Início > Deus, Evangelho, Eventos, , Igreja, Jesus Cristo, Jubileu da Misericórdia, Oração > REDESCOBRIR O SENTIDO | Editorial Voz de Lamego | 1 de março

REDESCOBRIR O SENTIDO | Editorial Voz de Lamego | 1 de março

4352-1

Na diversidade de notícias, de temas, de reflexões, aí está a primeira edição de março do Jornal Diocesano, Voz de Lamego. A misericórdia é um dos fios condutores deste Ano Jubilar. No Editorial, o Pe. Joaquim Dionísio coloca o foco nas “24 Horas para o Senhor”, proposta do Papa Francisco para a Igreja em todo o mundo, e se realiza na sexta-feira e no sábado, 4 e 5 de março.

REDESCOBRIR O SENTIDO

No final desta semana, a Igreja convida a repetir a experiência do ano passado: “24 horas para o Senhor”. E sugerindo o seu incremento nas dioceses, Francisco sublinha a oportunidade que tal iniciativa representa para todos, a começar pelos mais novos: um tempo forte de oração, ocasião para celebrar a Reconciliação e redescobrir do sentido para a vida (MV 17).

A oração é expressão do amor de Deus em cada homem e é essencial à vida dos cristãos. Uma vida sem oração corre o risco de se tornar árida. E não é por acaso que o Papa fala de “redescoberta de sentido para a vida”, atendendo a tantas vidas perdidas e ao activismo vazio de humanidade.

Mas orar não é simples. O cansaço, a rotina ou o aparente silêncio de Deus desafiam a perseverança do crente. Por outro lado, o diálogo com Deus é feito, frequentemente, de silêncio, algo pouco gratificante. Mas repetir uma oração, meditá-la e saboreá-la, de forma a tornar-se como uma respiração, é entrar no mistério do diálogo entre Deus e o homem e é deixar-se guiar, passo a passo, num melhor conhecimento do mistério de Deus. A oração propicia a interioridade e a proximidade que permitem bater, pedir e entrar.

Sem dispensar o crente de agir, a oração liberta de tensões, do vazio ou da pressa, constituindo uma oportunidade para tomar consciência do amor de Deus e do sentido que cada vida tem. E quem se descobre amado sabe que a sua vida não é um acaso ou apenas sofrimento.

O Evangelho está repleto de encontros com Jesus que alteraram o ritmo e o sentido de marcha de quem se encontrou com Ele. Esta iniciativa é mais uma ocasião para um desses encontros a que importa não faltar.

in Voz de Lamego, ano 86/15, n.º 4352, 1 de março de 2016

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: