Início > D. António Couto, EMRC, Evangelho, Eventos, , Formação, Igreja, Jesus Cristo, Jovens, Jubileu da Misericórdia, Oração > Alunos de EMRC do secundário em Lamego… às volta com o amor

Alunos de EMRC do secundário em Lamego… às volta com o amor

12968038_783614111739303_7508224777570839068_o

A Igreja Católica promoveu o VI Encontro de Alunos de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) do Ensino Secundário esta sexta-feira e sábado, em Lamego, onde estiveram 1500 alunos de 15 dioceses, refere o portal educris.com.

De acordo com a página da internet do Secretariado Nacional da Educação Cristã, que coordena a iniciativa, os alunos de EMRC pertencem a de 65 escolas e participaram num conjunto de atividades dinamizadas a partir do tema «Às Voltas com o amor».

“Estas voltas são também as que Deus faz para vir ao nosso encontro. Muitas vezes andamos como ovelhas transviadas e Ele não esquece. É isso que propomos aos alunos, que andam por caminhos atarefados na sua vida quotidiana, ir ao encontro do Pai”, explica João Ferraz, do Departamento do Ensino Religioso nas Escolas da Diocese de Lamego.

“É vivenciar e experimentar o amor e ir ao encontro do outro que é um dos desafios da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica. O ir ao encontro na partilha, na experiência em dois pilares fundamentais: O amor e o perdão misericordioso”, acrescenta João Ferraz, em declarações à Agência ECCLESIA.

O VI Encontro de Alunos de EMRC do Ensino Secundário começou no dia 8 de abril, sexta-feira,  em Lamego, com o acolhimento no “Estádio de Nossa Senhora dos Remédios onde os participantes fizeram a experiência do amor através da arte, da pintura, da música e da dança”.

“As escolas participantes trouxeram a misericórdia ao encontro através de uma campanha de recolha de fraldas para crianças e adultos que serão posteriormente entregues à Caritas e à Santa Casa da Misericórdia”, informa o Secretariado Nacional de Educação Cristã.

Na noite de sexta-feira, após uma refeição quente servida no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, os participantes “desceram o escadório deste lugar mariano para a atividade da noite que decorreu no centro multiusos da cidade”.

A festa na noite de sexta-feira ficou marcada por “mensagens fortes de solidariedade, amor e misericórdia”, testemunhos de algumas escolas que mostraram a sua experiência de ajudar outros a levarem o “amor e a misericórdia aos que estão próximos”, um concerto e a “largada dos tradicionais balões Joaninos que iluminaram o céu Lamecense”.

O portal educris.com refere que este sábado, segundo dia do VI Encontro de Alunos de EMRC do Ensino Secundário, os participantes realizaram um “Moralcaching pela cidade de Lamego” e “um trajeto entre o pavilhão multiusos da cidade até à Sé Catedral”, onde decorreu a “cerimónia de encerramento”, com a a presença do bispo de Lamego, D. António Couto.

JCP/PR (Agência Ecclesia)

D. António desafia alunos a abrir caminhos novos

 

img_4318_160410010953

No encerramento do Encontro Nacional do Ensino Secundário (ENES) os alunos de EMRC caminharam até à Porta Santa na Sé de Lamego, por ocasião do jubileu da Misericórdia proposto pelo Papa Francisco a todos os homens e mulheres de boa vontade. No interior, e durante a cerimónia de despedida, os mais de 1500 alunos escutaram D. António Couto, bispo de Lamego deixar o desafio: “Abri caminhos novos. Caminhai no amor de Deus até caírdes para o lado com as ‘vertigens’ deste mesmo amor”.

Na sua breve intervenção aos participantes do VI ENES, e comentando a parábola do Pai Misericordioso, o prelado afirmou que a questão do amor “é a questão suprema da nossa vida. Queremos saber se somos amados e por quem o somos”. Para o bispo de Lamego a figura do Pai, presente no texto bíblico, remete-nos para um Deus que “não nos trata como um assalariado, um trabalhador, mas como um Pai que, se preciso for, nos corta a palavra sempre que nos preparamos para dizer disparates”.

Atualizando a parábola D. António Couto focou a sua atenção no Pai que se “revela no maior amor que existe e, por isso, corre ao nosso encontro, sufoca-nos de amor e não nos deixar fazer nem dizer disparates”. Centrando, em seguida, o seu olhar sobre o filho mais velho, o prelado comparou-o a alguém “que é incapaz da festa, do amor, da dança e por isso incapaz de andar às voltas com o amor. Este olhava para o Pai como um patrão incapaz do amor e que apenas lhe devia dar o seu salário”.

D. António Couto interpelou os alunos e afirmou: Tal como este filho mais velho também nos compete a nós tomar a decisão de entrarmos nesta casa do Pai que é amor e que é a nossa. Queremos ou não entrar na casa do amor? – questionou.

No final da sua reflexão o bispo de Lamego deixou um desejo em forma de oração: “Desejo e rezo para que tenhais a graça de levar convosco às periferias tão diversas de hoje este Amor novo que é o amor de Deus”.

Já no final da cerimónia de despedida e envio do VI ENES, D. António Couto repetiu o gesto do Pai Misericordioso que abraça os filhos dando esse mesmo abraço aos professores de EMRC das diferentes escolas presentes e convidando-os a levarem este “abraço da Misericórdia aos seus alunos e às diferentes realidades com que se deparam diariamente”.

in SNEC – Educris.com,

publicado também na Voz de Lamego, ano 86/21, n.º 4358, 12 de abril de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: