rebelo. Foi ritualmente recebido na porta da Igreja e solenemente saudado por um paroquiano que se fez eco das palavras do Pároco, oito dias antes: “o encontro com o Senhor Bispo é o encontro com Deus”. Não faltaram palavras de boas-vindas, flores de jardim e cânticos da alma, secundadas com uma sonora e prolongada salva de palmas. Era o exterior a ecoar a alegria interior dos cristãos, agradecidos pela sua presença.

Durante a Missa Dominical, foi administrado o Crisma a 19 jovens, que participaram ativamente no ofertório, com a apresentação de produtos da terra e da atividade humana, e, no momento de Acção de Graças mais solenizada, com uma encenação dos dons do Espírito Santo.

No final, houve ainda ocasião para um momento de palavras e gestos mútuos de agradecimento trocados entre o Pároco da comunidade visitada e o Sr. Bispo visitante.

A Paróquia ofereceu ao Senhor Bispo uma recordação em prata, alusiva à Dedicação da Igreja de Santa Cruz de Alvarenga, feita por encomenda a um artista do nosso concelho de Arouca.

Rui Mendes, in Voz de Lamego, ano 87/13, n.º 4398, 7 de fevereiro de 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: