Início > Eventos, , Formação, Igreja, Jesus Cristo, Jubileu da Misericórdia, Mensagem > Zona Pastoral de Cinfães: formação para agentes pastorais

Zona Pastoral de Cinfães: formação para agentes pastorais

cinfaes

 

No passado dia 28 Novembro, durante a manhã, no salão paroquial de Cinfães, decorreu uma ação de formação para todos os agentes pastorais desta zona pastoral de Cinfães que se havia de repetir, durante a tarde desse mesmo dia, em Resende.

Como não poderia deixar de ser, o tema escolhido foi a Misericórdia de Deus, muito bem explanado pelo formador, Sr Pe. Diamantino Alvaíde, pároco de Cabaços e Moimenta da Beira, há pouco tempo regressado de Roma, onde se formou em Pastoral.

Na sua alocução, o Reverendo Pe. Diamantino começou por referir que a data escolhida, 8 de Dezembro de 2015, pelo Papa Francisco, para o início do Ano da Misericórdia, teve por base dois fatores marcantes na vida da Igreja – o cinquentenário do encerramento do concílio Vaticano II e simultaneamente dia da Imaculada Conceição, Mãe da Igreja.

Bem explicados foram os ensinamentos vivenciais da Bula da proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia – Rosto da Misericórdia – como condição para a nossa salvação, palavra reveladora do mistério da Santíssima Trindade, lei fundamental que mora no coração humano e caminho que une Deus ao homem.

Algumas das manifestações da misericórdia divina nos Evangelhos, os desafios que se nos colocam, direcionados ao coração dos irmãos e às periferias existenciais, com tradução na prática das 14 obras de Misericórdia, foram os alicerces da introspeção que cada participante teve o prazer de degustar para poder depois levar para os seus ambientes.

Foram ainda proporcionadas sugestões, a partir da Bula Papal, para um melhor aprofundamento da vida cristã, neste ano jubilar, como seja: acolhimento de todos, especialmente os mais desprotegidos, Laus perene e adoração ao Santíssimo individualmente e, como não podia deixar de ser, a frequência ao Sacramento da Reconciliação, com todos os requisitos exigidos – arrependimento, confissão e conversão.

O Sr. Pe. Adriano, arcipreste de Resende/Cinfães, informou os presentes, que entre outras iniciativas a levar a cabo no arciprestado, em Cinfães, a Igreja paroquial vai estar aberta, nos dias 10 e 26, de cada mês, com exposição do Santíssimo, havendo sacerdotes para a administração do sacramento da Reconciliação, a quem o desejar.

Os cerca de oito dezenas de participantes ficaram mais conscientes para a vivência do ano dedicado à Misericórdia, que decorre entre 8 de Dezembro próximo e o dia 20 de Novembro de 2016, tendo como princípios orientadores documentos pontifícios e episcopais entre os quais se destaca a carta pastoral do nosso Bispo D. António Couto, publicada na apresentação do ano pastoral da nossa diocese.

Serão sempre bem vindas estas ações formativas, pois, no fundo estamos a falar de catequese de que tanto está ávido o povo de Deus.

Aqui fica o agradecimento aos mentores da iniciativa e esperamos que outras se sigam.

V.M., in Voz de Lamego, ano 85/53, n.º 4340, 1 de dezembro

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: