Arquivo

Archive for 02/02/2017

Falecimento do irmão do Pe. Alfredo da Silva Libório

amanhecer-de-luz-e-vida-7865039

Deus nosso Pai, na Sua infinita Sabedoria e Benevolência, chamou à Sua presença, o Senhor Manuel Libório, irmão do reverendo Pe. Alfredo da Silva Libório, Pároco de Fontelo, Parada do Bispo e Aldeias.

O FUNERAL, com a Missa Exequial de Corpo Presente, realizar-se-á, amanhã, 3 de fevereiro de 2017, pelas 15h00, em Oreiras, no Patriarcado de Lisboa.

O presbitério de Lamego, sob presidência do nosso Bispo, D. António Couto, une-se em oração e nas condolências ao reverendo Pe. Libório, à família e aos amigos.

Que a oração desta hora, que nos une à família enlutada, nos confirme na fé, nos ilumine na esperança da vida eterna e, sempre, nos comprometa, na vivência da caridade. Agradecemos a Deus Pai o dom da vida deste nosso irmão, pedindo-Lhe o conforto da fé para a família e para todos nós ganas para darmos qualidade ao tempo, à história e à nossa vida.

CPM – Curso de Preparação para o Matrimónio

Microsoft Word - CPM 2017 - cartaz A4.doc

A preparação para o matrimónio, para a vida conjugal e familiar, é de importância relevante para o bem da Igreja. De facto, o sacramento do Matrimónio tem um grande valor para toda a comunidade cristã e, em primeiro lugar, para os esposos, cuja decisão é tal que não poderia ser sujeita à improvisação ou a escolhas apressadas.

Hoje, em não poucos casos, assiste-se a um acentuado deterioramento da família e a uma certa corrupção dos valores do matrimónio. O problema da preparação para o sacramento do Matrimónio, e para a vida que se lhe segue, emerge como uma grande necessidade pastoral antes de mais para o bem dos esposos, para toda a comunidade cristã e para a sociedade. Por isso crescem em toda a parte o interesse e as iniciativas para fornecer respostas adequadas e oportunas à preparação para o sacramento do Matrimónio.

O noivado inscreve-se no contexto de um denso processo de evangelização. De facto, vêm confluir na vida dos noivos, futuros esposos, questões que incidem sobre a família. Eles são, por isso, convidados a compreender o que significa o amor responsável e maduro da comunidade de vida e de amor que será a sua família, verdadeira igreja doméstica, que contribuirá para enriquecer toda a Igreja.

in Voz de Lamego, ano 87/12, n.º 4397, 31 de janeiro de 2017

Paróquia da Sé: Festa da Igreja

pedras-se

Cerca de 40 crianças do 5º ano da catequese da paróquia da Sé reuniram-se em volta do altar na Missa das 10 horas para partilharem com a comunidade cristã a alegria que sentiam por pertencerem a esta comunidade e, com todos nós, serem IGREJA.

Igreja viva, em crescimento, dinâmica e cheia de energia, como comprovaram estes meninos e meninas, felizes por estarem tão perto de Jesus, e a ser objeto das atenções dos seus familiares e amigos perante os quais reafirmaram o seu compromisso em continuar a ser construtores da igreja de todos nós; o nosso futuro como comunidade cristã.

Como sinal desse compromisso, cada criança depositou numa bandeja a sua fotografia, aos pés duma lindíssima imagem da nossa Sé ( primorosamente desenhada pelo Grupo de Jovens, sempre pronto a colaborar – parabéns jovens ! ).

Palpável foi também a alegria geral das crianças da catequese, entusiasmadíssimas com a festa dos seus colegas, questionando todos os passos do seu compromisso, querendo esclarecer tudo o que se passava e ansiando já pelo momento em que chegaria a altura de elas próprias darem testemunho.

E é assim, uns com os outros, vendo e testemunhando, rezando juntos e estando lá para os irmãos, que cresce a nossa comunidade, unida e fraterna, como Jesus quer.

in Voz de Lamego, ano 87/12, n.º 4397, 31 de janeiro de 2017