Início > Entrevistas, Eventos, Igreja, Jesus Cristo > Diocese periférica a braços com desafios de desertificação

Diocese periférica a braços com desafios de desertificação

32d4f3fd58c1bc0c58eeca7383a03c033a5a10ce214bf95530pimgpsh_fullsize_distr

No âmbito da recente vinda à nossa diocese do Eng. Fernando Santos, seleccionador nacional de futebol, o Padre Amadeu da Costa e Castro, pároco de Trevões, em declarações recentes à Ecclesia, sublinhou importância de potenciar ação da Igreja na nossa diocese, que caracterizou como “periférica” e sofrendo de “um mal terrível” que é a “desertificação e a baixa natalidade”.

Com uma população “excessivamente idosa”, este padre da nossa diocese não se ficou apenas nas lamentações, porque “existe muito potencial para a evangelização” e vive-se “com intensidade esta caminhada”.

Uma forma de combater esta periferia é trazer, até junto das pessoas, figuras conhecidas, como aconteceu, recentemente, com a presença do selecionador de futebol, Fernando Santos, na Meda. “Contar com um testemunho de fé de Fernando Santos foi extremamente importante para esta população”, frisou o pároco de Trevões.

Independentemente de serem “novas ou mais idosas”, as pessoas têm a “mesma dignidade diante de Deus” para fazerem a sua caminhada “cheia de esperança”. Para que a situação se altere nesta diocese periférica, o padre Amadeu apela a mudanças, “a começar pela cúpula e filosofia que os governos implementam”.

No início do ano pastoral de 2016/17, o pároco de Trevões aponta a diretiva que D. António Couto, bispo de Lamego, destacou: “Ide e evangelizai” e “levar o nome de Cristo a toda a criatura”. Neste caminho de evangelização, o padre Amadeu Castro referiu que existem muitas formas de exercer este mandato e a “música é uma delas”. A diocese de Lamego tem um trio de padres que, através do fado, evangelizam “pela música, alegria e boa disposição”. “Três colegas que através da música e do canto dão um testemunho formidável de evangelização” porque através “dos sorrisos podemos levar o nome de Cristo mais longe”, finalizou

in Voz de Lamego, ano 86/49, n.º 4385, 1 de novembro de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: