Arquivo

Archive for 16/11/2016

Notas sobre a Semana dos Seminários 2016

15065060_10211900858746985_1255256506_o

A semana que acabamos de viver, de 06 a 13 de novembro, foi toda ela dedicada aos seminários, com o tema «Movidos pela misericórdia de Deus».

O nosso bispo, D. António Couto, na sua mensagem para esta semana pede que rezemos com insistência não só pelos seminaristas da nossa diocese, mas também para que outros jovens possam vir a entrar nos nossos seminários. Bem sabemos que cada vez são menos os jovens que se querem entregar totalmente nas mãos de Deus, mas também sabemos que muitos são aqueles que ao longo de todo o ano rezam não só pelos seminaristas, mas por todos quantos vivem e colaboram nos seminários. Foi com este sentido de oração e também de gratidão que o Seminário Maior de Lamego decidiu “ir” a algumas paróquias da nossa diocese para viver esta semana com maior intensidade. Ler mais…

Paróquia de Almacave: Visita ao Seminário Maior

img_3092

No âmbito do programa de catequese da nossa paróquia de Almacave, e da semana do Seminários, realizamos uma vista no dia 05 de novembro, ao Seminário de Lamego. Pelas 15h30 da tarde, os grupos de 8.º e 9.º anos foram acompanhados pelos respetivos catequistas.

Quando chegámos ao Seminário de Lamego, realizamos inúmeras brincadeiras, jogos engraçados e atividades ao ar livre. Estas proporcionaram-nos bastantes momentos de alegria acompanhados por imensas gargalhadas e risos.

Depois de tanta diversão dirigimo-nos ao interior do edifício, onde encontrámos uma grande sala. Nesta sessão o seminarista Luís Rafael falou-nos sobre a «Vocação». Com o desenvolvimento do tema apercebemo-nos da origem do mesmo, este é derivado do latim «Vocare», que significa chamamento, ou chamado a exercer algo.

Antes de visitarmos o edifício foi-nos oferecido um lanche agradável, durante o qual tivemos momentos de grande confraternização, no Bar da Associação de Estudantes de Teologia.

No decorrer da visita entrámos em vários compartimentos, entre eles a simbólica Capela. A mesma apresentava uma passadeira fora do comum pois era verde e constituída por peças que nos faziam pensar nas várias paróquias da diocese de Lamego. Apresentava ainda uma imagem de Cristo sem braços, para nos fazer lembrar que todos nós, Igreja, representamos os braços d’Ele.

Visitámos também o refeitório, os quartos e ainda a biblioteca, onde se encontravam livros escritos em diversas línguas desde o latim ao francês. No interior do seminário encontram-se ainda dois claustros.

Esta iniciativa dos catequistas mereceu de todos nós, um obrigado pela experiência em conhecer um edifício com tanta importância na nossa diocese pois contribuiu ao longo de mais de 50 anos para a formação dos nossos sacerdotes. Por tudo isto, acreditamos que fomos privilegiados, pois para além dos seminaristas e sacerdotes também a nós foi-nos permitida a entrada no Seminário de Lamego.

 

Maria Ana Pimenta Rodrigues,

8.º Ano de Catequese da Paróquia de Almacave

in Voz de Lamego, ano 87/51, n.º 4387, 15 de novembro de 2016

ORDENAÇÃO E SERVIÇO | Editorial Voz de Lamego | 15 de novembro

dscn0102

Vivemos entre 5 e 13 de novembro a SEMANA DOS SEMINÁRIOS, vamos viver, na Diocese de Lamego, a Ordenação Diaconal do Luís Rafael, do Diogo Rodrigues e do Ângelo Santos. A edição da Voz de Lamego desta semana faz eco da Semana dos Seminários e apresenta o testemunho vocacional dos três jovens ordenandos, que, porquanto, se encontram em Retiro, para melhor e mais proximamente se prepararem para a Ordenação.

O Pe. Joaquim Dionísio, Diretor do nosso jornal diocesano, enquadra a celebração da Ordenação como serviço (a palavra diácono significa precisamente serviço, aquele que serve), no dia da Igreja Catedral, solenidade de Cristo Rei do Universo e Encerramento do Jubileu da Misericórdia:

ORDENAÇÃO E SERVIÇO

No próximo domingo, Solenidade de Cristo Rei e data prevista para se encerrar o Ano da Misericórdia, a nossa diocese vive com alegria a ordenação diaconal de três jovens que dão mais um passo rumo ao presbiterado.

A ocasião proporciona uma atitude de acção de graças ao Senhor da Vida e da Messe, mas também de felicitação a estes jovens que se disponibilizam para seguir Jesus Cristo. Num tempo de seminários quase vazios, é reconfortante participar nestes momentos.

O termo diácono significa servidor e já aparece na Igreja apostólica, designando alguém que está encarregado de um ministério eclesiástico e cuja missão se concretiza no domínio da caridade e da administração. Tal como ensina o Concílio Vaticano II, “é próprio do diácono… administrar solenemente o baptismo, guardar e distribuir a Eucaristia, assistir e abençoar o Matrimónio em nome da Igreja, levar o viático aos moribundos, ler aos fiéis a Sagrada Escritura, instruir e exortar o povo, presidir ao culto e à oração dos fiéis, administrar os sacramentais, dirigir os ritos do funeral e da sepultura” (LG 29).

Mais do que a abrangência da missão, importa reter a identificação com Jesus Servidor que chama e envia. Aliás, a Igreja vive para evangelizar e é por causa da missão que a hierarquia, da qual o diaconado faz parte, existe (LG 29). E assumir tal propósito ilumina todo o percurso e fornece critérios de actuação. A ordenação não é sinónimo de estatuto, regalia ou mera satisfação pessoal, mas vontade de servir e imitar o Mestre.

No exercício da missão, a oração apresenta-se como a primeira e fundamental forma de resposta à Palavra, a quem o diácono deve permanecer fiel, assumindo ainda o encargo de a transmitir integralmente, com competência, clareza e profundidade (PDV 47).

Só um serviço vivido plena e integralmente será verdadeiramente convincente.

in Voz de Lamego, ano 87/51, n.º 4387, 15 de novembro de 2016