Início > D. António Couto, Eventos, , Igreja, Jesus Cristo, Notícias, Visitas Pastorais > Visita Pastoral de D. António Couto a Moimenta da Beira

Visita Pastoral de D. António Couto a Moimenta da Beira

dsc06113

Quando o começo decorre num caloroso clima de acolhimento e o fim acontece num clima de grande alegria e participação, é sinal que o durante foi um tempo agradável de festa, de encontro, de convívio, de descoberta, de entrega, de partilha de preocupações, de incentivos, de emoção, de oração, enfim, um pouco de tudo o que é bom e belo, no contacto direto do pastor com cada pedaço do seu rebanho.

A visita pastoral do Dom António Couto a Moimenta da Beira começou no dia 25, terça-ferça, pelas 10h, com uma honrosa receção no átrio e, depois, no salão nobre dos Paços do Concelho. Segue-se uma visita guiada pelo Senhor Presidente, às instalações da mesma. Dali a partida foi para a Conservatória, o Ministério Público e Tribunal, onde Senhor Bispo teve a oportunidade visitar os diversos serviços, de acatar algumas da preocupações dos oficiais de justiça e ainda de usufruir de um pequeno lanche. A manhã terminou com a visita à Junta de Freguesia da vila. A tarde foi tempo de visitar a Biblioteca Municipal, a Repartição de Finanças, o quartel dos Bombeiros Voluntários, o Destacamento Territorial da GNR e por último o Clube de Desporto e Recreio. Já ao início da noite, houve oportunidade para um encontro – primeiro diálogo e depois lanche ajantarado – com todos os colaboradores pastorais da paróquia.

dsc06577

O segundo dia, quarta-feira, dia 26, começou ainda mais cedo, e foi dedicado à indústria e à comunicação social local. Às 9h30 já o Dom António Couto estava na zona industrial. Começou o périplo pela Desfruta (indústria embaladora e comercializadora de maçã). Depois visitou a Polimagra (empresa de exploração, corte e exportação de pedra). De seguida, foi à Insercol (fábrica de estruturas e coberturas metálicas). Terminou a manhã na Cooperativa Agrícola do Távora, secção do vinho. De tarde visitou a secção das maçãs da mesma cooperativa. Seguiu então para o Jornal Terras do Demo, depois foi a vez de visitar a Universidade Sénior e terminou o dia na RRT (Rádio local de Moimenta da Beira), com uma entrevista em direto.

O terceiro dia foi inteiramente voltado para o ensino. A visita começou no infantário da AMAI (Associação Moimentense de Apoio à Infância). Passou depois para o Agrupamento Vertical de Escolas: primeiro foi ao Centro Escolar, depois à EB2, de seguida à EB 3 e Secundária, onde almoçou, na cantina. De tarde, grande parte do tempo foi passado na Artenave (Associação de apoio à deficiência). E já no fim da tarde, foi proferida uma Conferência, no Auditório Municipal, pelo Senhor Bispo, sobre o Pai Nosso.

dsc06790

O quarto dia decorreu em torno dos doentes e idosos, e das instituições de apoio aos mesmos. A manhã começou no Lar de Idosos Privado. E terminou na Santa Casa da Misericórdia, com a visita às diversas valências e serviços de apoio social que ali estão sediadas. A tarde começou com a visita ao Centro de Saúde, nas suas diferentes Unidades. Seguiu-se a visita aos doentes, no domicílio e, no final do dia, celebrou-se a Eucaristia com a administração da Santa Unção aos doentes e idosos.

No quinto dia, a presença foi marcada em Fornos, ao início da tarde, com a celebração eucarística e lanche nesta comunidade que não recebia a visita do Bispo há mais de trinta anos. De seguida o encontro foi com todas as crianças da catequese, pais e catequistas. E terminou o dia num diálogo franco e profícuo com os mais de 95 crismandos, que já se encontravam reunidos para os últimos preparativos.

No último dia – domingo – a festa instalou-se. Mais de 500 pessoas encheram o pavilhão gimnodesportivo da Escola Secundária para concelebrar a Eucaristia com o seu Bispo e testemunhar a administração do sacramento da Confirmação. No final, o lanche permitiu um último convívio de despedida do Dom António.

O programa foi intenso e exigente, com os dias todos muito preenchidos. Mas a alegria que os rostos transpareciam deixavam-nos a certeza de que, todo o esforço e o esforço de todos, valeu muito a pena!!

A paróquia de Moimenta da Beira agradece-lhe, Dom António!

Pe. Diamantino Alvaíde,

in Voz de Lamego, ano 86/49, n.º 4385, 1 de novembro de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: