Início > Ano Pastoral, Eventos, Formação, Igreja, Jesus Cristo, Jovens, Oração, Vocações > Semana de Oração pelas Vocações | “A Igreja, mãe de vocações”

Semana de Oração pelas Vocações | “A Igreja, mãe de vocações”

cartaz

Iremos viver e celebrar no próximo Domingo (IV Domingo da Páscoa – Domingo do Bom Pastor) o 53.º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. O Papa Francisco, na sua mensagem para esse dia refere-se à Igreja como comunidade, como uma mãe que gera vocações: “A Igreja, mãe de vocações”. “Esta maternidade da Igreja exprime-se através da oração perseverante pelas vocações, da ação educativa, do acompanhamento daqueles que sentem o chamamento de Deus e da cuidadosa seleção dos candidatos ao ministério ordenado e à vida consagrada”.

“A vocação nasce na Igreja”; “cresce na Igreja”; “é sustentada pela Igreja”. O ponto de partida para esta dinâmica vocacional é a pertença e adesão à comunidade cristã. Na origem de toda e qualquer vocação está Deus que chama, mas compete à comunidade cristã fazer despertar e germinar as vocações. “Uma comunidade sem cuidado vocacional facilita o risco de degradação pastoral, de esterilidade espiritual, de concentração recreativa. E, ao contrário, aquela que põe sobre a mesa o tema vocacional, se coloca, projeta e programa, tendo em conta esta dimensão essencial da sua missão, assegura uma tensão espiritual de vida, orienta e afina metas pastorais, obtém melhores níveis de fecundiade e adquire uma alta concentração educativa nas suas opções, que a colocam sem dúvida na linha da nova evangelização” (Mario Oscar Llanos sdb, Pastoral Vocacional na Nova Evangelização, Ed. Paulinas, 2014, p. 5,6).

Deste modo, todos os fiéis são responsáveis e corresponsáveis pelo cuidado para com as vocações e o seu discernimento. Neste sentido e com este objectivo, o Santo Padre destaca o papel muito relevante dos sacerdotes, devendo estes integrar o cuidado pela pastoral das vocações como parte fundamental do seu ministério. É evidente que este tom dado à importância da comunidade cristã para o surgimento de novas vocações, não é novo e não é de agora, mas convém sempre recordar por exemplo e como referência no que  a este tema diz respeito, com particular destaque para as vocações sacerdotais, o Concílio Vaticano II, no Decreto “Optatam Totius”, nº 2: “O dever de fomentar as vocações pertence a toda a comunidade cristã, que em primeiro lugar deverá cumpri-lo por meio duma vida plenamente cristã; contribuem para isso, sobretudo, não só as famílias que animadas pelo espírito de fé, de caridade e de piedade, se tornam como que o primeiro seminário, mas também as paróquias, de cuja vida abundante participam os próprios adolescentes. Os professores e todos os que de qualquer modo têm a seu cuidado a educação de crianças e de jovens, principalmente as Associações Católicas, de tal modo se esforcem por cultivar o espírito dos adolescentes a si confiados, que estes possam descobrir a vocação divina e segui-la de boa vontade. Mostrem  todos os Sacerdotes o máximo zelo apostólico em favorecerem as vocações…”

Que este Dia Mundial de Oração pelas Vocações e a semana que lhe antecede, nos lembre da necessiadade de termos leigos empenhados a trabalhar na Igreja e pela transformação da sociedade, sacerdotes animados pelo amor e pela misericórdia de Deus e consagradas e consagrados verdadeiramente apaixonados pela causa  do Evangelho.

Pe. Vasco Pedrinho, Departamento Diocesano da Pastoral Vocacional

in Voz de Lamego, ano 86/21, n.º 4358, 12 de abril de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: