Início > Editorial, Mensagem, Vida > COMPROMISSO E INDIFERENÇA | Editorial Voz de Lamego

COMPROMISSO E INDIFERENÇA | Editorial Voz de Lamego

Traditional Christian Christmas Nativity scene with the three wise men

Início de novo ano civil e de volta o Jornal Diocesano, Voz de Lamego, recuperando algumas notícias sobre o Natal, celebrações, momentos, desafios. Também o seu Diretor, Pe. Joaquim Dionísio, nos deixa o desafio do compromisso contra a indiferença, ousadia, vontade e envolvimento…

COMPROMISSO E INDIFERENÇA

No início de um novo ano civil e de uma nova etapa que desejamos cumprir com alegria e serenidade, vemo-nos solidariamente a caminho e formulamos votos para que cada um alcance a meta e se sinta amparado pela graça divina.

Como sempre, o novo ano afigura-se pleno de oportunidades e fazem-se promessas para ser, viver, estar, ir… Porque há vontade em conseguir, disponibilidade para começar e continuar, sonhos para concretizar. Se o conseguimos ou não, isso serão contas que ficam para depois.

Por agora, importante e urgente é querer e ousar, para não desperdiçar oportunidades e dons recebidos. Porque a vida não se vive, verdadeiramente, sem envolvimento. Neste caso, o pior que poderia acontecer-nos seria a indiferença, presente numa vida nem quente nem fria, sem protagonismo, desperdiçando o que se é e adiando o que se poderia ser e conseguir.

Um novo ano ou um novo dia exigem-nos disponibilidade atenta e contínua para não se tornarem oportunidades menos conseguidas. E assumir-se disponível pressupõe vontade de arriscar, abertura à novidade e compromisso.

É verdade que não conseguimos controlar tudo e que a surpresa e o inesperado podem surgir, entrar porta dentro e transtornar sonhos e metas, desviando do caminho e incutindo desânimo. Mas nunca serão momentos perdidos aqueles em que se ousou iniciar uma caminhada ponderada e desejada, o bem que se fez, os gestos e as palavras que ajudaram, a fé assumida e testemunhada…

No início de um novo ano civil, incapazes de dizer já como serão os seus dias, resta-nos a vontade de arriscar e de querer preencher, de maneira consciente e responsável, o tempo que nos é dado e o desejo de fazer bem todas as coisas. Isso será cumprir a vida e tornará 2017 uma etapa conseguida.

Boa caminhada!

in Voz de Lamego, ano 87/08, n.º 4393, 3 de janeiro de 2017

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: