Início > D. António Couto, Eventos, Notícias > Rede Social Saúde: uma janela de oportunidade na saúde do Douro Sul

Rede Social Saúde: uma janela de oportunidade na saúde do Douro Sul

saude1

Com a presença de instituições de todo o Douro Sul, autarquias e muitos cidadãos, decorreu, no passado dia 1 de abril, em Lamego, o evento Cidadania em Saúde – Douro Sul 2016. Esta iniciativa que tem como objetivo promover a saúde e envolver todos, instituições, autarquias e SNS, na procura de melhores soluções para os cidadãos, vai decorrer em todos os concelhos do Douro Sul ao longo do ano de 2016.

Neste contexto foi apresentada a Rede Social Saúde que junta em estratégia comum várias instituições desta região e que, para além da organização interna das respostas em saúde, promovendo a eficiência e a qualidade, vai permitir a partilha de recursos entre as estruturas aderentes.

A Rede Social Saúde assenta o seu trabalho numa linha de valores estruturantes – Proximidade, Integração, Humanização.

O evento da passada sexta feira contou com a presença ativa do Senhor Bispo de Lamego, D. António Couto, do Dr. Rui Cernadas e do Professor Rui Nunes. Estas três personalidades de grande relevância fizeram o enquadramento de princípios e valores que deverão estar sempre presentes nas atividades humanas e muito particularmente na saúde. Aproveitaram também para dar um claro incentivo à Rede Social Saúde, manifestando-se muito agradados com este projeto que tem tudo de pertinente e inovador. A região, segundo eles, com esta Rede em Saúde, está a ser pioneira em Portugal, por ousar apresentar um novo modelo de integração e organização dos serviços de saúde.

A liderança política do evento esteve a cargo do Presidente do Conselho da Comunidade do Aces Douro Sul, Valdemar Pereira, que deu exemplos de parcerias em saúde, sendo o seu concelho uma realidade a seguir. Salientou a importância deste projeto que junta vontades e pretende fazer progredir a nossa Região.

O enquadramento técnico científico do tema central deste evento – cidadania em saúde – saúde em rede, esteve a cargo de Helena Norinha, Enfermeira e gestora de instituições de saúde.

António Marques Luís, médico e Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lamego, instituição âncora da Rede Social Saúde, realçou a importância deste projeto para se oferecerem melhores cuidados de saúde aos cidadãos, em particular os institucionalizados, em respostas sociais residentes ou no domicílio, pela melhor organização interna e partilha de meios pelas instituições.

Domingos Nascimento, gestor de instituições sociais e de serviços de  saúde, apresentou o projeto Rede Social Saúde, salientando as idiossincrasias deste território do Douro Sul, marcado pela catástrofe da desertificação humana. E, neste contexto, a procura de escala e o aproveitamento de sinergias, serão as pontas a unir, num objetivo comum, as valências em saúde destas diferentes instituições que pretendem trabalhar no seio do projeto.

As reações ao projeto Rede Social Saúde revelam a necessidade urgente deste projeto e manifestam-se como um indicador de sucesso na sua implementação.

in Voz de Lamego, ano 86/22, n.º 4359, 19 de abril de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: