Início > Oração, Vida, Vocações > MISSÃO DOS CONSAGRADOS | Editorial Voz de Lamego

MISSÃO DOS CONSAGRADOS | Editorial Voz de Lamego

year-of-consecrated-life

A Voz de Lamego desta semana destaca, na primeira página, a formação bíblica para jovens, mas é só o início! No interior as notícias que marcam a vida da diocese e da região, propostas de reflexão, desafios. De destacar, no interior do Jornal Diocesano, os dois dias de formação do clero de Lamego, e a HOMILIA de D. António Couto na Solenidade de São Sebastião, Padroeiro Principal da Diocese de Lamego.

O Diretor da Voz de Lamego, Pe. Joaquim Dionísio, lembra-nos a Semana dos Consagrados, que termina a 2 de fevereiro…

MISSÃO DOS CONSAGRADOS

No dia 2 de fevereiro, a Igreja celebra a Apresentação do Senhor, 40 dias depois do Natal. Nessa data, e como o culminar de uma semana que se inicia a 26 de janeiro, também se festeja o dom da Vida Consagrada, oportunidade para agradecer a vida, a vocação, o serviço e o testemunho de tantos e tantos que, aqui perto ou por esse mundo fora e nas áreas mais diversas, participam na edificação da Igreja.

A Vida Consagrada, marcada pela fidelidade a Deus e pelo serviço aos outros, é um tesouro que não podemos ignorar. Ser religioso ou religiosa é optar por uma vida que não está em voga, sem aplausos ou garantias, mas será sempre um meio singular de ser “luz e sal do mundo” (Mt 5, 13-16).

Na semana que se aproxima, mais do que a preocupação pela diminuição de vocações ou a crise de fé, importa dar graças por tantas vidas felizes que vemos em tantos consagrados e agradecer o seu testemunho de fidelidade e de serviço. Sem pessimismos contagiosos ou ilusões triunfalistas, sabemos que só a fé nos faz ver ainda que há mais “trigo do que joio”, mais santidade que pecado na Igreja.

E se o olhar se volta para quantos professaram diante de Deus, a verdade é que, pelo baptismo, todos somos consagrados. Daí que, saudando os membros de congregações, institutos ou comunidades, não podemos ignorar a consagração baptismal que nos identifica com Cristo, nos introduz na Igreja e nos envia em missão.

Assim, em sintonia com o desejo papal de uma “Igreja em saída” e aceitando o repetido repto do nosso bispo para “ir”, talvez seja oportuno perguntarmo-nos: o que me pede o Senhor? Discernir, optar e agir é viver a consagração.

in Voz de Lamego, ano 87/11, n.º 4396, 24 de janeiro de 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: