Início > Ano Pastoral, Conselho de Presbíteros, D. António Couto, Mensagem, Notícias, Sacerdotes > Conselho Diocesano de Presbíteros: Comunicado

Conselho Diocesano de Presbíteros: Comunicado

_MG_7189

Na manhã do passado dia 17 de junho, reuniu na casa de São José, sob a presidência do Sr. Bispo, D. António Couto, o conselho de presbíteros da nossa diocese.

Depois de rezarmos a hora intermédia o Sr. Bispo fez uma breve reflexão sobre a missão, que a todos nos cabe, de transportarmos sobre os ombros e no coração o povo que nos está confiado e que espera de nós gestos e palavras de misericórdia, proximidade e afeto.

De seguida ouviu os presbíteros sobre a necessidade de formação pastoral para leigos através da criação de uma escola que permita aos cristãos serem “capazes de testemunhar a fé de forma inteligente e inteligível, em diálogo com os outros. Que vivam com alegria e demonstrem vontade em servir”.

Fizeram também parte da agenda outros assuntos, nomeadamente questões respeitantes a algum do património diocesano (utilização da Casa de São José, remodelação das instalações do Seminário Maior de Lamego, possível alienação da Quinta do Revogato, ocupação da casa da Sagrada Família e situação atual da Mútua do clero), bem como a projecção do próximo ano pastoral (temática, movimentação pastoral sinodal, reorganização e avaliação das funções pastorais da Cúria Diocesana – comissões, departamentos e serviços – e possível reformulação, Carta Pastoral do Senhor Bispo).

Há necessidade de remodelar, requalificar e fazer alterações, particularmente, nos edifícios da casa de São José e do Seminário Maior, de forma a permitir a sua utilização em moldes novos para podermos prosseguir com a missão evangelizadora que os novos tempos reclamam.

Passados três anos do Decreto de constituição/criação das funções pastorais da Cúria Diocesana, sente-se a necessidade de fazer uma avaliação das novas estruturas de apoio (comissões, departamentos e serviços) e, se for o caso, reorganizar, adaptar e reformular o que não estiver a funcionar tão bem e esperar que mais cedo ou mais tarde toda a diocese possa ter acento na estrutura eclesial nacional. Há determinados departamentos que ainda não funcionam na nossa diocese mas seria importante que isso viesse a acontecer. O prelado chamou a nossa atenção para a necessidade urgente de criar estruturas paroquiais ou inter-paroquiais de apoio à pastoral, isto é, os tão reclamados conselhos pastorais.

O lema da próxima Carta Pastoral do nosso Bispo tomará a dinâmica de São Marcos em que o horizonte da acção pastoral é todo o universo: “Ide por todo o mundo e anunciai o evangelho a toda a criatura”( Mc 16,15).

Houve ainda tempo para as últimas informações sobre o Dia da Família Diocesana a celebrar na Senhora da Lapa no dia 25 de junho e também da  da revisão dos estatutos por parte de um canonista e do conselho permanente.

António José Ferreira, in Voz de Lamego, ano 86/32, n.º 4368, 21 de junho de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: