Início > Igreja, Jesus Cristo, Jubileu da Misericórdia, Mensagem, Serviço Cáritas > JUBILEU DA MISERICÓRDIA | CÁRITAS

JUBILEU DA MISERICÓRDIA | CÁRITAS

caritas21-1728x800_c

A palavra “caritas” não é estranha à maior parte das pessoas, mesmo daquelas que não estão familiarizadas com o vocabulário eclesial. Porque associam a palavra a campanhas de solidariedade e porque, desde há muito, dizer “caritas” é sinónimo de ajuda concedida.

A Cáritas é uma das mais amplas redes humanitárias do mundo e conta, actualmente, com 162 membros em 201 países. No caso de Portugal, existem 20 Cáritas Diocesanas em todo o nosso território, incluindo Açores e Madeira.

A primeira organização Cáritas nasceu na Alemanha, em 1897, mas só em 1928 se forma a “Caritas Catholica”, cujo ritmo é perturbado pela II Guerra Mundial (1939-1945). E é só no ano de 1951 que treze países, incluindo Portugal, se associam e criam a Cáritas Internacional com missão de trabalhar para construir um mundo melhor, especialmente para os pobres e excluídos e procurando dar resposta a situações de emergência resultantes de catástrofes naturais ou de calamidades públicas.

A Cáritas portuguesa foi criada depois da II Guerra Mundial e teve como primeira actividade o acolhimento de crianças refugiadas. A par dessa missão, e até 1975, participou na distribuição de géneros alimentares enviados por outros países.

Após a revolução de Abril, a Cáritas procurou participar na promoção social, na criação de emprego, na criação de equipamentos sociais, na formação de agentes e na intervenção junto dos centros de decisão.

Actualmente, a Cáritas vive uma fase de consolidação da autonomia das Cáritas diocesanas, procura contribuir para o aparecimento de grupos de acção social nas paróquias e vai-se integrando na pastoral social da Igreja. Recentemente, a Cáritas Portuguesa, que é membro da Cáritas Europa, assumiu a estrutura de Organização Não Governamental de Desenvolvimento (ONGD).

A Cáritas apresenta-se como serviço da Igreja para a realização da acção caritativa e social do povo de Deus e como instrumento da comunidade para realizar com eficácia a dimensão da partilha. Encarrega-se de que esta acção caritativa seja organizada e tem, ainda, como tarefa o desenvolvimento da acção social, a coordenação e animação das iniciativas de colaboradores e de voluntários e a promoção da solidariedade com outros povos.

A comunicação social faz referências, muitas vezes, a acções e propostas da Cáritas nacional, bem como a alguns números e estudos que vai divulgando.

A Cáritas Diocesana de Lamego, a que preside uma Direcção nomeada pelo bispo diocesano, tem a sua sede no antigo Centro Apostólico, no Largo dos Loureiros, Lamego, onde se atende quem procura ajuda. Mas, embora localizada em Lamego, a Cáritas Diocesana está ao serviço das 223 paróquias da diocese. A articulação ou presença em todas elas pode não ser fácil ou possível, mas através dos párocos ou de grupos paroquiais, a Cáritas Diocesana existe para toda a diocese. Não apenas pelos bens que possa partilhar, mas também pela informação prestada e pela formação proporcionada.

JD, in Voz de Lamego, ano 86/37, n.º 4373, 26 de julho de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: