Início > Eventos, Museu Diocesano de Lamego, Notícias > Transumância: a sua última rota

Transumância: a sua última rota

img_3007

O tema parecia condenado a um fracasso, mesmo depois de uma exposição no Museu Diocesano de Lamego, propaganda feita em desdobráveis, palavras sobre o tema, mas… ele tinha desaparecido com o tempo e a memória dos homens parece muito curta. Assim não pensou Albino José Poças, que em Castro Daire procura reavivar uma memória que fala de rebanhos que vinham de longe, ou para longe se dirigiam, à procura de melhores pastos, quando estes faltavam no seu ambiente natural.

Imagens, música e palavras juntaram-se e um belo sarau foi realizado e bem conseguido no Auditório do Museu Diocesano, em Lamego; as imagens iam aparecendo projectadas no «écran», a música, toda ela de carácter tão simples como belo, ressoou aos ouvidos dos presentes, privilegiando o tema da ovelha ou do cordeirinho, se bem que um poema de Fausto José sobre o Doiro e musicado pelo P.e Dr. Marcos Alvim fosse o tema de abertura, depois de uma entrada do Grupo do Coro da Universidade Sénior, sob a regência do seu Maestro, José Resende; foi este Coro que preencheu a primeira parte musical do Sarau, mas o «Cordeirinho Branco», com  letra de Fausto José e música do P.e Marcos Alvim, depressa entrou no ouvido dos presentes, bem como outras peças musicais, a que sucedeu a voz e a guitarra do P.e Marcos, onde um pequeno poema e música inéditos foram logo assimilados pelos presentes.

À palavra inicial de apresentação do P.e Dr. João Carlos juntou-se a de Albino Poças, o grande entusiasta do tema da Transumância, que nos deu a conhecer muitos dos meandros de que se ouvia falar, mas que se ignorava nas suas raízes e razões de ser. Tema antigo que não se limitava a rebanhos de ovelhas que vinham de longe para a Serra do Montemuro, pois se estendia ao gado bovino e num movimento que era um vai-vém, de harmonia com as necessidades de alimentação de bovinos ou ovelhas.

Só que os milhares de ovelhas, mais visíveis do que as pachorrentas vacas, foram rareando por vários motivos até que, em finais do século passado, teve lugar a «última rota», a que deu lugar ao trabalho agora desenvolvido por Albino Poças e que ele pretende reorganizar no espaço restrito de Castro Daire, juntando rebanhos ainda existentes na zona, dando lugar a um evento já conhecido além fronteiras e que se realiza em finais de Julho, para o qual teve a gentileza de convidar os presentes.

As suas palavras provocaram o interesse, que não só curiosidade, dos presentes que fizeram perguntas e desfizeram dúvidas, mesmo as que dizem respeito ao «lobo mau», que não podia faltar em temas de conversa e diálogo sobre cordeiros, ovelhas e rebanhos, a «pastorinha por ele comida e… aparecida viva no dia seguinte»; jornais do tempo, à mistura com as notícias dadas e desmentidas, mas que ainda hoje fazem parte das nossas histórias à volta de cordeiros e ovelhas, rebanhos e pastores, onde não pode faltar o tal «lobo mau», que até aparecia e assaltava ovelhas e cabras no meu pátrio Douro, onde os rebanhos não abundavam, mas onde uns e outros eram bem conhecidos.

E com o poema e música do «Cordeirinho branco de macio arminho, perfumado em rosas e a rosmaninho…» se encerrou o sarau que encantou pela sua beleza, leveza e, também, conhecimentos que nem sempre aparecem em momentos de verdadeira riqueza cultural como este. Encerrou o sarau o P.e Dr. Joaquim Rebelo, Vigário-Geral da diocese, e deixou um «obrigado» aos responsáveis e participantes no Sarau.

E agora, amigo leitor, se ainda a não fez, faça uma visita à Exposição patente no Museu Diocesano da Lamego, frente à Sé; há-de gostar, como eu gostei.

P.e Armando Ribeiro, in Voz de Lamego, ano 87/04, n.º 4389, 29 de novembro de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: